16.6 C
Uberlândia
terça-feira, junho 18, 2024
- Publicidade -spot_img
InícioDestaquesIHARA promete inovação em defensivos na Showtec 2024

IHARA promete inovação em defensivos na Showtec 2024

Os visitantes conhecerão as tecnologias disruptivas da IHARA para que possam ter a melhor tomada de decisão no controle dos detratores de produtividade na próxima safra

Divulgação

A IHARA, empresa de pesquisa e desenvolvimento de defensivos agrícolas, apresentará portfólio de destaque na Showtec 2024, que ocorrerá entre os dias 21 e 23 de maio, em Maracaju (MS). No estande da empresa, os visitantes terão acesso aos benefícios do inseticida ZEUS, do recém-lançado fungicida SUGOY, que vieram para revolucionar o manejo e solucionar alguns dos principais problemas no campo, além de tecnologias para o controle de plantas daninhas com os herbicidas: SONDA, YAMATO e KYOJIN.

Um dos destaques é o inseticida ZEUS, que oferece alta performance contra os percevejos Marrom e Barriga-Verde na soja, além de atuar com excelência no manejo da cigarrinha do milho. Essa tecnologia potencializa os ingredientes ativos e garante maior poder de choque e residual do mercado em ambas as culturas.

Já o recém-lançamento  SUGOY – fungicida premium que promete revolucionar o manejo das principais doenças foliares na cultura da soja devido ao seu amplo espectro de alvos registrados. Em um único produto, poder sistêmico e de contato avassalador contra Ferrugem, Mancha-alvo, Antracnose e Oídio. Além do controle amplo e eficaz, essa solução traz uma série de outros avanços em praticidade na aplicação, redução de erros no preparo de calda, dentre tantas outras vantagens que resultarão diretamente na produtividade e rentabilidade do cultivo. Outro fator muito importante é que ele traz também o protetor em sua formulação, algo nunca visto antes no mercado e que contribui ainda mais para o manejo de resistência.

“A agricultura brasileira alcançou um nível de altíssima tecnificação e competitividade. O agricultor investe em inovação e tecnologia porque sabe o quanto tudo isso se traduz em sustentabilidade, produtividade, rentabilidade. A adoção de tecnologias corretas para o manejo adequado em cada fase da cultura conta e muito para se ter uma safra campeã”, comenta o engenheiro agrônomo e gerente de Marketing Regional da IHARA, João Tomás.

Nesse sentido, a IHARA busca sempre compreender às necessidades do campo e está comprometida com a pesquisa e o desenvolvimento de ferramentas cada vez mais eficientes, sustentáveis e alinhadas às demandas do mercado. “Na Showtec temos a valiosa oportunidade de apresentar para o produtor rural toda a tecnologia que disponibilizamos como resposta aos desafios do campo”, reforça Tomás.

Novas tecnologias herbicidas revolucionam o manejo de daninhas

Cada vez mais eficazes, seletivas e seguras, novas tecnologias herbicidas estão revolucionando o manejo de daninhas na cultura da soja e do milho, contribuindo para safras mais produtivas e de maior qualidade, proporcionando redução de custos operacionais e, consequentemente, maior rentabilidade na atividade.

Em substituição dos tradicionais ativos utilizados para este controle, a IHARA disponibilizou ao mercado o produto SONDA, com o selo HT (High Technology), tecnologia inédita voltada para o manejo em pós-emergência no cultivo do milho. Completando três anos de mercado, o produto já é destaque pela alta eficiência no combate das principais plantas daninhas como o Amendoim-bravo, Corda-de-viola, Picão-preto e Trapoeraba, que afetam de forma significativa a produtividade do milharal.  Com dupla ação, de contato nas plantas emergidas e sistêmico via raiz, por ser um herbicida seletivo não causa prejuízo ao desenvolvimento da cultura. É recomendado para o manejo de pós-emergência das plantas daninhas, permitindo também um efeito pré-emergente. A alta tecnologia de SONDA resulta em menos impacto ambiental e mais economia, por demandar uma menor dose de aplicação por hectare.

Outro destaque na linha de herbicidas é o YAMATO SC, solução que revolucionou o manejo de plantas daninhas na cultura do trigo agora veio para contribuir no controle da matocompetição no cultivo da soja e milho. Desenvolvido com uma tecnologia exclusiva com alta seletividade e longo residual para o controle pré-emergente das plantas daninhas como Capim-braquiára, Capim-colchão, Capum-amargoso e Capim-colonião, que esgotam a energia da soja e que são capazes de reduzir drasticamente o rendimento de grãos, mantendo a planta no limpo por mais tempo e sem afetar a cultura subsequente.

Já o KYOJIN, integra a linha dos Herbicidas do Futuro, que conta com a tecnologia Yamato – formulado especialmente para combater as daninhas resistentes, proporcionando maior e melhor controle do Capim-colchão, Capim pé-de-galinha, Corda-de-viola, Trapoeraba, Buva, entre outras invasoras na soja e no milho. Por ser um herbicida pré-emergente, seletivo e com efeito residual, ele confere eficiência ao manejo, mantendo as lavouras no limpo.

“Para vencer a matocompetição é preciso inovar. Por isso, a IHARA traz estas soluções inéditas para melhorar o manejo de resistência. Além de conseguir colher no limpo, a permanência do pós-emergente nas etapas iniciais do ciclo seguinte é vantajosa para o produtor também como contribuição extra ao manejo da pré-emergência, fundamental para a redução da matocompetição e o bom estabelecimento da cultura”, explica o gerente de Marketing Regional.

ARTIGOS RELACIONADOS

Trunemco é o novo bionematicida da IHARA

Nova tecnologia biológica no portfólio da empresa, lançamento agrega sustentabilidade e maior eficiência no controle dos nematoides de solo.

IHARA apresenta novidades tecnológicas para produtividade de grãos na Tecnoshow Comigo

Visitantes conhecerão os benefícios dos recém-lançamentos e destaques do portfólio que contribuirão para a máxima proteção das lavouras e produtividade na safra 24/25

Tecnologias impulsionam produção nacional do tomate

IHARA destaca contribuição do manejo preventivo para o rápido crescimento da produtividade média das lavouras brasileiras

IHARA anuncia tecnologia poderosa contra o bicudo do algodoeiro

Considerado a principal praga dos algodoeiros nas Américas, o bicudo pode reduzir em até 70% da produtividade da pluma.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui
Captcha verification failed!
Falha na pontuação do usuário captcha. Por favor, entre em contato conosco!