23.3 C
São Paulo
quinta-feira, julho 7, 2022
- Publicidade -
-Publicidade-
Inicio Destaques Fertirrigação em pré-florada do cafeeiro

Fertirrigação em pré-florada do cafeeiro

Fernando Couto de AraújoEngenheiro agrônomo, mestre em Proteção de Plantas, doutorando em Produção Vegetal e consultor técnico em cafeiculturafernandoagrocouto@hotmail.com

Juliana Lourenço Nunes GuimarãesEngenheira agrônoma, mestre em Proteção de Plantas e consultora técnica em cafeicultura agroguimaraes@yahoo.com.br

Vinícius Teixeira LemosEngenheiro agrônomo, doutor em Fitotecnia e consultor técnico em cafeiculturaviniciuslemos@prof.una.br

Irrigação – Créditos: Vinícius Teixeira Lemos

A fertirrigação do cafeeiro é uma prática em que se aplicam os fertilizantes solúveis diluídos em água, através do sistema de irrigação localizado, visando uma adequada nutrição das plantas.

Os custos com adubação via solo representam o principal componente da produção de lavouras cafeeiras na maioria das regiões produtoras, principalmente na atual safra, após a recente alta dos fertilizantes. Logo, demanda conhecimento e cuidados na utilização destes insumos.

O parcelamento das adubações por meio da fertirrigação deve ser feito de acordo com a exigência do cafeeiro em cada fase fenológica, com potencial de redução de perdas por lixiviação ou volatilização em até 30%, aumentando a eficiência no uso dos fertilizantes e permitindo o ajuste de doses.

A quantidade de cada fertilizante a ser utilizado vai variar de acordo com os resultados das análises de solo e de folha e com o potencial produtivo da lavoura. Nos períodos de maior exigência em nutrientes, já deve haver bons teores na planta e boa disponibilidade no solo.

Adsorção de nutrientes

Estudos indicam que durante a fase de pré-florescimento o cafeeiro absorve altas quantidades de fósforo (P), potássio (K), magnésio (Mg) e enxofre (S), bem como o nitrogênio (N), que é muito absorvido em todas as fases fenológicas da planta.

O cálcio e o boro são nutrientes que contribuem para a formação do tubo polínico e a fecundação das flores, logo, seus teores na planta devem estar altos no momento da florada, podendo ser fornecidos através de fertirrigações prévias, desde o final do período chuvoso.

Benefícios da fertirrigação

Os cafeicultores constantemente têm buscado tecnologias para aumento da produtividade e/ou da eficiência na produção e, consequentemente, da rentabilidade da atividade cafeeira.

Nos últimos anos, a irrigação localizada na cafeicultura, especialmente por gotejamento ou por pivô lepa em plantios circulares, associada à fertirrigação, surgem como uma alternativa tecnológica viável e, em alguns casos, necessária, para aumento da produtividade devido ao fornecimento de água e nutrientes, numa realidade de clima cada vez mais atípico, com mal distribuição das chuvas, longos períodos de seca e ocorrência de temperaturas elevadas.

Para ler o restante deste artigo você tem que estar logado. Se você já tem uma conta, digite seu nome de usuário e senha. Se ainda não tem uma conta, cadastre-se e aguarde a liberação do seu acesso.

Inicio Destaques Fertirrigação em pré-florada do cafeeiro