17.6 C
Uberlândia
sábado, junho 15, 2024
- Publicidade -spot_img
InícioArtigosHortifrútiGreen Has aposta em experiências técnicas e comerciais

Green Has aposta em experiências técnicas e comerciais

Crédito Luize Hess
Crédito Luize Hess

Desde 2014 a Green Has participa da Hortitec. “Este é um ponto de encontro para negócios com os produtores de cultivo intensivo de alta tecnologia mais importante para a Green Has do Brasil. Recebemos visitas de todos as regiões agrícolas brasileiras de clientes e futuros clientes interessados em fazer intercâmbio de experiências técnicas e comerciais“, considera Franco Borsari, diretor executivo Green Has.

Na ocasião, será apresentada toda a linha de fertilizantes foliares, fertilizantes hidrossolúveis para hidroponia, fertirrigação e solo. As novidades ficarão por conta do fertilizante Sibério e os fertilizantes BEX. “Esperamos receber um grande número de visitas para fortalecer os laços entre os clientes e prospectar novos outros, em regiões onde não temos distribuidores“, conclui.

Essa matéria você encontra na edição de junho da Revista Campo & Negócios Hortifrúti. Adquira o seu exemplar.

Ou assine

ARTIGOS RELACIONADOS

ICL – Fósforo e potássio para plantas bem nutridas

Participando pela segunda vez da Hortitec, a ICL colheu bons resultados da feira. Segundo Patrick GesualdiHaim, marketing e desenvolvimento de produtos da empresa, foi...

Como iniciar no plantio de morango suspenso

  Gilberto Almeida Consultor da Growing Frutas Almeida Santos gilberto@frutasalmeidasantos.com.br Quando iniciamos ou queremos levantar dados para ingressar em alguma atividade, muitas dúvidas surgem, e até mesmo onde...

Biocontrole do míldio da cebola pela microbiolização de mudas

  Leandro Luiz Marcuzzo marcuzzo@ifc-riodosul.edu.br Brendon Máximo Clei dos Santos Fitopatologistas - Instituto Federal Catarinense - IFC / Campus Rio do Sul   A cebola é considerada a terceira olerácea...

Organominerais aumentam produtividade da melancia

Os fertilizantes organominerais são gerados a partir da combinação de composto orgânico e adubos minerais. Essa categoria de fertilizante foi enquadrada na legislação em 1982, e de acordo com a Instrução Normativa nº 25, de 23 de junho de 2009, os fertilizantes organominerais devem ter, em sua composição, no mínimo 8% de carbono orgânico, CTC de 80 mmolc.kg-1, 10% de macronutrientes isolados (N, P, K) ou em mistura (NP, NK, PK, NPK), 5% de macronutrientes secundários e 30% de umidade (Rabelo, 2015).

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui
Captcha verification failed!
Falha na pontuação do usuário captcha. Por favor, entre em contato conosco!