Floração no tomateiro

0
40

Pablo Henrique de Almeida OliveiraMestrando em Produção Vegetal – Universidade Federal Rural de Pernambuco (UFRPE)pablohenrickk@gmail.com

André dos Santos MeloMestrando em Entomologia – UFRPEandre.mello004@gmail.com

Dhyene Rayne dos Santos BeckerMestranda em Biodiversidade e Conservação – Universidade Federal do Pará (UFPA)drayneagro@gmail.com

Floração do tomateiro – Crédito: Alltech

O tomate (Lycopersicon esculentum Mill.) é uma planta da família das Solanáceas, mesma família da batata-inglesa, berinjela e tabaco. Dentre os principais fatores que proporcionam uma boa floração à lavoura, pode-se mencionar: a época de plantio e a adubação.

Flores bem desenvolvidas são essenciais para a formação de frutos bem desenvolvidos, por isso, o manejo adequado é primordial para que não haja órgãos florais defeituosos e abortamento de flores e frutos no estádio inicial de desenvolvimento do tomateiro.

A temperatura, a radiação solar, o fotoperíodo e a umidade do solo afetam o período de crescimento e desenvolvimento do vegetal. A época de plantio depende destes fatores, cujos limites variam de região para região.

Condições para o cultivo

A época de semeadura mais adequada é aquela que coincide o período de floração com os dias mais longos do ano, correlacionado com a temperatura e a radiação solar ideais, e com necessidades adequadas de água na planta.

Sob temperaturas menores que 10°C, a planta apresenta menor desenvolvimento, as suas hastes ficam grossas e quebradiças, com número de folhas reduzido, porém, essas folhas são maiores e verde intensa, tendendo para azulado.

Além disso, ocorre um aumento no abortamento de flores e de frutos pequenos. Já em altas temperaturas, as plantas apresentam hastes finas e alongadas, maior emissão de folhas, porém, com menor tamanho e de coloração verde-amareladas. Ocorre também, nessas temperaturas, maior abortamento floral (Brandão Filho et al., 2018).

Portanto, a temperatura média no período de cultivo deve ser de 21°C, podendo tolerar uma variação superior a 10°C e inferior a 34°C (Embrapa, 2006).

Influências diretas e indiretas

O florescimento do tomateiro é pouco influenciado pelo fotoperíodo. No entanto, algumas espécies silvestres desse vegetal florescem em dias curtos. Além disso, a fase vegetativa do tomate é aumentada, quando essa planta é submetida a pouca luminosidade, retardando o florescimento. Já em relação à umidade relativa do ar, para a cultura do tomate ela deve estar situada entre 50 e 70% .

Outro fator importante é a adubação, em que alguns nutrientes podem contribuir para a floração. O cálcio e o boro são essenciais para a germinação do grão de pólen e o crescimento do tubo polínico, que proporcionarão a fecundação da flor.

Para ler o restante deste artigo você tem que estar logado. Se você já tem uma conta, digite seu nome de usuário e senha. Se ainda não tem uma conta, cadastre-se e aguarde a liberação do seu acesso.