20.6 C
Uberlândia
sábado, abril 20, 2024
- Publicidade -
InícioArtigosErva-mate:Nanobiotecnologia na produção de mudas clonais

Erva-mate:Nanobiotecnologia na produção de mudas clonais

A nanobiotecnologia está presente em diversos âmbitos da agricultura e agora é tema de projeto para aumentar as taxas de enraizamento de clones.

A Embrapa Florestas, em parceria com o Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico, está desenvolvendo um projeto de pesquisa com o objetivo de aumentar as taxas de enraizamento de clones na produção de mudas de erva-mate com auxílio da nanobiotecnologia.

Crédito Depositphotos

Os resultados poderão refletir significativamente no avanço do Programa de Melhoramento Genético (PMG) e propagação comercial dessa cultura.

O projeto “Produção de mudas clonais de erva-mate: aplicações da nanobiotecnologia (Ervatech)” busca entender os mecanismos envolvidos no processo de rizogênese e aumentar as taxas de enraizamento de clones com baixo teor de cafeína por meio do estudo dos mecanismos genéticos e metabólicos envolvidos no processo.

Possibilidades

A pesquisa, inédita no Brasil e no exterior, visa também avaliar a capacidade de promoção de enraizamento e de crescimento inicial de mudas ao inocular, em clones que não enraízam, as bactérias presentes na rizosfera dos clones de altas taxas de enraizamento.

Juliana Degenhardt, pesquisadora da Embrapa Florestas, responsável pelo projeto, explica: “Esse projeto visa não apenas otimizar as taxas de enraizamento da erva-mate, mas também, a longo prazo, aumentar o número de clones disponíveis aos viveiristas e produtores, além de obter um insumo biológico à base de bactérias, capaz de aumentar as taxas de enraizamento e produção de mudas em viveiros comerciais”.

Linha de pesquisa

O projeto é dividido em quatro linhas de pesquisa:

Avaliação da expressão de genes: nessa linha serão desenvolvidas atividades que visam a comparação de genes expressos em materiais de altas e de baixas taxas de enraizamento;

Avaliação de metabólitos: nessa linha serão avaliados os metabólitos presentes em clones de baixa e alta capacidade de enraizamento, buscando desenvolver estratégias para aumentar as taxas;

Análise metabolômica da rizosfera de clones de alto e baixo enraizamento: Será feita uma análise comparativa para descobrir quais bactérias são exclusivas dos clones de alto enraizamento;

Isolamento de bactérias da rizosfera para obtenção de insumo biológico: clones de altas taxas serão isoladas e inoculadas em clones de baixas taxas de enraizamento para avaliação do potencial de promoção de enraizamento e crescimento inicial das mudas;

Avaliação de nanopartículas na clonagem da erva-mate: nanopartículas serão utilizadas no cultivo in vitro para avaliar seu potencial na desinfestação do material.

Equipe do projeto

A equipe do projeto é formada pelos seguintes pesquisadores e analistas da Embrapa Florestas: Juliana Degenhardt, Regina Quisen, Krisle da Silva, Ivar Wendling, Fabricio Hansel e Daiane Rigoni.

ARTIGOS RELACIONADOS

Caroços de Açaí e Algodão Orgânico são utilizados para produção de Bolsa Térmica Natural

A Bolsa Térmica Natural da Mercur é a junção de caroços do açaí da Palmeira Juçara e de uma macia camada de algodão orgânico.

Bahia encerra plantio de algodão com crescimento

Bahia encerrou o plantio da safra 2023/2024 de algodão com um crescimento de 9,3% da área cultivada.

Experimento pode melhorar a produção de milho verde

Um experimento inovador que arca um passo significativo para o avanço da agricultura sustentável

O que esperar da produção de algodão em 2022/23?

Ao longo da última década, a área plantada de algodão tem buscado consolidar o patamar de 1,6 milhão de hectares a nível nacional. No entanto, após a queda em 2020/21, a área cultivada da cultura deve completar na safra que se inicia o segundo ano consecutivo de aumento de relevante.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui
Captcha verification failed!
Falha na pontuação do usuário captcha. Por favor, entre em contato conosco!