25.6 C
Uberlândia
quarta-feira, junho 19, 2024
- Publicidade -spot_img
InícioNotíciasEmbrapa lança grupo de caixas para comercialização de hortaliças

Embrapa lança grupo de caixas para comercialização de hortaliças

Caixas plásticas

Com o objetivo de reduzir as perdas na fase de pós-colheita, a Embrapa lançou durante a 22ª edição da Hortitec, um grupo de caixas para facilitar a comercialização de hortaliças. Nessa etapa da cadeia produtiva, as embalagens inadequadas e o manuseio excessivo são os principais responsáveis pelos danos nos produtos e pelo elevado percentual de perdas pós-colheita.

A utilização do Grupo de Caixas Embrapa constitui uma boa prática agrícola, uma vez que favorece o manuseio mínimo e a rastreabilidade na cadeia de produção. “A recomendação é de que sejam evitadas as trocas de embalagens entre os elos da cadeia. Assim, as caixas utilizadas para a colheita na propriedade rural são as mesmas que expõem os produtos no local de comercialização”, explica a pesquisadora Rita Luengo, da Embrapa Hortaliças (Brasília, DF), ao pontuar que se espera evitar o retrabalho na logística de distribuição entre as áreas de produção e de consumo. Dessa forma, as hortaliças são comercializadas em um intervalo menor de tempo e chegam mais frescas ao consumidor final.

O grupo é composto por quatro caixas de diferentes tamanhos que são paletizáveis e, por isso, facilitam o transporte em empilhadeiras. Elas também permitem diferentes encaixes entre si e a composição de palete misto, o que é uma vantagem para os comerciantes que distribuem uma grande diversidade de espécies de hortaliças. A tabela abaixo indica as principais hortaliças que são recomendadas para cada modelo do Grupo de Caixas Embrapa.

 Caixas plásticas

A manutenção da qualidade das hortaliças é outro benefício do Grupo de Caixas Embrapa, uma vez que as embalagens evitam a ocorrência de danos mecânicos porque possuem cantos arredondados e superfície interna lisa. “As caixas foram idealizadas para carregar em torno de 20 kg, peso adequado para conciliar a otimização de frete com a redução de danos mecânicos por compressão e impacto”, explica a pesquisadora.

Em relação ao modelo, as caixas possuem abertura lateral para fácil visualização da carga empilhada. As aberturas também são funcionais, pois favorecem a ventilação e o resfriamento das hortaliças, evitando que o calor excessivo acelere a deterioração do produto.

Validada em parceria com a extensão rural e com as Centrais de Abastecimento de São Paulo e do Distrito Federal, o Grupo de Caixas Embrapa foi licenciado para industrialização e comercialização pela empresa JR Agroplásticos (www.jragroplasticos.com.br).

Caixas plásticas

ARTIGOS RELACIONADOS

Ferramentas auxiliares na colheita mecanizada de madeira

José Geraldo Mageste Engenheiro florestal, Ph.D. e professor da Universidade Federal de Uberlândia (UFU) jgmageste@ufu.br Ângelo Márcio Pinto Leite Engenheiro florestal, Ph.D. e professor da Universidade Federal dos...

Tecnologia em maquinários avança no setor florestal

A mecanização florestal pode ser definida como a utilização de máquinas em substituição ao trabalho humano ou de animais. Além de proporcionar a redução do custo de produção, a mecanização das operações de corte, extração e carregamento possibilita a redução da mão de obra no campo, aumento do rendimento, redução dos acidentes de trabalho, melhores condições ergonômicas para os trabalhadores e possibilidade de execução das operações durante 24 horas por dia.

Cultivo de gengibre depende de cuidados no campo

O Espírito Santo é o maior Estado produtor de gengibre do País e a produtividade gira em torno de a 15 toneladas do produto fresco ou in natura e até três toneladas do produto já seco. O seu cultivo tem a finalidade medicinal, condimentar e aromática.

Café: colheita poderá ser antecipada???

A estação de transição entre o verão e o inverno que ocorre nos meses de abril, maio e junho, tem como característica, principalmente nas regiões Sul e Sudeste do Brasil, a chegada de frentes frias que passam a derrubar a temperatura do ar causando a redução gradual da temperatura e das chuvas e, consequentemente, da umidade relativa ao longo da estação.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui
Captcha verification failed!
Falha na pontuação do usuário captcha. Por favor, entre em contato conosco!