Eucalipto

0
334
Eucalipto – Créditos: Vale

Plantio de eucalipto contribui para o desenvolvimento econômico e sustentável da região do Vale do Jequitinhonha

O Estado de Minas Gerais, por sua história, localização e dimensões, reúne muitas vocações e riquezas. Desde a gastronomia até o agronegócio, passando pela cultura, as paisagens, inúmeras belezas naturais e seu povo hospitaleiro, são muitas Minas em uma.

É possível observar como cada região cultiva e reforça com orgulho aquilo que faz de melhor, se desenvolvendo social e economicamente em torno de suas principais riquezas. No Vale do Jequitinhonha, para além da riqueza cultural plenamente reconhecida, fruto da criatividade e resiliência de seus moradores, temos também as plantações de eucalipto, que há quase cinco décadas vêm gerando empregos, desenvolvimento e contribuindo para a sustentabilidade do setor industrial mineiro.

A região reúne importantes empresas que atuam na produção florestal e silvicultura de eucalipto, colocando o Vale do Jequitinhonha no mapa da sustentabilidade no Brasil e no cenário internacional. De acordo com dados do IBGE de 2019, Minas Gerais é o maior produtor de carvão vegetal do Brasil.

O Estado tem ainda o maior valor de produção da silvicultura no País, R$ 4,4 bilhões, sendo que Itamarandiba integra o grupo de 10 municípios brasileiros que concentraram os maiores valores de produção em silvicultura no ano de 2019. A Aperam BioEnergia é uma dessas empresas, que desenvolve no Vale um trabalho sério e relevante com o eucalipto. 

Sustentabilidade

A Empresa renovou, em dezembro, seu certificado internacional de sustentabilidade junto à FSC® (Forest Stewardship Council®), que é um dos mais importantes do sistema produtivo florestal do mundo.

A recertificação, que vem sendo renovada desde 2013 e é válida pelos próximos cinco anos, confirma as boas práticas adotadas pela Aperam BioEnergia no manejo florestal, responsabilidade social e transparência. A atividade da Empresa é ainda fiscalizada e monitorada por autoridades ambientais, seguindo todos os requisitos necessários para sua atuação.

Para Edimar Cardoso, diretor da Aperam BioEnergia, as florestas de eucalipto possuem um papel importante para o desenvolvimento socioeconômico da região e também na manutenção do solo, do ar, da água e preservação de matas nativas. “Investimos constantemente em pesquisa, tecnologia e boas práticas de gestão, com visão 360° que envolve nossos colaboradores e a comunidade. Nossas equipes são motivadas e prova disso é que também no final de 2020 conquistamos a primeira posição no ranking Lugares Incríveis para Trabalhar, na categoria Agronegócio”, destaca o diretor.  

Projetos

Para ler o restante deste artigo você tem que estar logado. Se você já tem uma conta, digite seu nome de usuário e senha. Se ainda não tem uma conta, cadastre-se e aguarde a liberação do seu acesso.