17.7 C
Uberlândia
sexta-feira, julho 12, 2024
- Publicidade -spot_img
InícioArtigosGrãosFertilizantes com algas marinhas potencializam nutrientes nas plantas

Fertilizantes com algas marinhas potencializam nutrientes nas plantas

Jorge Otavio Mendes de Oliveira Junek

Mestre em Agronomia, professor da Uniaraxá, consultor e pesquisador

jorge.junek@gmail.com

Crédito Shutterstock
Crédito Shutterstock

As algas marinhas são fruto do raciocínio simples e correto de adição de matéria orgânica no solo. Isto fica mais claro nos locais litorâneos da Europa, que há muito tempo já vem utilizando as algas vindas do mar, acumuladas nas praias, como matéria orgânica para incremento da fertilidade dos solos litorâneos.

A procura por materiais que possam colaborar, de alguma forma, com a fertilidade do solo é uma constante no desenvolvimento da agricultura e na exploração de recursos naturais disponíveis no meio natural. Não é diferente no caso da utilização destes materiais denominados algas marinhas.

Culturas beneficiadas

Toda cultura é beneficiada pelas algas marinhas, contudo, algumas culturas mais que as outras por conta de suas necessidades nutricionais ou do efeito do produto na condição do solo. Plantas diferentes exigem nutrição diferente, assim como solos diferentes reagem diferentemente a produtos neles adicionados.

Notadamente os hortifrutigranjeiros vêm se destacando na utilização e, por consequência, nos resultados. São geralmente culturas rápidas, que exigem uma resposta rápida do solo, efeito que os produtos à base de algas promovem por suas características, o que não descarta a utilização em grandes culturas, como café, batata e soja, como já vem sendo praticado e estudado.

 

Sem contraindicação

A adição de matéria orgânica não tem contraindicação na maioria dos casos. Ou seja, toda matéria orgânica que colabore com o aumento da fertilidade do solo é bem-vinda.

Contudo, dada a exploração de culturas de alto rendimento e/ou com necessidades específicas muito elevadas em um curto período de tempo, pode não ser a melhor opção. Isto, pois a disponibilidade de nutrientes deve ser imediata, o mais rápidopossível e em quantidades bem definidas. Por isso uma consulta ao agrônomo de sua confiançaé sempre uma boa ideia. Avisão de umespecialista ajuda muito na utilização de todo e qualquer produto a fim de tirar deles os melhores resultados.

Toda cultura é beneficiada pelas algas marinhas - Crédito Ana Maria Diniz
Toda cultura é beneficiada pelas algas marinhas – Crédito Ana Maria Diniz

Nutrição otimizada

Por conta da origem (ser vivo) do material, os produtos de algas possuem traços de fitohormônios e microelementos. Este último, por conta do meio no qual a alga se desenvolve – o mar.

A associação destes dois fatores, micronutrientes e fitohormônios, ainda está sendo estudada para melhor explicar o efeitos benéficos muitas vezes descritos por produtores, mesmo que não sejam comprovados cientificamente.

A simples aplicação de matériaorgânica no solo aumenta a CTC (Capacidade de Troca Catiônica) do solo. A alta reatividade dos produtos à base de algas é uma excelente forma de alteração do meio solo para uma fertilidade adequada já nos primeiros estádios das plantas, o que promove um resultado produtivo final melhor.

Isto, pois poderíamos interpretar como um aumento da disponibilidade de oferta de nutrientes no tempo, frente a produtos com reatividades menores. Resumindo, quanto mais rápido damos condições a uma planta de ter a fertilidade adequada, mais acesso elas terão a nutrientes direta e indiretamente, portanto, maior será a soma de tempo com acessos aos recursos da fertilidade do solo e, consequentemente, resultados melhores.

Outro ponto interessante é a presença em quantidade elevada de Ca (cálcio). O cálcio é um elemento de extrema importância e está ligado fisiologicamente ao crescimento e desenvolvimento das células, à permeabilidade das paredes celulares, e também à dinâmica de absorção de água.

Por conta da alta reatividade e quantidade de cálcio em uma fase crítica das plantas, ou seja, as primeiras fases de crescimento, as algas se tornaram um recurso interessante, se bem aplicado.

Algas aumentam eficiência dos nutrientes e reduz custo com fertilizantes - Crédito Shutterstock
Algas aumentam eficiência dos nutrientes e reduz custo com fertilizantes – Crédito Shutterstock

Por conta das limitações de ofertas de elementos importantes, ou seja, por não ser completo na oferta dos elementos necessários e em quantidades exigidas para as culturas, de forma geral, as algas estão sendo associadas a outros fertilizantes. Desta forma, os benefícios particulares de cada produto se somam, atendendo melhor às necessidades das culturas.

Para os interessados, existe uma outramatéria que escrevi sobre “Organominerais enriquecidos com algas e aminoácidos“ (ed-139-jan).

Associação de produtos

Na associação de produtos, geralmente o recurso de granulação é utilizado como forma de agregar os produtos e homogeneizar as aplicações. Ocorre que, ao granular, a reatividade é afetada e, portanto, uma característica relevante às algas é diminuída.

Assim, recomendo que um engenheiro agrônomo seja consultado, pois para cada tipo de solo há uma recomendação, assim como cada cultura e realidade vivida no campo.

Manejo no solo

A aplicação dos produtos à base de algas pode se dar tanto a lanço quanto em pó, semelhante à aplicação de calcário, quando granulados podem ser mecanizados e aplicados em adubadeiras, como se faz com os fertilizantes.

Se em produtos associados, misturas, é preciso averiguar as questões de segregações e se as máquinas se adequam ao produto. Estudar a aplicação é economizar tempo raro no campo e evitar dores de cabeça, como o embuchamento de máquinas.

 

Essa matéria completa você encontra na edição de Julho 2017 da revista Campo & Negócios Grãos. Adquira já a sua para leitura integral.

ARTIGOS RELACIONADOS

Fertirrigação em cafeeiros – Como escolher, dosar e parcelar os adubos

José Braz Matiello Engenheiro agrônomo da Fundação Procafé André Luis Teixeira Fernandes Engenheiro agrônomo e professor da Uniube   No uso de adubação via água de irrigação...

Aminoácidos reduzem fitotoxicidade dos defensivos

  Ademilson de Oliveira Alecrim Mestrando em Fitotecnia pela Universidade Federal de Lavras (UFLA) e membro do Grupo de estudos em Herbicidas, Plantas Daninhas e Alelopatia...

Influência da nutrição mineral na qualidade da bebida do café

Autores Guilherme A. Souza Engenheiro agrônomo, PhD. e consultor de Desenvolvimento de Mercado Sul e Sudoeste/MG – Compass Minerals Lucas Ávila Engenheiro agrônomo, PhD....

Trichoderma é a solução para pythium em sistemas hidropônicos

  Glaucio da Cruz Genuncio Doutor em Nutrição de Plantas " UFRRJ glauciogenuncio@gmail.com Elisamara Caldeira do Nascimento Doutoranda em Fitotecnia - CPGA-CS Anderson Claiton Ferrari Doutorando em Agronomia-CPGA-CS   A patogenidade de...

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui
Captcha verification failed!
Falha na pontuação do usuário captcha. Por favor, entre em contato conosco!