Janela de plantio, como funciona?

0
498

Autor

Décio KaramMembro do Conselho Científico Agro Sustentável (CCAS), Ph.D e pesquisador de Manejo de Plantas Daninhas da Embrapa Milho e Sorgodecio.karam@embrapa.br

Milho – Fotos: Shutterstock

O substantivo feminino “janela” tem sido utilizado para várias denotações, entretanto, é mais aplicado quando nos referimos a um vão em paredes de uma construção a meia altura que permite a entrada de ar e claridade nos ambientes. Mas, quando o relacionamos à agricultura, essa terminologia é usada para definir a melhor época para se realizar o plantio das culturas, levando em conta o menor risco de frustração de safra.

A partir da safra 1995/96, o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) passou a disponibilizar informações para os agricultores sobre a melhor época de plantio de várias culturas de acordo com o município, as características do clima, o tipo de solo e o ciclo das cultivares.

A finalidade dessa informação é repassar ao agricultor o período em que há a menor possibilidade de adversidades climáticas, que coincida com as fases mais sensíveis das culturas, reduzindo, desta maneira, as probabilidades de quebra de safras. Assim, na agropecuária brasileira estes períodos são conhecidos como “janela de plantio”.

A importância da janela de plantio fica mais evidente quando observamos os agentes financiadores da produção agrícola baseando suas decisões de liberação de recursos a partir da análise da capacidade financeira do produtor e dos aspectos técnicos para a instalação e condução da lavoura, tendo como ponto principal de decisão o período de plantio definido no Zoneamento Agrícola de Risco Climático (Zarc).

Para conhecer o melhor período de plantio, o agricultor pode acessar o portal do Programa Nacional de Zoneamento Agrícola de Risco Climático por meio do site do Mapa https://www.gov.br/agricultura/pt-br/assuntos/riscos-seguro/programa-nacional-de-zoneamento-agricola-de-risco-climatico, onde se pode fazer a busca pelo município e pela cultura a ser implantada.

Atenção

Para se ter sucesso no plantio do milho safrinha é importante prestar atenção à época de semeadura, já que, quanto mais tarde for semeado, menor será o potencial produtivo da cultura e maior será o risco de perdas por geada e/ou seca, dependendo da região produtora. Como alternativa para aumentar esta janela de plantio para a cultura do milho safrinha, o uso de cultivares de soja mais precoces é recomendado e essa prática é usualmente adotada. 

Para ler o restante deste artigo você tem que estar logado. Se você já tem uma conta, digite seu nome de usuário e senha. Se ainda não tem uma conta, cadastre-se e aguarde a liberação do seu acesso.