23.3 C
São Paulo
domingo, julho 3, 2022
- Publicidade -
-Publicidade-
Inicio Notícias Iniciativa 2,4-D leva informação sobre manejo de plantas a agricultores de todo...

Iniciativa 2,4-D leva informação sobre manejo de plantas a agricultores de todo o país

 Treinamento da Iniciativa 2,4-D realizado em 2014

Em parceria com universidades e entidades agrícolas, grupo ministra treinamentos sobre controle de invasoras, que podem ocasionar perdas de até 40% nas lavouras

 

 

A Iniciativa 2,4-D, grupo formado pelas empresas Adama, Atanor, Dow AgroSciences, e Nufarm com o objetivo de gerar informação técnica sobre o uso correto e seguro de defensivos agrícolas, percorrerá mais de 65 cidades nas cinco macrorregiões do Brasil, de maio a novembro deste ano, para realizartreinamentos para produtores rurais sobre Manejo de Resistência de Plantas Daninhas & 2,4-D. O novo ciclo de palestras dá continuidade ao programa iniciado em 2014, que contou com cerca de 3,5 mil participantes. “O agricultor brasileiro tem interesse em aprender e adotar práticas que contribuam para a sustentabilidade de sua atividade. Por isso, continuaremos fazendo a ponte entre o campo e a ciência, levando informações técnicas e atualizadas que tragam benefícios para o agronegócio e toda a comunidade“, declara a coordenadora da Iniciativa 2,4-D, Ana Cristina Pinheiro.

Em parceria com entidades como a Universidade de Passo Fundo (UPF), Universidade Estadual de Maringá (UEM) e Universidade Estadual do Norte do Paraná (UENP), o grupo levará pesquisadores para abordar informações sobre o manejo de resistência de plantas daninhas e o papel dos herbicidas e das boas práticas agrícolas no combate deste problema, além de apresentar aspectos técnicos do 2,4-D, como suas características físico-químicas, situação regulatória, estudos de toxicidade, ecotoxicidade e segurança no campo.

Segundo Mauro Rizzardi, professor doutor da Universidade de Passo Fundo parceiro da Iniciativa 2,4-D, as perdas de produtividade devido à presença de plantas daninhas podem chegar a 40%, se não controladas. Com o controle incorreto, varia entre 5 e 10%. “Uma planta de buva por m² reduz em até 12% a produtividade ” ou seja, 6 sacos por hectare, o que equivale a uma perda de 360 reais“, afirma o pesquisador.

Confira a agenda:

Treinamentos:

Estado

Cidade

Data

Pesquisador

GO

Jataí

15/jul

Robinson Osipe – UENP

Bom Jesus do Goiás

16/jul

Robinson Osipe – UENP

Silvânia

17/jul

Robinson Osipe – UENP

Goiatuba

30/jul

Rubem Silverio – UEM

Formosa

04/ago

Robinson Osipe – UENP

Vianópolis

05/ago

Robinson Osipe – UENP

MG

Patos de Minas

30/jun

Rubem Silverio – UEM

Uberaba

22/jul

Mauro Rizzardi – UPF

Coromandel

23/jul

Mauro Rizzardi – UPF

MS

Maracajú

02/jun

Rubem Silverio – UEM

Sonora

15/jun

Robinson Osipe – UENP

Dourados

18/jun

Rubem Silverio – UEM

Chapadão do Sul

21/jul

Robinson Osipe – UENP

MT

Lucas do Rio Verde

14/jul

Robinson Osipe – UENP

Tangará da Serra

21/jul

Rubem Silverio – UEM

Sapezal

22/jul

Rubem Silverio – UEM

Sorriso

23/jul

Rubem Silverio – UEM

Primavera do Leste

29/jul

Mauro Rizzardi – UPF

Rondonópolis

30/jul

Mauro Rizzardi – UPF

Canarana

05/ago

Mauro Rizzardi – UPF

Querência

06/ago

Mauro Rizzardi – UPF

Sapezal

12/ago

Mauro Rizzardi – UPF

Nova Mutum

18/ago

Robinson Osipe – UENP

PI

Bom Jesus

17/ago

Rubem Silverio – UEM

PR

Toledo

22/jun

Robinson Osipe – UENP

Mandaguari

29/jun

Robinson Osipe – UENP

Marialva

27/jul

Robinson Osipe – UENP

Ivaiporã

28/jul

Robinson Osipe – UENP

Ubiratã

11/ago

Robinson Osipe – UENP

Maringá

26/ago

Robinson Osipe – UENP

Irati

9/set

Mauro Rizzardi – UPF

Pato Branco

11/set

Mauro Rizzardi – UPF

RO

Cerejeiras

13/ago

Mauro Rizzardi – UPF

RS

Erechim

01/jun

Mauro Rizzardi – UPF

Chapada

02/jun

Mauro Rizzardi – UPF

Sarandi

08/jun

Mauro Rizzardi – UPF

Ibirubá

22/jun

Mauro Rizzardi – UPF

Santa Cruz do Sul

23/jun

Mauro Rizzardi – UPF

SP

Ribeirão Preto

01/jun

Robinson Osipe – UENP

Paranapanema

02/jun

Robinson Osipe – UENP

Assis

30/jun

Mauro Rizzardi – UPF

Santa Cruz do Rio Pardo

01/jul

Mauro Rizzardi – UPF

Guaíra

06/jul

Mauro Rizzardi – UPF

TO

Gurupi

28/jul

Rubem Silverio – UEM

Sobre a Iniciativa 2,4-D

 

A Iniciativa 2,4-D é um grupo formado por representantes das empresas ADAMA, Atanor, Dow AgroSciences e Nufarm, que, com apoio acadêmico, tem como propósito gerar informação técnica sobre o uso correto e seguro de defensivos agrícolas, além de apoiar projetos que abordem esta questão, como o Projeto “Acerte o Alvo ” evite a deriva na aplicação de agrotóxicos“, realizado no Paraná. O foco é educar o produtor sobre a importância da utilização correta de tecnologias que garantam a qualidade da aplicação dos defensivos agrícolas. O grupo defende que o uso adequado das tecnologias de aplicação e a precaução para evitar a deriva são essenciais para garantir a eficácia e a segurança ambiental na utilização de defensivos agrícolas. A Iniciativa 2,4-D se apresenta como fonte de informação e esclarecimento, que, apoiada por estudos acadêmicos, visa desmistificar o emprego do 2,4-D.

Visite: www.iniciativa24d.com.br

Inicio Notícias Iniciativa 2,4-D leva informação sobre manejo de plantas a agricultores de todo...