23.1 C
São Paulo
quinta-feira, janeiro 20, 2022
- Publicidade -
- Publicidade -
Inicio Revistas Grãos Fosfito: Ação fungistática no feijoeiro

Fosfito: Ação fungistática no feijoeiro

Douglas José MarquesDoutor e professor – Universidade Federal de Uberlândia (UFU)douglas.marques@ufu.br

Feijão – Fotos: Janaína Marek

O fósforo (P) é um macronutriente essencial para as todas as culturas, sendo o nutriente que mais limita a produção do feijoeiro, especialmente no Brasil, devido à baixa disponibilidade no solo.

O fósforo participa de muitos compostos das plantas, essenciais em diversos processos metabólicos; é importante no desenvolvimento inicial das raízes e tem função básica na promoção de um adequado desenvolvimento da semente.

O adequado fornecimento deste nutriente para a planta contribui para aumentar o potencial de rendimento e reforça a defesa natural contra patógenos. Sua deficiência tem efeito drástico sobre o crescimento, reduzindo tanto a respiração como a fotossíntese.

A taxa de absorção dos fertilizantes fosfatados normalmente empregados na adubação do feijoeiro é bastante variável, dependendo do tipo de solo e da qualidade do fertilizante. A maioria do fósforo aplicado tende a ficar retido no solo em estado mais ou menos disponível, dependendo da forma, das condições e do tempo em que os fosfatos ficam em contato com o solo.

O fósforo aplicado via adubação fica adsorvido nos coloides do solo, precipitado com o ferro e alumínio (em pH alto pode haver precipitação com o cálcio) ou podem formar compostos mineralogicamente estáveis, que não estão disponíveis para as plantas.

Para ler o restante deste artigo você tem que estar logado. Se você já tem uma conta, digite seu nome de usuário e senha. Se ainda não tem uma conta, cadastre-se e aguarde a liberação do seu acesso.

Inicio Revistas Grãos Fosfito: Ação fungistática no feijoeiro