Gotejamento subterrâneo – quais as vantagens?

0
43

Os resultados de produtividade da soja e milho, com a utilização da tecnologia, mostraram-se muito promissores, com safras atingindo produtividades superiores a 100 sacas/ha de soja e 280 sacas/ha de milho safra

Eusímio F. Fraga Júnior Engenheiro agrônomo, doutor, professor e pesquisador – CinCi – UFU/Campus Monte Carmelo eusimiofraga@ufu.br

Amanda Moreno Carlos Graduanda em Agronomia e integrante CinCi – CinCi – UFU/Campus Monte Carmeloamandamoreno.009@gmail.com

Gotejamento – Crédito: Shutterstock

A irrigação por gotejamento subsuperficial (subsurface drip irrigation – SDI) é definida pela aplicação de água abaixo da superfície do solo por emissores de microirrigação. A vazão dos emissores é usualmente menor que 3,0 L/h. O sistema SDI proporciona uma irrigação plena, e não deve ser confundido com subirrigação, onde a zona radicular é irrigada por controle da altura do lençol freático.

O SDI é ajustável a uma larga gama de variedades de hortícolas, culturas agrícolas e aplicável a culturas que atualmente se irriga utilizando gotejamento superficial. Os primeiros experimentos com SDI iniciaram-se nos anos 1860, na Alemanha, onde tubos curtos de argila foram instalados no solo para fornecer tanto irrigação quanto para fazer drenagem. Em essência, a metodologia SDI evoluiu do método de subirrigação.

Origem

O SDI faz parte da irrigação moderna desde o início dos anos 1960. Neste tempo, em Israel, Blass (1964) relatava as primeiras experiências com SDI. Na época, o desempenho era frequentemente reduzido por problemas como entupimento do emissor (precipitação química, fatores biológicos e físicos, e intrusão radicular) e baixa uniformidade de distribuição.

No entanto, com a melhoria dos materiais plásticos, dos processos de fabricação e projetos de emissores, o ressurgimento do SDI tornou-se possível, tanto em atividades de pesquisa quanto em operações comerciais.

A adoção de SDI em uma nova região pode ser dificultada pela falta de boas informações sobre concepção de projeto, manejo, manutenção e desempenho das culturas, juntamente com a falta de apoio técnico especializado.

O objetivo deste artigo é discutir alguns dos desafios da técnica, como um meio de ampliar sua compreensão conceitual para que a adoção de SDI possa ser otimizada em regiões onde é apropriado.

Uma compreensão conceitual mais ampla pode ajudar os usuários novatos do sistema SDI a fazerem as perguntas certas e podem ajudar pesquisadores e especialistas a formularem novas técnicas e estratégias para amenizar alguns desses desafios. Os tópicos deste artigo incluirão os desafios associados ao projeto e instalação, tipos e características de solo, práticas culturais, manutenção, monitoramento do sistema e operação, resultados observados para produção e grãos e fibras.

Características do sistema

A irrigação por gotejamento subterrâneo é de baixa pressão e alta eficiência, e usa tubos gotejadores enterrados para atender às necessidades de água da cultura. Essas tecnologias têm feito parte da agricultura irrigada desde 1960, avançando rapidamente nas últimas três décadas.

O sistema de subsuperfície é flexível e pode realizar irrigações de baixos volumes e frequentes em todos tipos de solos e ambientes, especialmente para regiões áridas, semiáridas, quentes e ventosas, áreas com abastecimento limitado de água e em solos arenosos.

Uma vez que a água é aplicada abaixo da superfície do solo, não há risco de formação de crostas na superfície do solo, nem condições saturadas de acumulação de água e potencial escoamento superficial (incluindo erosão do solo). Com uma boa manutenção e conservação do sistema, a aplicação de água é altamente uniforme e eficiente.

Assim, a irrigação por gotejamento subsuperficial economiza água e melhora o rendimento das lavouras, eliminando a água superficial e causando menos evaporação, redução da incidência de plantas daninhas e doenças pela ausência do molhamento foliar.

Para ler o restante deste artigo você tem que estar logado. Se você já tem uma conta, digite seu nome de usuário e senha. Se ainda não tem uma conta, cadastre-se e aguarde a liberação do seu acesso.