Flores comestíveis: Mercado crescente no Brasil

0
100

Autor

Neilton Antonio Fiusa AraújoEngenheiro agrônomo, doutor em Fitotecnia e responsável técnico do Atelier Lírios e Rosas – neilton.fiusa@gmail.com

O mercado global de flores comestíveis calculou a geração de um valor de US$ 265 milhões em 2018, tendo uma estimativa de crescimento em torno de US$ 504 milhões até 2030. A produção é mais forte em países europeus, como França, Espanha e Portugal.

O consumo de flores é algo que já faz parte do hábito do ser humano. Flores como alcachofra, couve-flor e outras já são conhecidas na mesa dos brasileiros, mas o termo flores comestíveis refere-se exclusivamente a espécies que são mais conhecidas pelo seu valor ornamental, tais como a rosa (Rosa sp.), a capuchinha (Tropaeolium majus), o amor-perfeito (Viola x wittrockiana), cravina (Dianthus caryophyllus) e outras espécies que vêm tomando o gosto popular e indo dos jardins para a mesa.

Na história, desde a antiguidade as flores são utilizadas como condimentos e realçadores de sabor. Mas, foi a partir da década de 90 que as flores começaram a se popularizar na culinária. Isso se deu a partir de um movimento que surgiu na França em 1970, denominado Nouvelle Cuisine, idealizado por Christian Millau e Henri Gault, que objetivava trazer uma nova maneira de cozinhar e apresentar os pratos, levando delicadeza, leveza e ênfase. Assim, as flores começaram a cumprir esse papel, trazendo uma nova variedade de sabores.

Mercado crescente

As propriedades nutricionais e usos culinários de novas espécies de flores vêm ganhando força desde então, sendo desenvolvidas técnicas de cultivo direcionadas para esse nicho de mercado e agregando novas espécies até então utilizadas para outros fins.

As inflorescências dessas plantas possuem os mais diferentes padrões, cores e gostos. São utilizadas para melhorar a aparência, a cor e o valor nutritivo dos alimentos. Muitas variedades são ricas em substâncias antioxidantes, minerais e vitaminas, destacando-se também pelo teor de carotenoides, bioflavonoides, vitaminas, dentre outros nutrientes.

Variedades de flores comestíveis

Existe uma grande variedade de flores que estão sendo estudadas a respeito de suas propriedades culinárias. Algumas delas já se encontram amplamente divulgadas a respeito de seu uso na culinária local ou internacional. Aqui estão listadas algumas espécies já usadas na culinária local:

Ü Amor-perfeito: também conhecida como viola, é uma planta amplamente cultivada durante o inverno e primavera, bastante conhecida no Sul do Brasil. As flores e as folhas são comestíveis, sendo as primeiras utilizadas em saladas, sobremesas, sopas, bebidas e preparo de drinks gelados como enfeites flutuantes. Já as folhas são usadas em saladas e sopas.

Algumas variedades de amor-perfeito possuem sabor mais forte e intenso, principalmente as variedades híbridas. As flores e pétalas desidratadas podem ser usadas em chás. Essa espécie é rica em antioxidantes. Sua propagação é feita por sementes e a germinação ocorre melhor em temperaturas amenas.

Ü Bastão do Imperador: é uma planta amplamente cultivada para fins ornamentais, seja para planta de jardins ou como flor de corte. Seus botões florais, inflorescência, frutos, sementes e a base das hastes são comestíveis. Sua propagação é feita apenas por divisão de rizomas, já que a sua frutificação comumente não ocorre no clima do Brasil. É uma planta que floresce em temperaturas mais quentes, ocorrendo na primavera e verão.

As inflorescências são comestíveis cruas, possuindo um sabor que lembra o gengibre, cozidas ou em temperos. O palmito dos caules pode ser consumido cozido, sendo aproveitada apenas a parte basal dos caules aéreos. Seus frutos são consumidos verdes em sopas e os maduros são consumidos cristalizados como iguarias. As folhas podem ser usadas para assar alimentos. Essa espécie é rica em antioxidantes, agentes antibacterianos, antifúngicos e hepatoprotetores.

Para ler o restante deste artigo você tem que estar logado. Se você já tem uma conta, digite seu nome de usuário e senha. Se ainda não tem uma conta, cadastre-se e aguarde a liberação do seu acesso.