27.7 C
São Paulo
sábado, maio 21, 2022
- Publicidade -
-Publicidade-
Inicio Destaques Fortalecedor de plantas reduz perdas e impulsiona cafeicultura

Fortalecedor de plantas reduz perdas e impulsiona cafeicultura

Crédito Bioatlantis

A safra 2020/21 de café foi marcada por algumas perdas ocasionadas pelo frio intenso, geadas e posteriormente, estiagem. Com a safra 2022 se aproximando, o cenário não é muito diferente. Porém, produtores de MG estimam uma produção melhor que a última safra, devido ao uso de tecnologias nas plantações.
Os cafezais estão sujeitos a sofrer com as alterações climáticas, como frio ou calor intensos, geadas ou estiagem e, com isso, tendem a um declínio no desenvolvimento e na produtividade das plantas. Um pomar de café saudável e fisiologicamente ativo com área foliar adequada são fatores imprescindíveis para suportar altas produções.
Para superar o desafio de produzir mais, os cafeicultores estão permanentemente em buscam de tecnologias e novidades para enfrentar as frequentes variações climáticas que acontecem em todas as safras.
Nesse sentido, um produto de origem europeia, desenvolvido para combater os efeitos negativos do clima, tem sido utilizado com sucesso por produtores nos cafezais em Minas Gerais e São Paulo.

Solução

“SuperFifty é um fortalecedor de plantas, de origem natural, e está disponível no mercado com eficácia comprovada na redução dos danos induzidos pelo estresse oxidativo em lavouras”, explica engenheiro agrônomo Leonardo Duprat, que também é gerente técnico da BioAtlantis Brasil, empresa irlandesa de biotecnologia responsável pelo desenvolvimento da tecnologia.
Duprat ressalta que o SuperFifty oferece um auxílio significativo para que os prejuízos nos cafezais não sejam ainda maiores. O engenheiro agrônomo explica que o estresse oxidativo, ou abiótico, que ocorre em períodos de condições adversas, é resultado do acúmulo de espécies reativas de oxigênio (ERO) de forma tóxica à planta.
“A consequência é um declínio no crescimento, no desenvolvimento e na produtividade das plantas. Dessa forma, o uso da tecnologia acaba sendo essencial para que a planta possa manter o seu potencial produtivo, evitando prejuízos ao cafezal”.
Conforme Duprat, o ideal é aplicar a tecnologia iniciando-se na pré-floração, para minimizar desde o início as perdas. “No entanto, é plenamente possível obter resultados positivos aplicando nas fases de chumbinho/chumbinho expansão e ainda em dezembro/janeiro onde ocorrem aqueles veranicos associado as altas temperaturas. Desta forma, os cafeeiros estarão protegidos do estresse oxidativo, induzido pelo ambiente desfavorável, até a expansão dos frutos”.

Mais que vantagens

Para além da proteção, as plantas ainda apresentam uma melhoria notável no pegamento em chumbinho, granação e, consequentemente, uma melhor produção pode ser alcançada incluindo o SuperFifty®️ no manejo dos cafezais. Além disso, o produto ainda auxilia no aumento de retenção e crescimento dos grãos.
Super Fifty®️ quando aplicado três a cinco dias antes de um evento de estresse previsto, prepara a planta a tempo para se mobilizar e responder rapidamente ao estresse, desenvolvendo-se como se estivesse em condições não tão adversas. Ele ativa a fotossíntese e produz antioxidantes. O produto também é utilizado em frutas e hortaliças em geral.

Inicio Destaques Fortalecedor de plantas reduz perdas e impulsiona cafeicultura