Interação insetos e plantas

0
93

Autores

Paulo Roberto de Camargo e CastroProfessor Titular ESALQ/USPprcastro@usp.br

Jeisiane Andrade – Mestranda ESALQ/USP

Inseto- Crédito: Jorge Barcelos

A interação entre insetos e plantas exerce um papel de grande importância para os agroecossistemas, de relevância mútua, que em sua maioria favorece a propagação de diversas espécies de plantas por meio da polinização.

Logo, a interação planta-inseto é dinâmica, podendo oscilar constantemente. Algumas espécies atuam como agentes polinizadores, enquanto outros são denominados pragas, em situações específicas.

Os limites de cada um

A denominação popular praga se refere a uma população abundante da espécie que se alimenta das plantas, interferindo na fisiologia e morfologia do vegetal, por exemplo, e prejudicando o rendimento produtivo, o que tem grande relevância principalmente para espécies de interesse comercial.

Isso fez com que as plantas desenvolvessem diversos mecanismos (exsudação de substâncias voláteis que atraem predadores dos insetos herbívoros, metabólitos secundários, toxinas, além da densidade da cutícula e dos tricomas) para reduzir o ataque de insetos com a ativação de diferentes vias metabólicas no vegetal.

Por exemplo, a aplicação de secreção oral de larvas e também insetos adultos causará pequenos ferimentos mecânicos que serão suficientes para estimular a secreção de compostos como o ácido jasmônico (JA), hormônio vegetal que repele o ataque dos insetos às plantas, ou até para induzir um mecanismo de defesa indireto, como a liberação de outros compostos voláteis que atraem insetos parasitoides que se alimentarão dos insetos-praga.

De acordo com a literatura, foram descritos dois elicitores (indutores de resposta vegetal) conhecidos, os quais estimulam a síntese e liberação de sinais químicos voláteis – são eles a α-glucosidase de lagartas de Pieros brassicae e um derivado de ácido graxo, N (17-hidroxilinolenoil) -L-Gln (volicitina) de lagartas da beterraba.

Como funciona

Para ler o restante deste artigo você tem que estar logado. Se você já tem uma conta, digite seu nome de usuário e senha. Se ainda não tem uma conta, cadastre-se e aguarde a liberação do seu acesso.