Erva-mate

0
25

Lucro pode chegar a 190%

A erva-mate está sendo comercializada não apenas para o uso tradicional, mas também em refrigerantes, temperos, cosméticos e até para a preservação de carnes de frangos nas exportações para o Japão

Ana Carolina da Silva Engenheira florestal e mestranda em Engenharia Florestal – Universidade Federal do Paraná (UFPR) – anac.florestal@gmail.com

Franklin Galvão Professor de Engenharia Florestal – UFPRfgalvao@ufpr.br

Erva-mate – Crédito: Shutterstock

A decisão de investir no cultivo de uma espécie bem brasileira, enraizada culturalmente, com volumoso consumo interno e que vem tendo ampla aceitação internacional, pode ser uma excelente opção. Preparamos esse texto para falar um pouco da erva-mate, da sua história, incluindo informações valiosas sobre a maneira de cultivar e colher.

A espécie arbórea da erva-mate (Ilex paraguariensis) é nativa da América Latina, de ocorrência natural no Centro-Norte do Rio Grande do Sul, em quase todo o Estado de Santa Catarina, Centro-Sul e Sudoeste do Paraná, e alguns locais do Mato Grosso do Sul e São Paulo.

A exploração da erva-mate no Sul do Brasil teve uma grande importância, chegando a representar 85% da economia paranaense no século XIX. Seu comércio levou ao desenvolvimento da navegação fluvial nos rios Iguaçu e Paraná e à construção da ligação ferroviária entre Curitiba e o litoral.

Os primeiros mercados externos foram a Argentina e o Paraguai, tendo inclusive se firmado como tradição o consumo do chimarrão (na água quente) ou do tererê (na água fria). A boa notícia é que há menos de uma década os mercados europeus e asiáticos passaram a consumir as diversas variações desse produto.

Exportações e diversificações

As exportações foram crescendo na medida em que a erva-mate passou a ser utilizada em novos e variados produtos. Hoje, há mais de 400 patentes registradas, a maioria no exterior, onde ela está sendo comercializada não apenas para o uso tradicional, mas também em refrigerantes, temperos, cosméticos e até para a preservação de carnes de frangos nas exportações para o Japão.

O mercado da erva-mate

Para ler o restante deste artigo você tem que estar logado. Se você já tem uma conta, digite seu nome de usuário e senha. Se ainda não tem uma conta, cadastre-se e aguarde a liberação do seu acesso.