27.2 C
Uberlândia
segunda-feira, julho 15, 2024
- Publicidade -spot_img
InícioArtigosHortifrútiFosfito Ação e reação na atemoia

Fosfito Ação e reação na atemoia

Gustavo Cesar Dias SilveiraEngenheiro agrônomo, mestre e doutorando em Fitotecnia – Universidade Federal de Lavras (UFLA)gcsagro@gmail.com

Atemoia – Crédito: Shutterstock

Fosfitos são produtos originados da neutralização do ácido fosforoso (H3PO3) por uma base, e possuem como principais características uma alta e rápida solubilidade e uma grande mobilidade, permitindo maior translocação e penetração pelos tecidos das plantas.

Eles apresentam ação sistêmica na planta via floema e xilema, sendo que sua absorção pela planta é via floema por meio da associação com fotoassimilados, motivo pelo qual são absorvidos rapidamente pelas folhas.

Embora sejam comercializados como fertilizantes foliares, são produtos que atuam como indutores de resistência e são descendentes do fungicida etilfosfonato fosetyl-Al, o qual, comprovadamente, induz a síntese de fitoalexinas e possui a característica de se movimentar pelo floema da planta.

Mais recentemente, os fosfitos e fosfonatos têm sido formulados como sais de manganês, potássio, cobre ou zinco e posicionados para o controle de oomicetos. Eles podem ter efeito diretamente sobre o patógeno (efeito fungicida ou fungistático) e também induzir a resistência natural das plantas.

A indução de resistência em plantas é considerada como uma alternativa no controle de doenças, onde ocorre a ativação de dispositivos naturais de defesa dormentes na planta. Ela pode acontecer evitando a entrada do patógeno e/ou impedindo sua atividade nos tecidos da planta, por mecanismos de defesa próprios.

Pesquisas com o fosfito

Na literatura não são citados trabalhos relacionados ao uso de fosfitos no manejo de plantas de atemoias, entretanto, são encontrados trabalhos com a aplicação de fosfitos para controle de doenças em diversas outras culturas.

A Agência Paulista de Tecnologia dos Agronegócios (APTA), por meio do Polo Regional de Pariquera-açu, publicou em 2016, uma técnica que reduziu em 30% a ocorrência da podridão do estipe das pupunheiras, com o uso de fosfito de potássio.

Outros pesquisadores, como Costa et al. (2017) e Gadaga et al. (2017), mostraram que o uso de formulações de fosfitos controlou a antracnose em feijoeiro, proporcionou aumento da atividade de enzimas de defesa e atuou diretamente sobre o fungo causador da doença (Colletotrichum lindemuntianu).

Segundo Silva et al. (2011), o aumento nas doses de fosfito de potássio promoveu controle do míldio (Peronospora mashurica) da soja em condição de campo. Ademais, a associação do referido fosfito com o fungicida epoxiconazol + piraclostrobina, reduziu a incidência da ferrugem asiática (Phakopsora pachyrhizi) e do oídio (Microsphaera difusa).

[rml_read_more]

Costa et al. (2014) verificaram o controle da ferrugem e da cercosporiose do cafeeiro com a aplicação de fosfito de manganês em campo com mesma eficácia do fungicida utilizado. De acordo com Pereira et al. (2012), a aplicação de fosfito de potássio promoveu controle do míldio da videira com eficácia superior à do fungicida comercial testado.

Comprova-se, assim, a eficácia de fosfitos no controle de diferentes patógenos e em diferentes cultivos. Portanto, podemos esperar bons resultados no uso em plantas de atemoia, para tanto, procure sempre um agrônomo de sua confiança, para uma boa recomendação de uso.

ARTIGOS RELACIONADOS

Influência dos organominerais no café

Os fertilizantes organominerais é uma tecnologia que vem sendo utilizada na lavoura ...

Fosfito de potássio: resultados na produtividade do abacate

O fosfito, quando aplicado às plantas, é absorvido rapidamente através de suas estruturas radiculares. Confira os resultados em abacate.

Importância do manganês para a cafeicultura

A deficiência de manganês é caracterizada pela clorose internerval em folhas mais jovens, formando um reticulado fino nas folhas.

Programa de apoio nutricional para a uva na região sul

ClevisonMichelon Gerente de Vendas & Marketing " Sul da Green Has   A Green Has Brasil distribui em todo o País a linha de fertilizantes especiais produzida...

3 COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui
Captcha verification failed!
Falha na pontuação do usuário captcha. Por favor, entre em contato conosco!