21 C
Uberlândia
sábado, julho 13, 2024
- Publicidade -spot_img
InícioMercadoExterior começa a temer concorrência do trigo brasileiro

Exterior começa a temer concorrência do trigo brasileiro

Divulgação

O Conselho Internacional de Grãos (IGC, na sigla em inglês) aumentou em 3 milhões de toneladas sua previsão de produção global de grãos na temporada 2021/22, de 2,284 bilhões para 2,287 bilhões de toneladas, de acordo com relatório mensal divulgado na quinta-feira (21/04). Segundo a entidade, a previsão avançou “quase inteiramente em razão de uma revisão na estimativa para a safra de milho do Brasil”.

A estimativa para o consumo mundial foi elevada de 2,278 bilhões para 2,281 bilhões de toneladas. A previsão de estoques, após quatro anos consecutivos de aperto, foi revisada para cima, com aumento de 1 milhão de toneladas, para 608 milhões de toneladas, ante 601 milhões estimados para 2020/21.

Para a soja em 2021/22, o IGC reduziu a estimativa de produção em 1 milhão de toneladas, de 350 milhões de toneladas (previsão de março) para 349 milhões de toneladas, em comparação com os 368 milhões de toneladas de 2020/21. O conselho afirmou em nota que a menor projeção para a safra se deve a revisões para baixo em produtores do Hemisfério Sul.

A projeção de consumo também foi reduzida em relação a março de 362 milhões de toneladas para 360 milhões de toneladas, ante 366 milhões de toneladas no ciclo anterior. Já a projeção de estoques foi elevada para 44 milhões de toneladas, 2 milhões de toneladas a mais que o projetado em março, e o volume do estoque final de 2020/21 foi estimado em 55 milhões de toneladas.

Quanto ao milho, o conselho aumentou a estimativa de produção em 3 milhões de toneladas, para 1,210 bilhão de toneladas em 2021/22, aumento ante o 1,132 bilhão de toneladas projetado para 2020/21. O consumo foi elevado de 1,197 bilhão de toneladas para 1,201 bilhão de toneladas, ante 1,153 bilhão de toneladas projetadas para 2020/21. Os estoques foram reduzidos em 1 milhão de toneladas para 286 milhões de toneladas.

Em relação ao trigo, na temporada 2021/22, o IGC manteve a produção em 781 milhões de toneladas, alta ante 775 milhões de toneladas previstos para 2020/21. A previsão de consumo foi mantida em 778 milhões de toneladas ante 771 milhões de toneladas projetados em 2020/21. A estimativa de estoques foi elevada de 281 milhões para 282 milhões de toneladas, em comparação com 279 milhões de toneladas estimadas para 2020/21.

Para a safra 2020/21, o IGC elevou sua previsão de produção global de grãos de 2,220 bilhões de toneladas para 2,221 bilhões de toneladas. Em relação ao consumo mundial de grãos, a entidade também elevou sua estimativa em um milhão de toneladas, para 2,236 bilhões de toneladas. A previsão de estoques finais aumentou de 600 milhões de toneladas para 601 milhões de toneladas.

ARTIGOS RELACIONADOS

Valagro – Mais produção com menos recursos

Desde 2004 a Valagro participa da Hortitec. “Para nós, este é principal evento, pois a empresa possui seu DNA em HF e a Hortitec,...

Alerta – Bactéria causa queima das folhas da cebola

AutoresIgor Souza Pereira Doutor em Agronomia e professor – Instituto Federal do Triângulo Mineiro (IFTM) igor@iftm.edu.br Márcia Toyota Pereira Doutora em Agronomia e professora...

Sanidade das cultivares de trigo é posta à prova em safra chuvosa

  A safra de inverno 2015/2015 não está sendo favorável para os triticultores do Paraná e de São Paulo.  As três primeiras semanas de julho...

Calcário e gesso – A soma que traz muitos dividendos

Evandro Antonio Minato Doutorando em Solos e Nutrição de Plantas pela Universidade Estadual de Maringá (UEM) Tadeu Takeyoshi Inoue Marcelo Augusto Batista Doutores em Solos e Nutrição...

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui
Captcha verification failed!
Falha na pontuação do usuário captcha. Por favor, entre em contato conosco!