23.3 C
São Paulo
sexta-feira, julho 1, 2022
- Publicidade -
-Publicidade-
Inicio Revistas Hortifrúti Importância do molibdênio para as hortaliças

Importância do molibdênio para as hortaliças

Emanuel Alexandre Coutinho Pereira

Consultor de Vendas da AgroZap para HF

Renato Passos Brandão

Gestor Agronômico da Bio Soja

Rafael Bianco Roxo Lima Rodrigues

Estagiário do Deptº Agronômico da Bio Soja

Créditos Shutterstock
Créditos Shutterstock

Os nutrientes, elementos químicos essenciais à vida das plantas, são utilizados pelos produtores rurais com o intuito de aumentar a produtividade das culturas e a qualidade dos produtos agrícolas. Neste artigo será abordada a influência do molibdênio (Mo) nas hortaliças.

Funções do molibdênio nas plantas

O molibdênio é um dos nutrientes requeridos em menores quantidades pelas culturas produtoras de grãos. A concentração média de Mo na matéria seca das plantas é 0,1 mg/kg, enquanto a concentração do nitrogênio é 15 g/kg.

A extração de Mo pelos produtos frescos colhidos das hortaliças é extremamente pequena (Tabela 1). Dentre as hortaliças, a ervilha, alho e o feijão-vagem são as que mais absorvem Mo. Entretanto, o Mo é tão importante para as hortaliças quanto os demais nutrientes.

Tabela 1. Extração de molibdênio pelos produtos frescos colhidos de algumas hortaliças

Nova Imagem

Fonte: Adaptado de Mesquita Filho et. al., 2001.

A função fisiológica do Mo está associada com o metabolismo do nitrogênio nas plantas, tais como fixação biológica do nitrogênio (nitrogenase), assimilação do nitrato (redutase do nitrato) e síntese de proteínas.

Consequentemente, o baixo suprimento de Mo resultará em sintomas de deficiência de nitrogênio, caracterizado pela coloração amarela das folhas velhas (Romheld&Marschner, 1991). Com a inibição da atividade da redutase do nitrato pode ocorrer acúmulo de nitrato, ocasionando uma necrose nas folhas velhas.

Em brássicas, a menor síntese de proteínas inibe o crescimento das folhas causando deformações nas folhas novas, conhecido como ponte de chicote. Eventualmente, a clorose pode também ocorrer em folhas novas, o que pode ser devido à menor produção de cloroplastos induzida pela deficiência de molibdênio.

Dinâmica do molibdênio nos solos

A forma do Mo disponível às plantas é o ânion molibdato (MoO42-), que é absorvido predominantemente por fluxo de massa. É o movimento do nutriente da solução do solo para a rizosfera (camada do solo adjacente às raízes), quando da transpiração da planta.

A disponibilidade do Mo às culturas é afetada pelo pH do solo (Figura 1). Ao contrário dos micronutrientes catiônicos (Cu2+, Mn2+, Ni2+ e Zn2+), o pH mais baixo favorece a retenção do Mo nos solos, reduzindo a sua disponibilidade às plantas (Gupta, 1997).

Portanto, a disponibilidade do Mo às plantas é favorecida pela calagem dos solos. Entretanto, em muitos solos o teor total e solúvel do Moé baixo, e assim somente a calagem pode não ser capaz de suprir as exigências das plantas (Bataglia et al., 1975).

Nova Imagem (2)

Figura 1. Efeito do pH na disponibilidade do molibdênio às plantas.

Os solos mais arenosos possuem menores reservas de Mo e as hortaliças são mais susceptíveis à deficiência deste nutriente.As adubações fosfatadas aumentam a disponibilidade do Mo às plantas. O ânion fosfato (H2PO4-) é muito semelhante ao ânion molibdato (MoO42-), reduzindo a sua adsorção nos óxidos de ferro e alumínio no solo (Fontes et al., 2001).

Entretanto, o gesso agrícola tende a reduzir a disponibilidade do Mo às plantas. Ocorre maior lixiviação do ânion molibdato às camadas subsuperficiais do solo.

Créditos Shutterstock
Créditos Shutterstock

Fertilizantes fornecedores de molibdênio às plantas

A Bio Soja Fertilizantes possui uma linha completa de fertilizantes fluidos fornecedores de Mo, destacando-se o Fertilis® Mol, NHT® BioCoMo e o Nodulus® Gold (Tabela 2).

Tabela 2. Garantias dos fertilizantes fluidos da Bio Soja fornecedores de molibdênio às plantas

Fertilizantes fluidos Garantias (p/p) d (g/mL)
Co Mo
Fertilis® Mol 15 1,40
NHT®BioCoMo 1,5 15 1,40
Nodulus® Gold 1 10 1,25

Manejo da nutrição com molibdênio

A aplicação do Mo via foliar na fase vegetativa tem sido eficiente no fornecimento deste nutriente às hortaliças. Recomenda-se realizar duas pulverizações foliares na fase vegetativa até o início do florescimento das hortaliças.

Considerações finais

O Mo é um elemento químico essencial às plantas e está associado ao metabolismo do nitrogênio. OMo atua na redução do nitrato a nitrito (redutase do nitrato) e na síntese de proteínas.

De maneira geral, a deficiência de Mo pode ocorrer em solos arenosos, ácidos e naqueles com doses pesadas de gesso agrícola.As pulverizações foliares com o Mo devem ser realizadas na fase vegetativa das hortaliças.

Essa matéria você encontra na edição de junho 2016  da revista Campo & Negócios Hortifrúti. Adquira já a sua.

 

Inicio Revistas Hortifrúti Importância do molibdênio para as hortaliças