Jaracatiá: Fruta famosa para compotas

0
141

Autor

Givago CoutinhoDoutor em Fruticultura e professor – Centro Universitário de Goiatuba (UniCerrado)givago_agro@hotmail.com

Jaracatiá – Crédito: Internet

Dentre as espécies pertencentes à família Caricaceae, que apresenta seis gêneros com 35 espécies (Badillo, 2000), o mamoeiro (Carica papaya L.) é a espécie de maior importância econômica. Contudo, outra espécie vem chamando atenção pelo seu potencial: o jaracatiá (Jacaratia spinosa (Aubl.) A.DC. sinonímia Jacaratia dodecaphylla (Vell.) A. DC.).

Nativa do Brasil, especificamente do Cerrado brasileiro, o jaracatiá, também chamada de mamão-do-mato, é uma fruta tipicamente brasileira. Sua ocorrência em solo brasileiro se dá desde a região norte, nos Estados do Pará, Amazonas, Acre, Rondônia e Amapá, passando pelo Nordeste (Bahia, Maranhão, Ceará, Alagoas, Pernambuco e Paraíba), Centro-oeste (Mato Grosso, Mato Grosso do Sul e Goiás), Sudeste (São Paulo, Rio de Janeiro, Minas Gerais e Espírito Santo) e Sul (Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul). Assim, a espécie está presente nos biomas Amazônia, Cerrado e Mata Atlântica.

Botanicamente, o fruto do jaracatiá é uma baga de formato alongado, atingindo até 10 cm de comprimento e 3,0 a 5,0 cm de largura, de coloração amarelo intenso a alaranjado, após o amadurecimento (Donadio, 2007), sendo seus frutos comestíveis.

O aproveitamento dos frutos para consumo ao natural e, sobretudo na agroindústria, tem despertado o interesse de diversos fruticultores que veem na espécie grande potencial para cultivo. Assim, conhecer aspectos pertinentes ao comportamento fenológico e culturais são essenciais na exploração racional do jaracatiá em áreas comerciais.

Versatilidade

De grande versatilidade, o jaracatiá tem diversas aplicações e utilidades. Na alimentação humana, os frutos comestíveis são consumidos em estágios mais avançados de maturação ou mesmo assados.  Já o fruto ainda verde pode ser utilizado na fabricação de doces.

Segundo a Embrapa, utilizado popularmente como planta medicinal, o leite (latéx) do fruto verde é usado contra opilação, os frutos são antihelmínticos e usados no combate a infecções hepáticas e dores no corpo. Além disso, ocorre a comercialização de sementes.

Oferta e demanda

Para ler o restante deste artigo você tem que estar logado. Se você já tem uma conta, digite seu nome de usuário e senha. Se ainda não tem uma conta, cadastre-se e aguarde a liberação do seu acesso.