18.1 C
São Paulo
sexta-feira, agosto 12, 2022
-Publicidade-
Inicio Revistas Hortifrúti Fertilizantes à base de algas aumentam potencial produtivo de frutas e hortaliças

Fertilizantes à base de algas aumentam potencial produtivo de frutas e hortaliças

 

Douglas José Marques

Professor de Olericultura e Melhoramento Vegetal da Universidade José do Rosário Vellano-UNIFENAS

douglas.marques@unifenas.br

Hudson Carvalho Bianchini

Professor de Fertilidade do Solo da Universidade José do Rosário Vellano-UNIFENAS

Créditos Shutterstock
Créditos Shutterstock

O uso de fertilizantes especiais com base em extrato concentrado das algas marrons Ascophyllum nodosum, colhidas a frio, têm se mostrado uma boa opção para potencializar a produtividade de frutas e hortaliças, principalmente quando utilizados nas culturas de cebola, cenoura e uva, além de folhosas.

Vantagens dos fertilizantes à base de algas

O extrato de alga da espécie Ascophyllum nodosum (L.), popularmente conhecida como alga parda ou marrom, tem esse nome devido à coloração marrom amarelada que apresenta quando viva.

A alga é colhida nas águas do Atlântico Norte, na costa do Canadá, sendo uma fonte natural de macro e micronutrientes (N, P, K, Ca, Mg, S, B, Fe, Mn, Cu e Zn), aminoácidos (alanina, ácido aspártico e glutâmico, glicina, isoleucina, leucina, lisina, metionina, fenilalanina, prolina, tirosina, triptofano e valina), citocininas, auxinas e ácido abscísico, que são substâncias que afetam o metabolismo celular das plantas e conduzem ao aumento do crescimento, bem como ao incremento da produtividade.

No Brasil, o uso desta agrotecnologia ainda se encontra em fase inicial de estudo, porém, a técnica já é amplamente utilizada, principalmente na Europa, EUA e no Canadá, onde se têm observado efeitos sinérgicos na produção de cereais, hortaliças e frutíferas.

Produtos obtidos a partir do extrato da alga Ascophyllum nodosum têm sido utilizados como bioestimulantes em diversas culturas. No Brasil, o uso deste extrato se enquadra como agente complexante em formulações de fertilizantes para aplicação foliar e fertirrigação.

O extrato da alga tem como principais benefícios:

ü Estimular as respostas das plantas às doenças e estresses abióticos;

ü Promover o crescimento vegetal, pois contém macro e micronutrientes, carboidratos, aminoácidos e estimuladores de crescimento;

ü Melhorar alguns processos fisiológicos das plantas, como a absorção de nutrientes e a fotossíntese;

ü Aumentar a atividade de síntese da fitoalexina capsidiol e a peroxidases em plantas, o que favorece a resistência das plantas às doenças.

As algas promovem o crescimento vegetal - Créditos Shutterstock
As algas promovem o crescimento vegetal – Créditos Shutterstock

Manejo

O extrato de algas pode ser aplicado de várias formas:

ð Pulverizadores foliares;

ð Aplicações por fertirrigação;

ð Aplicação no sulco de plantio;

ð Tratamento de sementes;

ð Aplicação associada a outros produtos, desde que haja compatibilidade com outros insumos agrícolas.

As aplicações no solo devem ser feitas no período de sete dias após o transplante. Já as aplicações via foliar devem ser divididas da seguinte forma:

  • Ø No pegamento do fruto;
  • Ø 14 dias após o pegamento;
  • Ø 30 dias após o pegamento;
  • Ø Com intervalos de 2-3 dias entre cada colheita.

Resultados

Pesquisas indicam que a aplicação do extrato de algas irá promover uma maior formação de raízes, aumento da floração e da taxa de fecundação, aumento do teor de clorofila, além de atuar como carreador e possuir efeito desestressante e desintoxicante nas culturas, fazendo com que as plantas retomem rapidamente seu crescimento.

Deve-se tomar precaução para a sua aplicação em tomateiro, porque a produção de muita folha na planta diminui a produção dos frutos.

Vantagens

Uma vasta gama de efeitos benéficos tem sido observada com a aplicação do extrato de A. nodosum, incluindo:

à Aumento do rendimento da cultura;

à Maior absorção de nutrientes;

à Aumento da resistência às geadas e condições de estresse;

à Aumento no tempo de prateleira do fruto, melhoria na germinação de sementes e redução da incidência de ataque de fungos e insetos.

Investimento

O custo na aplicação do extrato de algas vai depender da marca do produto. O valor atual está em torno de R$ 100,00 e o custo da aplicação por hectare em torno de R$ 50,00.

Esse investimento se justifica se levarmos em conta os benefícios, como:

  • § Favorece os microrganismos benéficos à planta e aumenta o efeito supressor de doenças do solo;
  • § Induz o crescimento das raízes;
  • § Favorece o estabelecimento da cultura, melhora a sanidade das plantas, o que irá aumentar a produtividade, proporcionando maior lucro para os produtores.

 

Inicio Revistas Hortifrúti Fertilizantes à base de algas aumentam potencial produtivo de frutas e hortaliças