22.8 C
Uberlândia
quarta-feira, julho 17, 2024
- Publicidade -spot_img
InícioEventosFEMEC - A Feira do Agronegócio Mineiro

FEMEC – A Feira do Agronegócio Mineiro

 

A Feira de máquinas, equipamentos, implementos, insumos agrícolas, veículos utilitários e de passeio acontecerá em Uberlândia, no período de 20 a 23 de março.A expectativa é receber 120 expositores, 50 mil visitantes e movimentar negócios superiores a R$ 220 milhões.

Foto-Divulgação
Foto-Divulgação

A expectativa do Sindicato Rural de Uberlândia com a realização da 7ª edição da Femec é receber em Uberlândia (MG), entre os dias 20 a 23 de março, os principais fabricantes e revendedores de máquinas, equipamentos, implementos e insumos agrícolas do Brasil, além de montadoras de veículos utilitários e de passeio, instituições financeiras e entidades públicas e privadas ligadas ao setor do agronegócio.A é entrada franca e o estacionamento gratuito.

Com a criação da Femec em 2012, o Sindicato Rural de Uberlândia inseriu o Estado de Minas no calendário nacional dos grandes eventos do agronegócio. Nos quatro dias de realização da feira os preços praticados são diferenciados e há possibilidade de financiamentos. Com isso, o produtor rural mineiro não precisa mais sair de seu Estado para adquirir novas tecnologias agrícolas, pois encontrará lá as mesmas condições das principais feiras do País.

Campos-demonstrativos-de-sementes-e-insumos-Crédito-Gustavo-Zanotto
Campos-demonstrativos-de-sementes-e-insumos-Crédito-Gustavo-Zanotto

Público

A expectativa, para este ano, é receber mais de 50 mil visitantes e movimentar negócios superiores a R$ 220 milhões. A feira contará com cerca de 120 expositores.

O tema deste ano é “Gerando riquezas pelo País que preservamos“.O maior desafio do setor, atualmente, é encontrar meios para produzir mais, com o menor impacto ambiental possível. Esta é a chamada sustentabilidade.

E foi desta preocupação que nasceu o tema da Femec. “Em nosso pensamento, o produtor rural é o grande gerador de riquezas pelo Brasil e o maior preservador de matas, solos e nascentes do Brasil“, afirma o presidente do Sindicato Rural de Uberlândia, Gustavo Galassi.

O que comprova isso são os cálculos apresentados pela Embrapa (2016) e confirmados pela NASA (2017), que mostram que o Brasil protege e preserva a vegetação nativa em mais de 66% de seu território e cultiva apenas 7,6% das terras. A Dinamarca, por exemplo, cultiva 76,8%, dez vezes mais que o Brasil; a Irlanda, 74,7%; os Países Baixos, 66,2%; o Reino Unido 63,9%; a Alemanha 56,9%.

“O agricultor brasileiro não é desmatador, como dizem ambientalistas. É este produtor que trabalha para abastecer a humanidade, seja por meio da indústria da alimentação, têxtil ou de cosméticos, ajudando a manter o equilíbrio da balança comercial brasileira e ainda preservando o meio ambiente“, conclui o presidente.

Essa matéria você encontra na edição de março 2018 da revista Campo & Negócios Grãos. Adquira já a sua.

ARTIGOS RELACIONADOS

Essere Group

Composto por quatro unidades de negócios, Bionat Agro, Floema, Kimberlit Agrociências e Loyder ...

05 dicas para ampliar a produtividade com sustentabilidade

Como ser produtivo e sustentável com apenas 5 dicas.

Isla apresenta novidades na Hortitec

A Isla Sementes, uma das maiores empresas do setor do país, vai apresentar novidades na 22ª edição da Hortitec, que ocorre entre 17 e...

Produtores de Espera Feliz são os campeões estaduais do 14º Concurso de Qualidade dos Cafés de Minas Gerais

  Competição é a maior do país e contou com 2.060 amostras inscritas Dois produtores do município de Espera Feliz, na região das Matas de...

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui
Captcha verification failed!
Falha na pontuação do usuário captcha. Por favor, entre em contato conosco!