22.8 C
Uberlândia
quarta-feira, julho 17, 2024
- Publicidade -spot_img
InícioArtigosGrãosDuPont Pioneer completa 20 anos de história no mercado de safrinha no...

DuPont Pioneer completa 20 anos de história no mercado de safrinha no Brasil

Crédito DuPont Pioneer
Crédito DuPont Pioneer

Por meio de uma estratégia comercial ousada, e baseado em avaliações feitas junto a produtores, cooperativas e órgãos de pesquisa, em 1997 a DuPont Pioneer decidiu entrar no mercado de safrinha. Nesse mesmo ano, por meio de um trabalho de caracterização da pesquisa, a empresa já colocava à disposição dos agricultores para o plantio após soja, opções de híbridos de milho e sorgo que se destacavam por suas produtividades e alta tolerância às principais doenças, características importantes para o cultivo na segunda safra, e que possibilitaram ao agricultor brasileiro aumentar os seus níveis de produtividade e diversificar o seu sistema de produção de grãos.

Há 20 anos, a área de safrinha de milho no Brasil não atingia 2,5 milhões de hectares, sendo que hoje ela gira em torno de 12 milhões de hectares (Conab, novembro). Resultados de análises comprovam que o crescimento em área foi superior a 400% neste período de duas décadas, e a produtividade também foi contínua e crescente, aumentando a uma taxa de 4% ao ano, e a área, a uma taxa de 8,6%, o que comprova o enorme potencial produtivo dessa cultura.

Evolução

Ao longo desses 20 anos, a DuPont Pioneer vem acompanhando as mudanças, desenvolvendo e trazendo ao mercado híbridos de milho mais estáveis, adaptados e mais produtivos para atender as necessidades dos agricultores. Isso só é possível pelo trabalho de melhoramento genético diferenciado e pela proximidade da empresa com o agricultor, levando sempre o correto posicionamento dos seus produtos e práticas agronômicas inovadoras.

Para a safrinha 2018, além de disponibilizar aos seus clientes novas opções de híbridos com características agronômicas adaptadas à  segunda época de cultivo, a empresa contará com mais nove centros de distribuição de sementes de milho, além daqueles já em operação na safrinha passada. Quatro destes CDs estão localizados no Estado do Mato Grosso, dois em Goiás, um em São Paulo, um em Minas Gerais e outro no Mato Grosso do Sul, buscando maior agilidade na entrega das sementes aos clientes.

Além disso, por meio de uma estratégia diferenciada no mercado, a DuPont Pioneer oferecerá aos agricultores o seu Tratamento de Sementes Industrial adicional com o inseticida Demacor® associado ao Poncho® nos híbridos com a tecnologia Leptra®.

A associação destes tratamentos auxilia os produtores na proteção das plantas nos estádios iniciais da cultura, no manejo da resistência de lagartas à tecnologia Bt e amplia o espectro do controle das pragas.

Para saber mais sobre o portfólio de híbridos marca Pioneer® para a safrinha, acesse www.pioneersementes.com.br

As marcas com ®, â„¢ ou SM sãomarcas e marcas de serviço da DuPont, Pioneer ou de seus respectivos titulares. © 2017 PHII

 

 

Essa matéria você encontra na edição de janeiro 2018 da revista Campo & Negócios Grãos. Adquira já a sua.

 

ARTIGOS RELACIONADOS

Bacillus thuringiensis é aliado no controle da Helicoverpa

  Uéliton Trindade de Oliveira Engenheiro agrônomo da Integrada Cooperativa Agroindustrial ueliton.trindade@hotmail.com O Bacillus thuringiensis (Bt) vem sendo utilizado há muitos anos para o controle de lagartas na...

Fique longe das pragas do morango

  José Salazar Zanuncio Junior DSc. em Entomologia e pesquisador do Incaper jjzanuncio@yahoo.com.br   A principal praga do morangueiro é o ácaro rajado Tetranychus urticae, um aracnídeo de aproximadamente...

Helicoverpa armigera ataca soja recém-plantada

  Márcio Fernandes Peixoto Entomologista e professor do Instituto Federal Goiano de Rio Verde marcio.peixoto@yahoo.com.br A cultura da soja tem passado por intensas transformações na última década,...

Tratamento de sementes com aminoácidos estimula enraizamento

  A aplicação de bioestimulantes na agricultura não é muito antiga, porém, já está bem disseminada entre os agricultores. O desenvolvimento de processos para a...

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui
Captcha verification failed!
Falha na pontuação do usuário captcha. Por favor, entre em contato conosco!