28.6 C
Uberlândia
sábado, abril 13, 2024
- Publicidade -
InícioDestaquesEmpresa plant-based implementa compostagem para reduzir descarte ambiental

Empresa plant-based implementa compostagem para reduzir descarte ambiental

A MadeReal conseguiu retirar mais de 244 kg de resíduos orgânicos do meio ambiente destinando à compostagem.

O Brasil produz aproximadamente 37 milhões de toneladas de lixo orgânico por ano. Mas desse total, apenas 1% é tratado de forma adequada, segundo Associação Brasileira das Empresas de Limpeza Pública e Resíduos Especiais (Abrelpe). 

O lixo orgânico é todo o resíduo, com origem biológica, seja de animal ou vegetal, a exemplo das cascas de frutas, restos de comida, folhas de árvore e sementes que passam pelo processo de decomposição natural. Uma das alternativas para o gerenciamento correto costuma ser a compostagem, capaz de transformar a matéria orgânica encontrada no lixo em adubo natural, que pode ser usado na agricultura, em jardins e plantas, substituindo o uso de produtos químicos. 

Na tentativa de minimizar o problema, algumas empresas de alimentos e bebidas, como a MadeReal, que trabalha com a produção e comercialização de granolas, crackers e shots prensados a frio, fechou uma parceria estratégica com a Co.urb, uma empresa de coleta e compostagem de resíduos orgânicos, para fazer a destinação correta dos insumos que seriam descartados no lixo comum e destinados aos aterros sanitários.

Segundo o último relatório realizado entre novembro e fevereiro deste ano, mais de 244 kg de resíduos orgânicos foram destinados à compostagem. Além disso, a ação ajudou a evitar a emissão de mais de 189 kg de gás carbônico (CO2) na atmosfera ao longo dos meses citados. 

“A parceria veio no momento certo, pois entendemos que somos responsáveis por tudo o que consumimos e descartamos. A MadeReal gera muito lixo orgânico por conta dos shots, onde não aproveitamos o bagaço dos insumos para a produção das bebidas”, explica Anna Baptista, sócia-fundadora da empresa.

O trabalho para a destinação correta dos resíduos é constante. Semanalmente, a equipe tem o cuidado de destinar as embalagens que podem ser recicladas e o lixo orgânico para compostagem. “É uma ação relativamente simples de implementar na rotina, porque contamos com um parceiro. Acredito que se todas as empresas tivessem algo parecido, com certeza , teríamos um volume menor de resíduos indo para aterros e locais não controlados”, lembra a empreendedora.

Além dela, o negócio tem a frente a sua sócia Carolina Cerqueira que, juntas, trabalham para minimizar o impacto de suas ações no meio ambiente, enquanto oferecem alimentos saudáveis para o consumidor que deseja manter uma alimentação equilibrada. 

ARTIGOS RELACIONADOS

MIP pode reduzir em 50% o uso de inseticidas

A adoção do Manejo Integrado de Pragas (MIP) pode levar a uma redução de até 50% no uso de inseticidas na agricultura.

O papel da bioenergia na descarbonização

Produzida a partir de resíduos da agroindústria, a bioenergia é parte fundamental na transição energética que tanto o mundo procura”, diz presidente da Fiemt.

Mata Nativa BR se consolida no Mercado de Preservação Ambiental

Com sua primeira RPPN na Mata Atlântica, Mata Nativa BR dá mais um passo na consolidação do Mercado de Preservação Ambiental brasileiro.

Efeitos do enriquecimento ambiental na produtividade de frangos de corte

A pesquisa apresentada no Prêmio Lamas identificou o enriquecimento ambiental como uma ferramenta importante.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui
Captcha verification failed!
Falha na pontuação do usuário captcha. Por favor, entre em contato conosco!