21.6 C
Uberlândia
segunda-feira, junho 24, 2024
- Publicidade -spot_img
InícioNotíciasDefensivo para combate ao bicudo do algodoeiro é liberado

Defensivo para combate ao bicudo do algodoeiro é liberado

Devido a uma exigência do Paquistão, o uso emergencial de agrotóxicos à base de Brometo de Metila em fibras e caroço de algodão, destinados à exportação, foi autorizado pelo Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa). A medida para combate ao bicudo do algodoeiro foi publicada nesta quinta-feira, 5 de dezembro, no Diário Oficial da União.

Empresas interessadas em comercializar o produto devem requerer aprovação para uso emergencial e apresentar termo de compromisso para geração e apresentação dos estudos necessários à realização do registro definitivo do agrotóxico. O registro do Brometo de Metila, para uso emergencial, será cancelado se constatado problema de ordem agronômica, toxicológica ou ambiental.

O bicudo do algodoeiro foi identificado no Brasil em 1983 e causa danos às estruturas reprodutivas do algodoeiro e ao produto final, reduzindo diretamente a produção do algodão. Segundo o coordenador-geral de agrotóxicos e afins do Mapa, Carlos Venâncio, a medida é necessária para impedir a suspensão do comércio com o Paquistão. “Várias práticas são adotadas para o manejo dessa praga, no entanto o uso desse defensivo é uma exigência formal do país importador de fibras e caroço de algodão“, disse.

ARTIGOS RELACIONADOS

IHARA lança PRIVILEGE, primeiro inseticida que combate todas as fases da mosca-branca

    Produto elimina desde ovos até a mosca-branca adulta nas culturas de soja, feijão, algodão e tomate   Especializada em tecnologia para proteção de cultivos, a IHARA apresenta...

Sagra – Parceira fiel do produtor rural

  O produtor Adriano de Almeida, em Araxá, é cliente antigo da Sagra e conta que a eficiência dos produtos é inquestionável e a empresa...

Brasil apresenta maior crescimento global na adoção de transgênicos

  Benefícios ambientais e socioeconômicos incluem a preservação da biodiversidade e o aumento da produtividade   O Brasil cultivou 49,1 milhões de hectares (ha) com culturas transgênicas...

É hora de controlar fungos de solo

Janaina Marek Engenheira agrônoma, mestre e doutoranda em Produção Vegetal - Universidade Estadual do Centro-Oeste janainamarek@yahoo.com.br Dione de Azevedo Engenheiro agrônomo e consultor em Manejo e Fertilidade de...

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui
Captcha verification failed!
Falha na pontuação do usuário captcha. Por favor, entre em contato conosco!