25.6 C
Uberlândia
segunda-feira, julho 22, 2024
- Publicidade -spot_img
InícioArtigosGrãosFertilizantes líquidos à base de nitrogênio garantem maior produtividade

Fertilizantes líquidos à base de nitrogênio garantem maior produtividade

Os fertilizantes líquidos estão sendo cada vez mais usados no campo, e podem ser aplicados no solo ou via foliar. A aplicação foliar na soja deve ocorrer durante os estágios R1 e R5, pois nesse período a planta necessita de grandes quantidades de nitrogênio

Aldeir Ronaldo SilvaEngenheiro agrônomo e doutorando em Fisiologia e Bioquímica de Plantas – ESALQ/USPaldeironaldo@usp.br

João Pedro Ramos da SilvaEngenheiro agrônomo e mestrando em Fisiologia e Bioquímica de Plantas – ESALQ/USPjoaopedror@usp.br

Soja – Créditos: shurtterstock

Reduzir perdas para aumentar a produtividade. Essa é a estratégia de muitos sojicultores que optam por adotar a adubação nitrogenada na soja. A prática dos fertilizantes líquidos à base de nitrogênio, defendida por pesquisadores renomados, está cada vez mais presente nas lavouras brasileiras de soja. O nitrogênio foliar, aplicado no momento certo, é um grande aliado para quem busca resultados, o que vamos mostrar nesta matéria.

Relação com a produtividade

A fixação biológica de nitrogênio é responsável pelo maior fornecimento do nutriente para a planta, embora seja necessário alto gasto energético para obtenção do mesmo. O nitrogênio presente em fertilizantes líquidos se encontra prontamente disponível para a cultura, podendo ser absorvidos tanto pelas raízes quanto pelas folhas.

O nitrogênio é um nutriente muito importante para a planta, pois é parte constituinte dos ácidos nucleicos, proteínas e moléculas. Além disso, os grãos da soja possuem alto teor proteico, o que acaba elevando a necessidade de N.

Dessa forma, os fertilizantes líquidos possuem o objetivo de fornecer os nutrientes necessários para o melhor desenvolvimento da cultura, fornecendo quantidades de N para suprir os picos de demanda durante seus estágios fenológicos, além de melhorar o processo fotossintético, a síntese proteica, entre outros.

Manejo

Os fertilizantes líquidos estão sendo cada vez mais usados no campo, e podem ser aplicados no solo ou via foliar, sendo este último um meio de suplementação de nutrientes, pois ao terem contato com as folhas, os nutrientes estão mais prontamente disponíveis, e são absorvidos mais rapidamente pela planta. Eles podem ser aplicados via fertirrigação, por meio da própria irrigação da lavoura, ou também por pulverização.

De acordo com Benício (2019), a aplicação de nitrogênio foliar na soja deve ocorrer durante os estágios R1 e R5, pois nesse período a planta necessita de grandes quantidades de nitrogênio, com doses entre 2,0 e 4,0 L/ha e fontes com aproximadamente 30% de N. Além disso, o produtor pode associar as aplicações de nutrientes com outras operações já previstas na lavoura.

Os fertilizantes líquidos possuem maior facilidade de manuseio, maior uniformidade na aplicação e também a alternativa de mistura com outros produtos agrícolas, desde que os mesmos possuam compatibilidade.

Estudos

Há estudos que comprovam aumento de produtividade de até 11 sacas na cultura da soja com a utilização de fertilizante foliar contendo em sua composição 32% de N. Neste exemplo, com a aplicação de 2,0 L/ha nas fases R1 e R5 da cultura, foi possível observar aumento no número de vagens e também no peso dos grãos, resultando em acréscimo expressivo da produtividade.

Ao realizarem aplicações de 10 L/ha de N foliar (25 % N) em plantas de soja, Zocca e Fancelli (2013) notaram aumento na produtividade da cultura e também no número de vagens por planta. Além disso, Pasqualli, Pittelkow (2014) e Rosa (2015) notaram incremento na produtividade da soja quando usaram, respectivamente, doses de 3,0 e 5,0 L /ha de N foliar (30 % N) e dose de 4,0 L/ha de N foliar (30 % N).

Erros e acertos

É recomendável realizar uma análise de solo afim de verificar a quantidade de nutrientes presente no local de plantio, pois um dos principais erros encontrados na aplicação dos fertilizantes são doses incorretas. É importante se atentar a essa questão, pois doses inferiores ou superiores podem atrapalhar o desenvolvimento da cultura. Além disso, doses muito elevadas podem prejudicar a fixação biológica de nitrogênio.

Conhecer os estágios fenológicos em que a cultura necessita de mais nutrientes é de grande importância, afim de minimizar os custos de produção, assim como evitar a utilização de fertilizantes incompatíveis, ou seja, fertilizantes que nunca devem ser misturados entre si.

Investimento x retorno

[rml_read_more]

Levando em consideração que um litro de fertilizante líquido à base de nitrogênio está em torno de R$ 40,00 no mercado, e que serão utilizados dois litros para um hectare, o valor final gasto com fertilizante será de R$ 80,00.

Dessa forma, se após a utilização do fertilizante for obtido um aumento de 11 sacas, levando em consideração o preço da saca de soja atualmente, que é R$ 160,00, o produtor pode faturar até R$ 1.680,00. Contudo, é importante ressaltar que nem sempre os ganhos serão iguais aos que foram obtidos no estudo anteriormente citado, mas o acréscimo na produtividade é, sem dúvida, perceptível.

Há estudos que comprovam aumento de produtividade de até 11 sacas na cultura da soja com a utilização de fertilizante foliar contendo em sua composição 32% de N. Neste exemplo, com a aplicação de 2,0 L/ha nas fases R1 e R5 da cultura.

ARTIGOS RELACIONADOS

Solo fértil – Sinônimo de alimento de boa qualidade

  Os nutrientes têm várias funções: possibilitam o funcionamento metabólico da planta, permitem que ela complete o ciclo de vida, tenha produção adequada e com...

Ácidos húmicos e insumos biológicos na agricultura

AutorGean Charles Monteiro Engenheiro agrônomo, mestre e doutorando em Agronomia - FCA/UNESP – Campus de Botucatu (SP) gean.monteiro@yahoo.com.br As substâncias húmicas (ácido húmico, ácido...

Trabalho da Emater-MG melhora produção de mandioca no Alto Paranaíba

Parceria com a Embrapa irá beneficiar a atividade em sete municípios da região Uma parceria entre a Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural do...

Adubação foliar do amendoim sob estresse provocado por herbicidas

Flávio Reigadas Engenheiro agrônomo e RTV da Brandt do Brasil A cana-de-açúcar faz parte da paisagem agrícola brasileira desde o período colonial, quando o foco...

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui
Captcha verification failed!
Falha na pontuação do usuário captcha. Por favor, entre em contato conosco!