18.1 C
São Paulo
sexta-feira, agosto 12, 2022
-Publicidade-
Inicio Revistas Grãos Femagri apresenta tecnologia de ponta em maquinários

Femagri apresenta tecnologia de ponta em maquinários

De 16 a 18 de março Guaxupé será o ponto de encontro de produtores que buscam tecnologias para uma agricultura mecanizada

 

Créditos Divulgação
Créditos Divulgação

A Femagri, evento que está em sua 19ª edição, é a Feira de Máquinas, Implementos e Insumos Agrícolas realizada pela Cooxupé, levando inovação tecnológica e conhecimento para o homem do campo, no caso os cafeicultores cooperados da área de atuação da cooperativa: Sul e cerrado mineiros e Vale do Rio Pardo ” estado de SP.

A Feira, que acontecerá de 16 a 18 de março em Guaxupé (MG), já está consolidada como o ponto de encontro desses cafeicultores que buscam boas oportunidades de negócios para levar a mecanização à sua lavoura e, consequentemente, otimizar a produtividade e melhoria na qualidade, e com isto reduzir o custo.

Assim, diz José Geraldo Junqueira Filho, gerente comercial de insumos, desenvolvimento técnico e comercial da Cooxupé, a Femagri é também o ponto de encontro de mais de 100 expositores, trazendo para Guaxupé inovações para quem procura por novidades.

A principal mensagem da Femagri é que a feira oferece condições de acesso a qualquer produtor, independentemente de tamanho e nível tecnológico. Com isso, a organização acredita desmistificar que o pequeno produtor não tem acesso à tecnologia.

Pré-colheita

O período para realização da feira foi escolhido porque antecede a colheita, quando há demanda por máquinas e equipamentos. “Além disso, nos permite efetuar as entregas a tempo dos cooperados utilizarem os equipamentos ainda na safra ou durante o ano“, acrescenta José Geraldo.

Ainda segundo ele, a região de Guaxupé atualmente é um polo importante de comercialização e exportação de café do Sul de Minas Gerais, maior Estado produtor de arábica do Brasil. “Aqui está localizada a maior empresa exportadora de café do Brasil, no caso a Cooxupé“, orgulha-se.

A Femagri leva inovação tecnológica e conhecimento para o cafeicultor - Créditos Divulgação
A Femagri leva inovação tecnológica e conhecimento para o cafeicultor – Créditos Divulgação

Público

A expectativa de José Geraldo é que os visitantes ultrapassem 35 mil pessoas, número aproximadamente 16% maior que o da edição anterior. As regiões são da área de atuação da Cooxupé: Sul e Cerrado Mineiro e Vale do Rio Pardo (SP).

“Nesta edição teremos 135 standes. A novidade é que a feira terá, em 2016, duas praças de alimentação, uma em cada extremidade, por conta do número de pessoas que têm visitado a Feira. Serão dois restaurantes e 10 lanchonetes à disposição do visitante. Em relação a expositores, já temos mais de 100 confirmados até o momento. Quanto ao volume de negócios ” apesar do cenário econômico desfavorável ” a Cooxupé acredita e está trabalhando para obter um crescimento na ordem de 16% com relação ao ano anterior“, revela o gerente da Cooxupé.

O que esperar de 2016

Na área de negócios, certamente a principal vantagem é a operação barter disponibilizada pela Cooxupé, ou seja, o cooperado tem a possibilidade de fechar negócios utilizando seu café como moeda de troca. “Isso só é possível pela tradição, solidez e credibilidade que a Cooxupé possui no mercado. Na feira, o produtor também encontrará linhas de crédito auxiliando-o no investimento que deseja concluir“, diz Elmo Donizetti de Cistolo, gerente de planejamento, administração e serviços da Cooxupé.

Além disso, na Fazendinha os produtores contam com o conhecimento do departamento de Assistência Técnica da Cooperativa, descobrindo informações sobre variados processos envolvendo a produção e a produtividade, gestão, sustentabilidade, modelos, clima, entre outros assuntos ligados ao dia a dia do produtor.

“A Femagri é, portanto, a oportunidade para nossos cooperados terem acesso à tecnologia, recebendo novos conhecimentos para administrar seu negócio“, ressalta Elmo Donizetti, revelando que o destaque será o lançamento de um equipamento de poda com engate frontal nos tratores, articulado hidraulicamente com sistema de corte com barras que confere maior segurança ao operador.

Além deste, haverá a presença de uma colheitadeira com acionamento por motor elétrico e a apresentação de diversas melhorias nos equipamentos já existentes, como um recolhedor com a boca articulada, que permite adaptação a condições de topografia não uniforme.

Muito mais que uma feira

Além de ser o ponto de encontro dos cafeicultores para ter acesso a novas tecnologias e conhecimentos, a feira é um espaço para toda a família. “Para isso, teremos neste ano o Espaço Gourmet, uma parceria de sucesso entre a Emater e a Cooxupé, que registrou a participação de 140 mulheres aprendendo novas receitas, tendo o café como o protagonista dos ingredientes“, lembra Elmo Donizetti.

Além disso, a Femagri abre as portas para a solidariedade, oferecendo espaços dentro da feira para que instituições e entidades exponham seus produtos e, assim, consigam capitalizar recursos para suas atividades.

Também haverá o Espaço Kids, que garante a diversão da criançada com a presença de monitores, e o Espaço Beleza, onde as esposas e filhas dos cooperados recebem atendimento gratuito em serviços estéticos.  Outro ponto tradicional da feira são as cafeterias com os produtos da Cooxupé, local certo para uma “prosa“.

Por este e tantos outros motivos, não dá para ficar de fora da Femagri.

Essa matéria você encontra na edição de fevereiro 2016 da revista Campo & Negócios Grãos. Adquira já a sua.

Inicio Revistas Grãos Femagri apresenta tecnologia de ponta em maquinários