22.2 C
Uberlândia
quarta-feira, novembro 8, 2023
- Publicidade -
InícioNotíciasHíbrido de milho bate recorde mundial de produtividade

Híbrido de milho bate recorde mundial de produtividade

Destaque Milho - Crédito ShutterstockO produtor americano do Estado da Virgínia, David Hula, bateu novo recorde mundial de produtividade de milho no concurso National Corn Growers Association 2015, onde alcançou a marca de 532 bushels por acre, mais de 33 toneladas por hectare, na categoria plantio direto/irrigado com o híbrido P1197AMâ„¢.

Os 18 vencedores do concurso em 2015, nas seis categorias de produção, tiveram rendimentos médios de mais de 386,4 bushels por acre, o dobro da média nacional projetada de 169.3 bushels por acre.  No ano passado, Randy Dowdy, um produtor da Geórgia, tornou-se o primeiro produtor a exceder a marca de 500 bushels por acre.

Essa é a terceira vez que Hula bate o recorde de produtividade do concurso com híbridos de milho marca Pioneer®, e como o mais novo recordista revela que a produtividade da sua lavoura tem aumentado significativamente nestes últimos três anos, resultado das corretas práticas de manejo adotadas como o cuidado com o solo, a planta, o manejo correto de pragas, a escolha correta do híbrido, e todos os benefícios trazidos pela biotecnologia nestes últimos anos. “Lembro quando o meu pai colhia 100 bushels por acre há alguns anos atrás. Hoje eu estou colhendo cinco vezes mais“, revela Hula.

O concurso é considerado uma oportunidade de superação para os agricultores americanos, e significa um avanço para a agricultura como um todo, pois revela quais são as melhores práticas agrícolas adotadas e a importância da tomada de decisão pelos produtores buscando enfrentar os desafios da agricultura naquele país, incluindo a seca. Também é uma fonte geradora de informações que moldam futuras práticas agrícolas de produção de milho em todo o mundo.

Veja aqui os resultados do concurso http://phbn.ws/6183BpUIF

ARTIGOS RELACIONADOS

Consorciação – Qual a ideal para a palhada?

Consorciação é a utilização de duas ou mais culturas de valor econômico ou não na lavoura. As plantas, após a colheita ou quando estão no seu máximo potencial vegetativo, sofrem a dessecação, para que possam servir de palhada para a cultura subsequente. Essa técnica funciona principalmente para regiões que possuem má distribuição de chuvas.

Estresses abióticos – O que fazer para não ter prejuízos

Douglas José Marques Professor de Olericultura e Melhoramento Vegetal da Universidade José do Rosário Vellano (Unifenas) douglas.marques@unifenas.br Hudson Carvalho Bianchini Professor de Fertilidade do Solo da Unifenas Danos causados...

Normas técnicas específicas para a produção integrada de tomate tutorado

O objetivo do projeto foi desenvolver e adaptar tecnologias que viabilizassem o Sistema de Produção Integrada de Tomate Tutorado (Sispit), pioneiro e único no Brasil.

Berinjela: Qual o manejo nutricional ideal?

Autores Roberto Botelho Ferraz Branco Pesquisador científico - APTA/Instituto Agronômico – Centro de Horticultura branco@iac.sp.gov.br A berinjela (Solanum melongena) é uma espécie pertencente à família...

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui
Captcha verification failed!
Falha na pontuação do usuário captcha. Por favor, entre em contato conosco!