Fotossíntese em hortaliças

0
1158

Letícia Galhardo JorgeBióloga e doutoranda em Botânica/Fisiologia Vegetal – IBB/UNESPleticia_1307@hotmail.com

Bruno Novaes Menezes MartinsEngenheiro agrônomo, doutor em Agronomia/Horticultura – FCA/UNESP e professor – Centro Universitário Sudoeste Paulista (UNIFSP)brunonovaes17@hotmail.com

Beterraba – Crédito: Shutterstock

Independente da cultura a ser conduzida, o manejo da agricultura tem seguido cada vez mais critérios de redução no uso de defensivos agrícolas, diminuindo a possibilidade de causar impactos ambientais significativos. Nesse contexto, algumas alternativas de cultivo podem ser adotadas a fim de possibilitar uma agricultura menos impactante ao meio ambiente e mais eficiente em produtividade.

As substâncias húmicas (SH) são moléculas complexas, encontradas em todos os ecossistemas do planeta, e estão presentes nos solos, sedimentos e ambientes aquáticos. Essas são oriundas da decomposição de resíduos vegetais e animais do ambiente, que podem ser utilizadas como insumos alternativos para o manejo de diversas culturas.

Suas propriedades químicas, microbiológicas e físicas podem garantir um incremento na produtividade em decorrência dos benefícios que promove para a estrutura física e química do solo e para o metabolismo da planta, o que inclui o desempenho fotossintético vegetal.

Ação e reação

As SH são responsáveis por causar uma série de benefícios aos vegetais, dentre eles: aumentar o movimento e absorção de íons; incrementar a respiração e a velocidade das reações enzimáticas do ciclo de Krebs; promover alta produção de ATP nas células radiculares; aumentar os níveis de clorofila e a síntese de ácidos nucleicos; aumentar ou reduzir a atividade de diversas enzimas, afetando a dinâmica do NH4+ no solo, etc.

Ainda, no solo são capazes de produzir efeitos físicos, químicos e biológicos, refletindo diretamente no meio ambiente. Dentre esses efeitos, destacam-se:

• Melhoram a estrutura do solo, ajudando na infiltração e absorção de água, além de facilitar a aeração do perfil;

• Estimulam o crescimento e a proliferação de microrganismos desejáveis no solo;

• Estimulam a atividade enzimática das plantas;

• Melhoram a tolerância natural das plantas contra as doenças e pragas;

Para ler o restante deste artigo você tem que estar logado. Se você já tem uma conta, digite seu nome de usuário e senha. Se ainda não tem uma conta, cadastre-se e aguarde a liberação do seu acesso.