22.8 C
Uberlândia
quarta-feira, julho 17, 2024
- Publicidade -spot_img
InícioArtigosGrãosIrrigação de precisão chega para inovar

Irrigação de precisão chega para inovar

Carlos Alberto Kamienski

Professor titular em Ciência da Computação da Universidade Federal do ABC (UFABC)

carlos.kamienski@ufabc.edu.br

Crédito Luize Hess
Crédito Luize Hess

O projeto SmartWater Management Platform (SWAMP) vai desenvolver ao longo de três anos métodos baseados em Internet das Coisas para gerenciamento agrícola inteligente de água na irrigação de precisão.

A seleção ocorreu dentro da 4ª Chamada Coordenada Brasil-União Europeia em Tecnologias da Informação e Comunicação (TIC), que no Brasil é financiado pela Rede Nacional de Pesquisa (RNP) e pela Secretaria de Políticas de Informática (Sepin) do Ministério de Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC).

O SWAMP vai oferecer ao agricultor uma plataforma de gerenciamento de irrigação que em tempo real apura dados sobre clima, solo, condições de cultivo, níveis e qualidade dos sistemas de fornecimento e de distribuição de água. Com base nessas informações, a plataforma identifica a necessidade de irrigação de cada área individualmente, evitando os prejuízos econômicos e ambientais da irrigação excessiva e insuficiente. O projeto iniciou em novembro de 2017 e terá duração de três anos.

Como funciona

A ideia é obter vários tipos de dados referentes à produção agrícola. Por meio de modelos de demanda de água e análise de dados (Big Data Analitics) a plataforma SWAMP será capaz de transformá-los num mapa de prescrição de irrigação.

Sensores de vários tipos (inclusive sensores fixos no solo, estações meteorológicas e drones) coletam as informações, que são transmitidas por meio de várias tecnologias para algum servidor localizado na fazenda ou na nuvem computacional e por técnicas inteligentes é possível determinar a demanda de água de cada cultura.

O principal objetivo é testar a tecnologia in loco, e para isso serão testados quatro pilotos – dois no Brasil, um na Itália e outro na Espanha. Um grande desafio para a plataforma SWAMP é o requisito de poder ser replicada a outras culturas, cenários, países e condições climáticas, com poucas modificações.

Benefícios para a agricultura

Diversas tecnologias podem ser utilizadas na agricultura para monitorar o estado das plantações e tomar decisões que podem ser aplicadas automaticamente ou com a intervenção do produtor rural. Àmedida que as diferentes tecnologias são introduzidas na produção agrícola, elas tenderão a se tornar cada vez mais eficientes e acuradas, ganhando a confiança do produtor.

O projeto SWAMP trabalha com o gerenciamento inteligente de água, especificamente para a irrigação de precisão na agricultura. Neste caso, os objetivos são economizar água (que em muitos casos é escassa ou cara), economizar energia (componente majoritário no custo de irrigação) e aprimorar a qualidade.

Viabilidade

É necessário que novas tecnologias sejam testadas em campo, principalmente em ambientes reais de produção. Nesse momento, não existe como garantir um funcionamento 100% seguro das tecnologias envolvidas na automatização das atividades agrícolas para irrigação de precisão. É necessário que o produtor invista e acredite em ideias novas nesse momento para poder almejar os benefícios esperados.

Custo x retorno

No caso do projeto SWAMP, por se tratar de um projeto de pesquisa, não é possível estimar o custo final para o produtor numa possível implementação real. Espera-se que, ao final do projeto, empresas desejem comercializar ideias desenvolvidas pelos pesquisadores brasileiros e europeus e então seja possível determinar os custos.

Ainda não há como prever o retorno do investimento, devido ao projeto estar no seu início e não visar a comercialização. No entanto, várias ideias e tecnologias serão aplicadas, as quais poderão fazer parte ou não de uma situação real de implantação em produção no campo.

Várias tecnologias já existem e outras ainda precisam ser desenvolvidas. O que se pretende, nesse momento, é reuni-las numa única plataforma computacional (conjunto de componentes de software e hardware), de maneira que elas trabalhem conjuntamente para tornar mais eficiente a gestão da água na irrigação de precisão.

Figura 1 para visualizar-01

Essa matéria você encontra na edição de abril 2018 da revista Campo & Negócios Grãos. Adquira já a sua.

ARTIGOS RELACIONADOS

A irrigação agrícola e sua fundamental importância mesmo em tempos de crise hídrica

Com a maior necessidade de racionalizar e economizar o uso da água perante a crise hídrica vivida por algumas regiões do Brasil, é natural...

Tecnologia de enxertia em mudas de tomates e pimentões

  Há muitos anos os japoneses utilizam a técnica da enxertia em pepinos com cavalos de abóboras, porém, nós últimos anos, com todos os problemas...

DuPont Pioneer e DuPont Crop Protection participaram do 2º Congresso Nacional de Mulheres no Agronegócio

Nos dias 17 e 18 de outubro, a DuPont Pioneer e a DuPont Crop Protection apoiaram e participaram do 2º Congresso Nacional de Mulheres...

MICROGEO® participa da Expodireto Cotrijal e divulga a adubação biológica

A empresa defende a prática para melhoria da produtividade Entre os dias 06 e 10 de março, a cidade de Não-Me-Toque (RS) sedia a Expodireto...

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui
Captcha verification failed!
Falha na pontuação do usuário captcha. Por favor, entre em contato conosco!