26.6 C
Uberlândia
sexta-feira, junho 14, 2024
- Publicidade -spot_img
InícioNotíciasI Workshop sobre manejo de tomate e folhosas

I Workshop sobre manejo de tomate e folhosas

Evento na Esalq abordará novas tecnologias aplicadas à nutrição e ao combate de estresses

Acontecerá dias 9 e 10 de março, na Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz (US`P/Esalq), em Piracicaba/SP, o I Workshop sobre manejo de tomate e folhosas: novas tecnologias aplicadas à nutrição e ao combate de estresses.

O evento abordará, nesta primeira edição, Bioestimulantes aplicados a tomate e folhosas, com a pretensão de trazer ao produtor informações que possam ajudá-lo na decisão pela adoção desta nova tecnologia, que tem se mostrado promissora.  A carência de informações nesse setor é enorme e a busca por bioestimulantes para vencer estresses associados às mudanças climáticas, como o aumento de temperatura, estresse hídrico, entre outros, vem aumentando anualmente.

Segundo os organizadores, o objetivo é trazer novas informações para os profissionais do setor, sejam eles produtores como também empresas desenvolvedoras de tecnologia e pesquisadores.

Informações e inscrições em http://fundag.br/novo/i-workshop-sobre-manejo-de-tomate-e-folhosas/ .

Contexto “ Temperaturas extremas, falta de chuvas, salinização de solos, entre outros, são estresses que tendem aumentar com as mudanças climáticas globais, levando à queda de produtividade das culturas. As mudanças climáticas também têm contribuído para o aumento do ataque de pragas e doenças. Novas tecnologias têm procurado diminuir os efeitos negativos causados por estes fatores e a oferta de produtos chamados bioestimulantes aos agricultores tem aumentado. Os bioestimulantes podem ser divididos entre inoculantes microbianos promotores de crescimento, hidrolisados de proteínas e aminoácidos, substâncias húmicas, ácidos fúlvicos e extratos de algas. Porém, minerais com efeitos na fisiologia das plantas têm sido acrescentados a tais produtos, empregados não somente para fins nutricionais, mas também para aumentar a eficiência do produto na proteção de plantas contra estresses variados.

ARTIGOS RELACIONADOS

Daymsa – De olho nas altas produtividades

Desde 2007 a Daymsa participa da Hortitec. O maior evento do setor na América Latina é uma vitrine anual para a empresa, que aproveita...

Fisiologia para altas produtividades do cafeeiro

Fernando Simoni Bacileri Engenheiro agrônomo, mestre e doutorando em Fitotecnia - Universidade Federal de Uberlândia (UFU) ferbacilieri@zipmail.com.br Eli Carlos Oliveira Engenheiro agrônomo, doutor e professor na...

Cuidados na germinação aumentam produtividade?

Com a utilização de soluções para equilíbrio nutricional, foi possível identificar também um maior arranque inicial, aumento de nós reprodutivos e vagens por plantas O período de germinação...

Perfilhamento da cana é favorecido pelo uso de biológico no sulco de plantio

A cana-de-açúcar é uma cultura de grande importância no Brasil, país que ocupa a primeira posição entre os maiores produtores do mundo, além de ser uma excelente alternativa energética. O plantio convencional é um dos problemas desta cultura, devido ao gasto excessivo de colmos que poderiam ser destinados à indústria, além de aumentar o risco de difusão de pragas e doenças. A cana é extremamente dependente da adubação nitrogenada, por ser o nitrogênio um dos nutrientes responsáveis pela sua nutrição, absorvido em maior quantidade.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui
Captcha verification failed!
Falha na pontuação do usuário captcha. Por favor, entre em contato conosco!