23.3 C
São Paulo
segunda-feira, julho 4, 2022
- Publicidade -
-Publicidade-
Inicio Revistas Hortifrúti Ginegar Polysack atrai público especializado

Ginegar Polysack atrai público especializado

Créditos Luize Hess
Créditos Luize Hess

A Ginegar Polysack sempre se fez presente na Hortitec, desde a primeira edição. Para Alessandro Mangetti, diretor de Marketing e Vendas da Ginegar Polysack, esse é o principal evento do segmento no Brasil. “Além de clientes brasileiros, recebemos produtores de toda a América do Sul. Esse é um momento em que podemos conhecer novos clientes em potencial, ver clientes antigos, amigos, fazer negócios, lançar produtos, enfim, é quando expomos o nome da empresa a nível nacional“, justifica.

Como a Ginegar tem uma atuação muito forte no campo, por meio de palestras e dias de campo que permitem o contato direto com o produtor, o estande ficou lotado durante todo o evento, com visitantes de Santa Catarina, Minas Gerais e diversos outros Estados. “O movimento superou nossas expectativas“, elogia Alessandro Mangetti.

Créditos Luize Hess
Créditos Luize Hess

Lançamentos

Durante a Hortitec, a Ginegar lançou dois tipos de plásticos ” Sun Therm Nectarine, indicado para manter a temperatura das estufas mais alta à noite, no inverno. “Esse material vem sendo muito comercializado. Fizemos o lançamento dele na Hortitec, mas principalmente para as regiões mais frias, especialmente à noite. Este filme possui alguns aditivos especiais que conseguem impedir a saída do infravermelho, que é o calor de radiação“, explica o especialista.

Em geral,durante o dia,dentro das estufas, é muito quente porque o calor entra e não consegue sair. Já no final do dia, com a inversão térmica, o calor que ficou acumulado durante o dia vai embora para a atmosfera muito rapidamente, fazendo a temperatura interna cair. Sun Therm Nectarine tem a capacidade de impedir que esse calor de radiação vá embora rapidamente, como acontece com outros filmes. “Ele está sendo muito utilizado para tomates, pimentões, folhosas de maneira geral e flores. Em Holambra utilizamos muito no cultivo de flores, pois a maioria dos produtores faz uso de aquecimento, e como o filme mantém a temperatura da estufa mais alta, eles conseguem economizar energia, seja por queima de óleo diesel ou de madeira, justamente pelo próprio plástico já dar um diferencial de até 3,5ºC a mais“, define Alessandro Mangetti.

Pelos resultados de pesquisas e acompanhamentos que a Ginegar tem feito, principalmente em Holambra, a economia de energia chega a 25%, dependendo da fonte utilizada no aquecimento.

Outros resultados são precocidade e redução do ciclo do cultivo. Isso significa que a planta consegue produzir frutos mais rapidamente, de maior calibre e melhor coloração. “Além da produtividade, a qualidade também tem melhorado com esse filme, principalmente nessas regiões onde os agricultores têm problemas à noite por causa do frio, independente do local de cultivo. E no Sul do Brasil, a aceitação de maneira geral tem sido muito boa para diversas culturas“, afirma Alessandro Mangetti.

Outro plástico lançado pela Ginegar durante a Hortitec foi o Vinecover, específico para cobertura de uvas, com resultados expressivos no Sul do País e em Petrolina (PE). Suas funções específicas incluem melhorada coloração, temperatura mais alta e evita a queimadura de folhas e frutos.

Essa matéria você encontra na edição de Agosto 2017  da revista Campo & Negócios Hortifrúti. Adquira já a sua.

Inicio Revistas Hortifrúti Ginegar Polysack atrai público especializado