25.6 C
Uberlândia
terça-feira, junho 18, 2024
- Publicidade -spot_img
InícioNotíciasExportações do agro mineiro batem novo recorde no período de janeiro a...

Exportações do agro mineiro batem novo recorde no período de janeiro a abril

O desempenho das vendas externas do setor, no primeiro quadrimestre de 2024, foi o melhor da série histórica para o intervalo, com US$ 5 bilhões

Diego Vargas/Seapa

As exportações mineiras do agronegócio somaram US$ 5 bilhões nos meses de janeiro a abril deste ano. O valor é recorde para o período e 13% maior do que o montante alcançado no primeiro quadrimestre de 2023. O volume comercializado para o exterior atingiu 5,2 milhões de toneladas, com acréscimo de 16,2% em comparação ao mesmo intervalo do ano passado.

O setor respondeu por 37,4% das vendas internacionais de Minas. Dentre os 155 diferentes países compradores, os destinos mais frequentes foram a China (US$ 1,4 bilhão), Estados Unidos (US$ 533,1 milhões), Alemanha (US$ 389 milhões), Bélgica (US$ 242 milhões) e Itália (US$ 226 milhões).

“O bom desempenho é justificado pela valorização do café no mercado externo, além do aumento nos embarques de produtos relevantes, como os complexos soja e sucroalcooleiro e as carnes”, avalia a assessora técnica da Secretaria de Estado de Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Manoela Teixeira.

Principais produtos

As exportações de café representaram 45,4% do total mineiro no setor agropecuário. Em comparação aos quatro primeiros meses de 2023, houve acréscimos de 32% no valor e 36% no volume, alcançando US$ 2,3 bilhões e 10,4 milhões de sacas, respectivamente.

O complexo sucroalcooleiro contabilizou US$ 554 milhões e 1,1 milhão de toneladas comercializadas, com alta de 77,4% na receita e 57% no volume.

As carnes faturaram US$ 439 milhões, com 141 mil toneladas, correspondendo a 9% das vendas internacionais do setor agropecuário de Minas.

Já as exportações do complexo soja alcançaram US$ 1,2 bilhão, com queda de 16% no faturamento, devido à baixa do preço da commodity no mercado internacional e à diminuição das compras chinesas e tailandesas. Por sua vez, o volume embarcado registrou crescimento de 8%, chegando 2,6 milhões de toneladas.

ARTIGOS RELACIONADOS

Festival de Pratos Típicos abre a Fenamilho

Evento é coordenado pela Emater há mais de 30 anos.

Exportação de Abacate

A Fazenda Campo de Ouro, localizada no município de Piraju, no sudoeste do...

Frutas: Exportações resistem à pandemia

De acordo com dados do Comexstat/MDIC, de janeiro a outubro de 2020 o Brasil já exportou aproximadamente 726 mil toneladas de frutas gerando US$ 577 milhões em receita. O volume exportado de janeiro a outubro de 2020 já supera em 2,8% o volume exportado no mesmo período de 2019.

Mercados internacionais com potencial para exportações

As empresas brasileiras interessadas em ampliar os seus negócios para o mercado internacional ...

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui
Captcha verification failed!
Falha na pontuação do usuário captcha. Por favor, entre em contato conosco!