23.3 C
São Paulo
quinta-feira, junho 30, 2022
- Publicidade -
-Publicidade-
Inicio Revistas Hortifrúti Influência do nitrogênio no controle das doenças na batata

Influência do nitrogênio no controle das doenças na batata

 

Emanuel Alexandre Coutinho Pereira

Consultor de Vendas da Agrozap para HF

Renato Passos Brandão

Gestor Agronômico da Bio Soja

Rafael Bianco Roxo

Estagiário do Deptº Agronômico da Bio Soja

 

 Crédito Shutterstock
Crédito Shutterstock

O nitrogênio (N) é o segundo nutriente mais absorvido pela batata, superado apenas pelo potássio. Para a produção de 40 t de tubérculos são necessários de 120 a 160 kg de N.

Embora haja uma quantidade relativamente grande de nitrogênio nos solos, este é um dos nutrientes mais limitantes às culturas (HUBER; THOMPSON, 2007). Somente pequenas quantidades de N estão disponíveis às plantas na forma inorgânica, notadamente o amônio (NNH4+) e o nitrato (NNO3) (STANFORD, 1982).

Funções do nitrogênio na batata

O N é o nutriente que determina o desenvolvimento das plantas, estimulando o crescimento vegetativo e o início da tuberização da batata. O N participa na síntese de clorofila e na manutenção do dossel, elevando a capacidade da interceptação da radiação luminosa e aumentando a taxa fotossintética das plantas. Aumenta o número e o tamanho das folhas e hastes da batata.

É essencial na síntese de aminoácidos, proteínas, enzimas, hormônios, fitoalexinas e fenóis, entre outros componentes orgânicos. Afeta o tamanho das células e a espessura das paredes celulares (HUBER; THOMPSON, 2007).

O nitrogênio aumenta o número e o tamanho das folhas - Crédito Shutterstock
O nitrogênio aumenta o número e o tamanho das folhas – Crédito Shutterstock

Dinâmica do nitrogênio nos solos

O N é um dos elementos químicos mais dinâmicos na natureza (Figura 1). Os microrganismos atuam como catalizadores, acelerando as transformações do N na natureza (KIEHL, 1987).

Figura

Nitrogênio no solo

A camada superficial dos solos contém, normalmente, entre 0,08 a 0,4% de N total, totalizando entre 1.600 e 8.000 kg/ha de N (BREMNER, 1965). Segundo ALEXANDER (1977), a maior parte do N do solo está na forma orgânica, representando de 95 a 99% do N total, indisponível às plantas.

A fração orgânica do N oferece grande resistência à decomposição realizada pelos microrganismos do solo, liberando anualmente pequenas quantidades de N às plantas (KIEHL, 1987).

O nitrogênio é o nutriente que determina o desenvolvimento das plantas - Crédito Shutterstock
O nitrogênio é o nutriente que determina o desenvolvimento das plantas – Crédito Shutterstock

Interações do nitrogênio com as doenças na batata

O N é um dos nutrientes que mais influencia as doenças nas plantas, dentre as quais, a batata. De maneira geral, o excesso de N associado à deficiência de B tende a aumentar a severidade das doenças, enquanto o K tende a reduzi-las. Entretanto, há situações em que o N pode também reduzir a severidade das doenças (HUBER; THOMPSON, 2007).

O N interfere na severidade das doenças devido às mudanças na fisiologia das plantas e crescimento ou virulência do patógeno. Além disso, pode também modificar o ambiente biótico ou abiótico, especialmente a rizosfera das plantas (ZAMBOLIM; VENTURA, 2012).

A interação do N com as doenças em batata é influenciada pela dose do nutriente, época de aplicação (estágio fenológico das plantas ou atividade do patógeno), forma do N mineral (N-amoniacal e N-nítrico), condições do solo e interações com outros nutrientes.

Essa matéria completa você encontra na edição de abril 2016  da revista Campo & Negócios Hortifrúti. Adquira já a sua para leitura integral.

Inicio Revistas Hortifrúti Influência do nitrogênio no controle das doenças na batata