23.3 C
São Paulo
segunda-feira, julho 4, 2022
- Publicidade -
-Publicidade-
Inicio Revistas Grãos JKS - Especialista em bandejas

JKS – Especialista em bandejas

 

Fotos Péricles de Carvalho
Fotos Péricles de Carvalho

A JKS produz bandejas plásticas desde 2003. Péricles Antonio de Carvalho, diretor superintendente da empresa, conta que os critérios para o desenvolvimento das novas bandejas é identificando as necessidades dos clientes, idealizar uma bandeja protótipo, testar em campo, avaliar as respostas dos clientes, finalizar o projeto e lançar a nova bandeja no mercado.

“Nós desenvolvemos a primeira bandeja plásticarígida específica para produção de mudas de cana-de-açúcar do Brasil“, orgulha-se Péricles de Carvalho. As dimensões da bandeja são:

ð Formato da célula: cilíndrica com guias radiculares;

ð Número de mudas: 162;

ð Volume da célula: 50 cm3;

ð Medidas externas: 74 x 337 x 670 mm;

ð Densidade por m2: 715 mudas.

Lado a lado com os clientes

O mercado de mudas de cana-de-açúcar está em franco desenvolvimento e acreditamos que poderão ser usados vários modelos e tamanhos de bandejas e tubetes, dependerá de cada projeto. “A JKS, além do modelo de 162/50ml, tem um modelo de bandeja de 162/31ml e dois tubetes de 115 e 180 ml que são usados para a produção de mudas de cana.Para o final de 2015 e início de 2016 lançaremos duas novas bandejas, com novos designers de 162/47 ml e 128/70 ml, atendendo as necessidades de nossos clientes, revela Péricles de Carvalho.

O mercado de mudas de cana-de-açúcar está em franco desenvolvimento Fotos Péricles de Carvalho
O mercado de mudas de cana-de-açúcar está em franco desenvolvimento Fotos Péricles de Carvalho

A empresa

A JKS é pioneirano Brasil na produção e comercialização de bandejas plásticas específica para produção de cana-de-açúcar. “A maior vantagem das nossas bandejas é a sua rigidez e durabilidade, facilitando muito o manejo no viveiro. É a única bandeja que oferece condição de mecanização total de transplantio no campo“, garante Péricles de Carvalho.

Ainda segundo ele, as vantagens desse novo sistema de plantio de cana são enormes, trazendo melhorias de produção e produtividade em toda a cadeia, da mudinha até o produto final. “Podemos seguramente comparar essa nova tecnologia na produção de cana a implantação do plantio direto de grãos na década de 70 no Brasil“, conclui.

Essa matéria você encontra na edição de julho da Revista Campo & Negócios Grãos. Adquira o seu exemplar.

Inicio Revistas Grãos JKS - Especialista em bandejas