25.6 C
Uberlândia
segunda-feira, julho 22, 2024
- Publicidade -spot_img
InícioArtigosFlorestasDesrama é fundamental no plantio de teca

Desrama é fundamental no plantio de teca

Autor

Camila Queiroz da Silva Sanfim de Sant’Anna
Engenheira agrônoma, mestre em Genética e Melhoramento de Plantas e doutora em Produção Vegetal – Universidade Estadual do Norte Fluminense Darcy Ribeiro (UENF)
agro.camilaqs@gmail.com

A teca constitui uma das madeiras de maior valor no mercado, sendo muito empregada na fabricação de móveis finos e na construção naval. Seu preço final é atribuído à madeira madura, livre de nós (clearwood) e com diâmetro para serraria. Cabe à operação da desrama a formação de fustes limpos e sem nós.

Direto ao ponto

O principal objetivo desta prática é melhorar a qualidade do fuste com a eliminação dos nós indesejáveis ao beneficiamento da madeira, permitindo a obtenção de um fuste reto, e propiciando, assim, valoração na produção, além de evitar a proliferação patógenos, pois facilita o arejamento e a luminosidade da copa.

A presença de nós no fuste é indesejável, pois implica na redução da maioria das propriedades mecânicas da madeira, pois, nesta, as fibras que circundam são distorcidas e sua descontinuidade culmina na concentração de tensões, o que pode causar a ocorrência de fendas durante a secagem, afetando a resistência da madeira e enfraquecendo-a.

A operação de desrama, em geral, é considerada a partir do segundo ano, até as árvores atingirem altura comercial de 8,0 m, podendo se estender até o nono ano, em função de alterações climáticas, ocorrência de pragas e desbastes, podendo ocorrer novas brotações, exigindo assim a realização de uma desrama extra.

A retirada tanto dos ramos secos como dos verdes deve ser executada sem deixar “tocos”, que pela posterior atividade cambial podem ser recobertos pelo lenho e originar novos nós. É realizada até a proporção de 2/3 da copa (sem prejuízos para o desempenho da árvore) em anos intercalados.

Manejo

Sua prática é realizada manualmente, com auxílio de serras de poda curvas fixadas em cabos de eucalipto ou alumínio de 1,5 m, 4,5 m e 7,5 m de comprimento para as desramas de 3,6 e 9,0 m, respectivamente.

Os ramos devem ser cortados rentes ao tronco das árvores, de forma que esta ação seja menos traumática possível para a planta, atentando às características morfológicas dos galhos e sua dinâmica em relação à atividade metabólica das folhas.

Deve-se tomar cuidado no momento da poda para não danificar a região da crista da casca superior e colar do ramo, a fim de garantir a manutenção das condições fisiológicas para que ocorra cicatrização, sobretudo porque a teca possui sua madeira mais dura e com galhos de grande diâmetro na inserção do tronco, o que pode dificultar a desrama.

Problemas

Os problemas mais comuns enfrentados durante a realização da desrama consistem no despreparo operacional e consequentes erros durante a realização do manejo, seja por realização equivocada do processo ou dos equipamentos inadequados, promovendo, deste modo, efeito não favorável à intensão da desrama, deixando a planta, inclusive, exposta a suscetibilidades de ataque de patógenos, com o não fechamento dos ferimentos devido à poda.

Outra problemática é o excesso da remoção dos galhos, ou seja, a intensidade de desrama pode, também, influenciar o desenvolvimento da planta. Como já comprovado em trabalhos práticos, observou-se que a retirada intensa de desrama, maior do que 50% do volume da copa, prejudica seu crescimento, afetando, sobretudo, o diâmetro, pois a supressão pode levar à mortalidade radicular, além de outros processos fisiológicos contrários ao objetivo, como superbrotação.

Cabe ressaltar, também, que a desrama realizada de forma errada acarreta na perda da qualidade da madeira, redução que pode chegar a até 40% do seu preço de comercialização.

Custo

O custo inicial da desrama não traz ganhos imediatos, no entanto, a técnica mostra-se extremamente compensadora no preço final. Em uma densidade de aproximadamente 625 árvores/ha, por exemplo, o custo total da desrama chega a R$ 316,80, sendo realizados quatro desramas nos seguintes anos: 2°,4°,6° e 8°.

Conforme dados de 2015 da Embrapa Acre, em relação aos custos de manejo em Rio Branco (AC), o preço FOB do metro cúbico de madeira de teca comercial varia de US$ 150 (acima dos 12 anos) a US$ 800 m³ (corte final) a tora, ressaltando que quanto maior a qualidade da madeira, maior sua rentabilidade. Observa-se, assim, que o custo com a operação de desrama é altamente vantajosa, comparada com o retorno econômico obtido pelo preço final.

Por fim, o alcance de rendimento adequado madeireiro quanto à dimensão e qualidade permitem o aumento da rentabilidade do produto, tornando a prática da desrama essencial para que se alcance este objetivo.

ARTIGOS RELACIONADOS

STIHL apresenta novos produtos na Agrishow 2017

A feira, considerada uma das mais importantes do segmento de tecnologias agrícolas, acontece de 1º a 5 de maio, em Ribeirão Preto (SP) A STIHL,...

Novo modelo distribuidor de adubo orgânico garante maior economia para o produtor

Equipamento foi desenvolvido pela Piccin Implementos Agrícolas e confere inúmeros benefícios Aumentar a produtividade é o objetivo de grande parte dos produtores em todo o...

Técnicas para o cultivo de folhosas

  Andréia Cristina Silva Hirata Pesquisadora científica VI " Agência Paulista de Tecnologia dos Agronegócios andreiacs@apta.sp.gov.br Edson Kiyoharu Hirata Engenheiro agrônomo e mestre em Produção Vegetal   A produção de...

Do amor à terra vem o sucesso

Sérgio Ricardo Donófrio é agricultor e proprietário da Calusne Farms, empresa agrícola localizada em Campinas (SP) que cultiva alfaces especiais, ervas finas, brotos, mini folhas, flores comestíveis e outras especialidades para a fina culinária brasileira. Entre as delícias que nascem por lá estão as alfaces frillice verde e roxa, chicória frisée, lollo rossa roxa e verde, mini romana e radicchio, todas elas comercializadas já higienizadas.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui
Captcha verification failed!
Falha na pontuação do usuário captcha. Por favor, entre em contato conosco!