27.7 C
São Paulo
sexta-feira, maio 20, 2022
- Publicidade -
-Publicidade-
Inicio Revistas Florestas Estudo aponta áreas de silvicultura em Santa Catarina

Estudo aponta áreas de silvicultura em Santa Catarina

Levantamento feito com base em imagens de satélite detalha onde estão os plantios de Pinus e Eucalipto no estado

Um levantamento que começou em novembro de 2018 e foi concluído em fevereiro de 2020 mapeou a silvicultura catarinense de forma inédita. O estudo, contratado pela Associação Catarinense de Empresas Florestais (ACR) e desenvolvido pela Universidade do Estado de Santa Catarina (UDESC-CAV), identificou através de sensoriamento remoto as áreas com florestas plantadas em Santa Catarina. A conclusão do estudo foi que a área total com florestas plantadas no estado é de 828,9 mil hectares. Desta totalidade 553,6 mil hectares (67%) são área com Pinus; e 275,3 mil hectares (cerca de 33%) estão ocupados com Eucalyptus.

O trabalho envolveu dois professores doutores (Marcos Benedito Schimalski e Veraldo Liesenberg), quatro mestrandos e oito bolsistas de iniciação científica. O grupo desenvolveu métodos científicos que corroboraram para estudo possibilitando avalição relativa à sanidade vegetal e idade dos plantios.  O professor Marcos Schimalski, coordenador do trabalho, resume o processo: “Foram processadas 55 imagens do satélite Sentinel 2 empregando técnicas de segmentação de imagens e classificação de objetos com o algoritmo Random Forest. Os resultados foram validados estatisticamente e a acurácia dos trabalhos de mapeamento variou de 90 a 95%”, conta Schimalski.

O estudo foi traduzido graficamente e dividido por regiões de Santa Catarina. A cor marrom foi utilizada para identificar os plantios de Eucalyptus e a cor verde para Pinus. “Adicionalmente, os resultados obtidos foram comparados com aqueles derivados com imagens de outro satélite o (Planet – GSD 3m) as quais o estudo teve acesso. Isso mostrou que estatisticamente os produtos gerados pelas imagens dos dois sensores são iguais. Os polígonos finais foram verificados manualmente garantindo excelente aspectos quantitativos e qualitativos do mapeamento”, detalha o professor Schimalski.

Parte do resultado do estudo está no Anuário Estatístico de Base Florestal para o Estado de Santa Catarina – 2019. Além da versão física, o anuário possui uma versão digital, que está disponível gratuitamente para download no site da ACR: www.acr.org.br.

Inicio Revistas Florestas Estudo aponta áreas de silvicultura em Santa Catarina