15.2 C
Uberlândia
domingo, julho 14, 2024
- Publicidade -spot_img
InícioEventosFertilizantes Tocantins - Consolidação da força na região Sudeste do Brasil

Fertilizantes Tocantins – Consolidação da força na região Sudeste do Brasil

A unidade possui capacidade de expedição de 6 mil toneladas por dia e está interligada ao terminal da VLI em Araguari, podendo receber matéria-prima pelos modais ferroviário e rodoviário de maneira simultânea.

Fotos: Adrielle Teodoro

Com um modelo de negócios inovador no Brasil, a Fertilizantes Tocantins (FTO), controlada pelo grupo suíço EuroChem, dá mais um importante passo em seu plano de expansão iniciado em 2008. No próximo dia 04 de junho, a empresa inaugura uma nova unidade no município mineiro de Araguari e se consolida entre os líderes no mercado brasileiro.

A fábrica de Araguari recebeu investimento de R$ 91 milhões e está construída num terreno de 158 mil m², com área de fábrica de 27 mil m². A capacidade de armazenagem estática é de 100 mil toneladas e serão criados 200 empregos diretos e indiretos. A unidade possui dois equipamentos de mistura que podem produzir até 6 mil toneladas de fertilizantes por dia, gerando um benefício direto ao cliente final, que terá mais agilidade e segurança em todo o processo produtivo.  

A localização é outro diferencial importante. Isto porque a unidade da FTO em Minas Gerais é uma das poucas no interior do Brasil diretamente conectada ao porto. A matéria-prima sai do porto de Vitoria (ES) e é transportada por ferrovia até o terminal da VLI em Araguari e de lá, por meio de um sistema de correias, chega até a fábrica.

Além disso, está preparada para receber matéria-prima via transporte rodoviário de maneira simultânea à descarga ferroviária. Ao todo, a planta poderá receber 8 mil toneladas de matéria-prima por dia. “A parceria com a FTO reforça nosso compromisso em oferecer soluções logísticas integradas. Trata-se de um incremento relevante em nossa movimentação para o setor de fertilizantes”, destaca Fabiano Lorenzi, diretor Comercial da VLI.

O CEO da Fertilizantes Tocantins, José Eduardo Motta, explica que “a inauguração da fábrica de Araguari marca a entrada da FTO na região Sudeste, especialmente em Minas Gerais, que é um mercado muito importante para nosso posicionamento estratégico no país. Com isso, estamos completando com sucesso o nosso plano de investimentos que foi definido no Brasil”. José Eduardo refere-se à inauguração, em 2018, de outras duas fábricas: Sinop (MT) e Catalão (GO). “Nosso foco agora está na consolidação destes novos mercados para que possamos continuar a alavancar o crescimento da empresa de maneira sustentável no longo prazo”.

A chegada da FTO no Estado de Minas Gerais, que possui um mercado potencial anual de 4 milhões de toneladas de fertilizantes, tem como objetivo ocupar uma posição de destaque de forma ágil e eficiente. Para suprir esta demanda, a fábrica de Araguari será inaugurada com sua capacidade máxima de estocagem.

Produtos especiais

Com o objetivo de atender as variadas culturas existentes na região, além dos fertilizantes convencionais, a nova unidade de Araguari está preparada para oferecer ao mercado sua linha de produtos especiais produzidos na Europa pela EuroChem, tais como o Nitrofoska (NPK no grão nitrogenado de base nítrica), CAN (Nitrato de Amônio e Cálcio), NPS (Nitrogênio, Fósforo e Enxofre em um mesmo grão) que complementam a linha de produtos especiais da FTO.

A empresa

Fundada em 2003, a Fertilizantes Tocantins está estrategicamente localizada nas áreas de maior crescimento agrícola do Brasil: Norte, Nordeste, Centro-Oeste e Minas Gerais. A FTO teve crescimento de dois dígitos por diversos anos consecutivos e atingiu 1.8 milhão de toneladas produzidas em 2018, alcançando posição de destaque entre as principais empresas de fertilizantes do Brasil.

A FTO emprega atualmente 600 pessoas que estão distribuídas entre a sede administrativa em Goiânia e em outras oito unidades de produção localizadas nas cidades de Porto Nacional (TO), São Luís (MA), Querência (MT), Sinop (MT), Rondonópolis (MT), Barcarena (PA), Catalão (GO) e Araguari (MG).

Para impulsionar o grandioso plano de crescimento no país, assim como o de verticalizar a cadeia de produção, em agosto de 2016 a FTO teve o controle acionário adquirido pelo grupo EuroChem, um dos maiores produtores mundiais de fertilizantes à base de Nitrogênio, Fosfato e Potássio.

Com sede em Zug, na Suíça, e com fábricas na Europa e Ásia, o grupo EuroChem possui um sistema integrado que inclui atividades que vão desde a mineração e produção de fertilizantes, passando pela logística até a distribuição em todos os continentes.  Ao todo a empresa emprega mais de 26 mil pessoas ao redor do mundo.

A EuroChem iniciou a produção de Potássio na mina de Usolskiy no começo de 2018 e continua a desenvolver um novo projeto na região de VolgaKaliy na Rússia, tornando-se assim uma das três únicas empresas de fertilizantes produtoras dos três principais macronutrientes (NPK).

Além disso, é o único que possui sua própria logística e rede de distribuição em todo o mundo. Esta funcionalidade global, associada ao acesso a recursos de excelência mundial e somada a uma capacidade de produção eficiente e flexível, dão à empresa uma vantagem competitiva significativa capaz de atender uma ampla rede de grandes clientes ao redor do mundo.

ARTIGOS RELACIONADOS

Coinoculação incrementa produtividade de soja e feijão

Solon Cordeiro de Araujo Engenheiro agrônomo e consultor da Associação Nacional dos Produtores e Importadores de Inoculantes " ANPII solon@scaconsultoria.com.br   A tecnologia de coinoculação consiste em combinar...

Novo Híbrido de Milheto Granífero traz lucro para o produtor

  ADRG 9050 chega ao mercado com foco em rentabilidade. Cultivar granífero possibilita segunda safra no Centro-Oeste em uma janela em que o milho tem risco...

Feijão guandu – Fonte de nitrogênio para as florestas

Elaine Bahia Wutke Engenheira agrônoma, doutora em Agronomia e pesquisadora científica do Instituto Agronômico " IAC, Centro de Grãos e Fibras ebwutke@gmail.com   Por estar adaptado aos solos...

Inoculação e extratos de algas marinhas beneficiam floração da soja

  Nilva Teresinha Teixeira Engenheira agrônoma, doutora e professora de Nutrição de Plantas e Produção da UniPinhal nilvatteixeira@yahoo.com.br A soja é uma lavoura exigente em nutrientes, principalmente nitrogênio...

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui
Captcha verification failed!
Falha na pontuação do usuário captcha. Por favor, entre em contato conosco!