19.6 C
Uberlândia
domingo, junho 23, 2024
- Publicidade -spot_img
InícioNotíciasEPAMIG promove encontro sobre produção e uso de Plantas Medicinais

EPAMIG promove encontro sobre produção e uso de Plantas Medicinais

Evento, em Prudente de Morais (MG), debateu a elaboração de um protocolo básico para orientar interessados na produção comercial

Divulgação

A Empresa de Pesquisa Agropecuária de Minas Gerais (EPAMIG) realizou no dia 22 de maio, em Prudente de Morais, o 1º Encontro sobre Plantas Medicinais. O evento, que aconteceu no Campo Experimental Santa Rita, discutiu temas como Legislação, Produção e Agroindústria.

O objetivo do Encontro foi iniciar a elaboração de um protocolo básico com orientações para interessados em iniciar comercialmente na produção de plantas medicinais. Os debates foram estruturados em grupos de discussão com a participação de produtores, pesquisadores, professores, raizeiros e farmacêuticos. “Cada grupo ficou com uma temática e buscou respostas relacionadas à legislação, produção, secagem e armazenamento, interesses e anseios da indústria farmacêutica. O evento foi excelente! Os objetivos, network e início dos protocolos, foram cumpridos com sucesso”, afirma a pesquisadora da EPAMIG, Juliana Oliveira.  

O Encontro contou com o apoio da Emater-MG, das universidades federais de Viçosa (UFV), de São João del-Rei (UFSJ), de Minas Gerais (UFMG) e de Lavras (UFLA), do Instituto René Rachou/ Fiocruz Minas, da Embrapa e da Faculdade Arnaldo, além da Vereda Óleos Essenciais e da Kahena Ervas.

Uso das plantas medicinais

O emprego das plantas medicinais remonta a povos antigos e, também, à memória afetiva, por meio dos chás e pomadas preparados pelas avós. A ciência tem se aprofundado nas pesquisas sobre esses recursos. A fitoterapia, a botânica, o controle biológico, a agronomia, a farmacologia e muitas outras áreas têm difundido conhecimentos sobre a utilização e aplicação dessas plantas.

Os estudos têm confirmado múltiplas alternativas de uso. “Além do emprego em chás e pomadas, podemos utilizar essas plantas, agronomicamente, em consórcio com outras espécies agrícolas, por exemplo, hortaliças e grãos, para repelir ou atrair insetos. Ou ainda, bioquimicamente, para a criação de biocidas naturais”, cita Juliana Oliveira.

Muitos outros produtos podem ser obtidos das espécies. “Podemos extrair os óleos essenciais, fazer tinturas, utilizá-las em banhos, compressas, inalações, sucos, xaropes e, quimicamente, fornecer princípios ativos base para a criação de outras moléculas sintéticas, além de usos e misturas que geram um resultado farmacológico fantástico”, acrescenta.

A pesquisadora aponta algumas aplicações com resultados já comprovados: “Podemos relatar a utilização do coentro para repelir insetos. Na horticultura, há trabalhos com flor do mentrasto como fornecedor de recursos alimentares para joaninhas. Já temos testes e experimentos utilizando óleos essenciais no controle de doenças de plantas, doenças dermatológicas e na medicina veterinária”, exemplifica.   

Juliana Oliveira reforça que o uso das plantas medicinais é uma realidade concreta e que, por esta razão, é necessário o desenvolvimento de políticas públicas que contemplem e regularizem o emprego destas, além da infraestrutura tecnológica para o desenvolvimento de produtos, subprodutos e serviços. “A intenção é ampliar o acesso da população, tornando a cadeia produtiva clara, eficiente e idônea. Considerando, nesse processo, a geração de renda, saúde e qualidade de vida aos envolvidos”, finaliza. 

ARTIGOS RELACIONADOS

EPAMIG comemora 50 anos

Unidade é referência no Melhoramento Genético do Gir Leiteiro e em pesquisas com soja.

Plantas medicinais e PANCs

Conheça o trabalho do Cetrevi, o Centro de Treinamento da Epagri de Videira, que mostra à comunidade a importância do resgate cultural com essas espécies.

11º Simpósio de Mecanização da Lavoura Cafeeira

Evento presencial acontece dia 24 de maio, no Campo Experimental da EPAMIG, em Três Pontas, e antecede a abertura da Expocafé 2022 ao público.

EPAMIG inicia comercialização de sementes de café da safra 2022/2023

A disponibilização das sementes acontece, especialmente, no período de colheita, entre os meses de maio e agosto.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui
Captcha verification failed!
Falha na pontuação do usuário captcha. Por favor, entre em contato conosco!