24.6 C
Uberlândia
segunda-feira, junho 17, 2024
- Publicidade -spot_img
InícioNotíciasHerbicida para controle do capim amargoso é aprovado na fase de dessecação

Herbicida para controle do capim amargoso é aprovado na fase de dessecação

Herbicida Poquer® da Adama foi aprovado na fase de dessecação para controle do capim amargoso resistente

 

A permissão vai ajudar a combater as daninhas resistentes da soja.

 

Pulverização em soja - Crédito Luize Hess
Pulverização em soja – Crédito Luize Hess

O herbicida Poquer®, da ADAMA, já pode ser utilizado pelo agricultor na fase de dessecação para o cultivo da soja. A liberação pelo Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) atende às necessidades do agricultor, que poderá se beneficiar dos efeitos positivos da aplicação para combater a planta daninha resistente, capim amargoso, que tem aumentado significativamente em diversas regiões do País. “O Poquer® é uma solução eficiente e de aplicação simples“, afirma Ernesto Benetti, gerente de desenvolvimento de produtos da Adama.

O crescimento das ocorrências de capim amargoso nas lavouras verificou-se depois do uso continuado da soja RR, que originalmente permitia o uso do glifosato com eficiência. Porém a gramínea criou resistência e não respondeu mais à antiga solução. “Sem a prevenção, essa daninha pode causar prejuízos de até 80% ao agricultor“, alerta Benetti. Ele explica que o amargoso é mais recorrente nas regiões mais quentes.

O Poquer® tem apresentado ainda excelentes resultados na aplicação pós emergente na soja RR para controlar o milho voluntário, outra grande preocupação recente do agricultor, causada principalmente pelo aumento das áreas plantadas de milho safrinha RR.

 

Sobre o Poquer®

Poquer® é um graminicida pós-emergente, sistêmico, altamente seletivo. É efetivo contra uma ampla faixa de gramíneas anuais e perenes. A exclusiva molécula graminicida que compõe Poquer®, cletodim, aliada à formulação desenvolvida pelos melhores químicos da Adama em Israel, resulta em uma ferramenta eficaz e indispensável para o manejo de plantas daninhas resistentes e de difícil controle.

 

 

 

 

ARTIGOS RELACIONADOS

FMC apresenta Manejo Floresta no Limpo

A FMC AgriculturalSolutions marcou presença no Três Lagoas Florestal e apresentou ao setor florestal tecnologias eficazes e completas para o manejo do eucalipto, com...

Uso de maturadores antecipa a colheita do café

  Giovani BeluttiVoltolini giovanibelutti77@hotmail.com Pedro MenicucciNetto pedromenicucci2010@hotmail.com Isadora Bastos Santos isadorabs9200@gmail.com Graduandos em Agronomia pela Universidade Federal de Lavras " UFLA e membros do Grupo de Estudos em Herbicidas, Plantas...

Manejo de plantas daninhas em trigo tropical

Os produtores de grãos do cerrado brasileiro costumam realizar plantios na segunda safra com os propósitos de diversificar renda, otimizar o uso da terra e dos insumos, melhorar a oferta de produtos no mercado, proporcionar a produção de palhada na área, quebrar o ciclo de pragas, doenças e plantas daninhas, dentre outros.

DuPont apresenta portfólio preventivo

  A DuPont Proteção de Cultivos marcou presença mais uma vez no Congresso Brasileiro de Pesquisas Cafeeiras. De acordo com os organizadores, um renomado grupo...

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui
Captcha verification failed!
Falha na pontuação do usuário captcha. Por favor, entre em contato conosco!