Digital Agro 2022: xarvio® oferece economia no uso de recursos nas lavouras

Agricultores de soja, algodão e milho poderão conhecer toda a gama de soluções que a marca oferece para um manejo mais eficiente e sustentável.

0
24

A demanda global por alimentos cresce dia após dia. Por isso é preciso pensar na produção de forma estratégica e consciente. E o uso de tecnologias ja é fundamental para aumentar a oferta de alimentos de maneira eficiente e sustentável. 

Com a proposta de auxiliar o agricultor neste desafio, o xarvio® Digital Farming Solutions, marca global de agricultura digital da BASF, participa do Digital Agro que acontece em Curitiba (PR), entre 12 e 15 de julho. “Os resultados do uso do xarvio® FIELD MANAGER consolidam a necessidade do agricultor em ter serviços e soluções que ofereçam eficiência. Nas áreas mapeadas para a solução de controle de plantas daninhas durante a safra 2021/22, a otimização de insumos foi em média de 62% e a economia de água foi de 36 mil litros a cada mil hectares. Isso signfica o consumo médio de dois meses em uma casa com até quatro pessoas”, destaca Lucas Marcolin, gerente Comercial do xarvio® Digital Farming Solutions.
 

São muitas variáveis que precisam ser levadas em conta para que se obtenha a melhor rentabilidade de cada talhão. Um agricultor de soja, por exemplo, precisa tomar centenas de decisões difíceis e estratégicas por safra. E é nesse suporte ao produtor que o xarvio® entra: tanto os serviços de mapeamento via satélite como o Mapeamento Digital Inteligente, via drone, oferecem uma série de dados e informações para que ele possa tomar a melhor decisão. 
 

Mapas Inteligentes que geram economia

Entre as soluções disponíveis na plataforma xarvio FIELD MANAGER está o Mapa de Power Zone, que traz informações com base em histórico de dados de satélite para a indicação de zonas de alto e baixo desempenho dentro do tralhão. “Em culturas como soja, algodão e milho isso significa poder planejar e ter maior produtividade em cada talhão, ao se utilizar mapas de semeadura em taxa variável, por exemplo. Além disso, conseguimos ter a indicação se há variabilidade do solo ou mesmo algum problema na área, como infestação por pragas ou por doenças“, ressalta Marcolin.
 

Com o auxílio de drones, é possível gerar mapas para determinar a sanidade e qualidade das lavouras. “Por meio deles conseguimos indicar como está o desenvolvimento daquela área. Existe um dado da FAO de que até 40% da produtividade das culturas são perdidas anualmente por pragas e doenças. Esse é um número muito alto. Com a nossa tecnologia é possível perceber, monitorar e avaliar a situação para que seja tomada a decisão do melhor manejo, diminuindo consideralvemente as perdas“, explica o coordenador comercial do xarvio®, Lucas Putti.
 

Na plataforma também é possível obter mapas para adubação em taxa varável nas culturas de soja, milho e algodão. “A partir disso, conseguimos identificar quais zonas dos talhões precisam de aplicação e variar as doses de fertilizantes“, enfatiza Putti. 
 

Crédito Divulgação

Produtores conectados

Diversas pesquisas mostram que o produtor está dia após dia mais conectado. Segundo a pesquisa “Inovação no Agronegócio e a qualificação do produtor brasileiro na era digital“, realizada pela Croplife Brasil em 2020 e publicada em 2022, em parceria com a EasyHub e Fruto Agrointeligência, a geração sucessora possui um olhar mais técnico para o negócio e uma grande abertura para o uso de tecnologia. “Hoje os nossos clientes estão abertos às novas tecnologias e preocupados com a demanda de alimentos com manejo sustentável. São produtores que estão conectados: utilizam IoT, aplicativos e programas para gestão, compram e vendem sua produção de forma virtual. E a BASF está alinhada com estes clientes“, finaliza Almir Araújo, Diretor de Digital, Novos Modelos de Negócio & Excelência Comercial da BASF na América Latina.
 

Sobre o Digital Agro 2022

Onde: Curitiba (PR)

Data: 12 a 14 de julho de 2022

Website: Link