Expocafé chega ao fim com recorde de público e bons negócios

Os expositores dos mais de 200 estandes da Expocafé 2022 estão satisfeitos com os negócios realizados nos três dias de feira.

0
35
Os expositores dos mais de 200 estandes da Expocafé 2022 estão satisfeitos com os negócios realizados nos três dias de feira.
Crédito Kelly Brito

A 25ª edição da Expocafé chegou ao fim nesta sexta-feira com recorde de público e bons retornos em negócios gerados e prospectados. Nos três dias de evento, o número de visitantes superou os 15 mil participantes, pico máximo alcançado nas edições anteriores.

“Podemos afirmar que a Expocafé 2022 superou todas as nossas expectativas neste retorno presencial. Após quase três anos sem o evento nos moldes tradicionais, esperávamos um público bom, mas tínhamos algumas incertezas. Desde o primeiro dia, fomos surpreendidos com recordes de público e muita busca por interações, conhecimento e novidades”, afirma o coordenador técnico do evento, César Botelho.  


Vendas nos estandes

Os expositores dos mais de 200 estandes da Expocafé 2022 estão satisfeitos com os negócios realizados nos três dias de feira.

A empresa Yanmar trouxe para a Expocafé sua linha 2022. O destaque foi a Colheitadeira YH880 de tamanho compacto que possibilita a colheita nas ruas do café de culturas consorciadas, como milho, feijão e soja. “Nossos maquinários são voltados para o cultivo adensado, muito comum no Japão e cada vez mais adotado no Brasil”, explica o gerente comercial, Fernando Figueiredo, que comentou o aspecto qualitativo do público desta edição.

“Essa é a primeira vez que eu venho acompanhar a Expocafé presencialmente. Deu para perceber que os visitantes estavam sedentos por esse momento de feira. Ficamos impressionados tanto com a presença do público quanto com a propensão para fazer negócios. Negociamos cinco colheitadeiras para serem entregues até o fim do ano”, acrescentou.

O gerente do segmento café da Husqvarna, fabricante de motosserras, podadores e cortadores, Eric Brito, também ressaltou a participação do público. “Ainda não temos os números consolidados, mas nos dois primeiros dias de feira fechamos mais negócios do que na última edição. Esse retorno era muito esperado e tem atendido as expectativas”.

Neste ano foi a primeira vez que a empresária Dayna Davanzo participou da Expocafé. A gerente da Inovar Irrigação, empresa de Varginha (MG) que projeta e instala sistemas irrigados em propriedades cafeeiras, estreou na feira com excelentes resultados e já garantiu vaga para a edição do próximo ano.

“Estamos muito satisfeitos com a Expocafé 2022. Conseguimos fazer muitos negócios e temos estimativas de prospecção para os próximos seis meses. Estamos felizes e para o próximo ano já garantimos nossa participação com previsão de estande maior”, afirmou a gerente.

Narayma Saquy, representante comercial da Nutrigesso Agrícola, participa da Expocafé há quase uma década. Após dois anos sem feira presencial, Narayma comemorou o retorno das atividades porque, segundo ela, o Sul de Minas é um nicho de mercado valioso para os negócios da empresa.

“Nós temos uma história de amor por Minas Gerais e pela Expocafé. Eu achei que a feira cresceu e teve mais público qualificado este ano, não apenas de Minas, mas de outros estados. Foi ótimo para construir networking”, destacou.

Com sede em Ribeirão Preto (SP), a Nutrigesso Agrícola trouxe novidade para a Expocafé 2022. A empresa lançou um fosfato natural reativo importado do Marrocos. “Todo ano a gente quer trazer uma novidade. Em 2023 nos aguarde para mais lançamentos”, concluiu.

Os interessados em expor na Expocafé de 2023 devem entrar em contato pelo número (31) 3489-5060.