23.3 C
São Paulo
quarta-feira, julho 6, 2022
- Publicidade -
-Publicidade-
Inicio Revistas Grãos KPIs – Ferramenta de gestão rural

KPIs – Ferramenta de gestão rural

Crédito Shutterstock

Daniela Andrade
Mestre em Fitotecnia e Gerente de Planejamento e Controle de Produção (PCP) – Santa Colomba
daniela.agronomia9@gmail.com

Indicadores agrícolas de desempenho, também conhecidos como KPIs, são ferramentas de gestão utilizadas para medir o nível de desempenho ou de sucesso da produção rural. Eles indicam se o negócio está no caminho certo para conseguir rentabilidade, maior competitividade e qualidade na produção agrícola. Sem eles, a análise e o planejamento das próximas estratégias de trabalho ficam mais difíceis.

Entenda

De nada adianta conhecer o que fazer, colocar em prática e não medir se verdadeiramente está trazendo resultados. Se você não tem essa informação, não saberá o que está acontecendo na fazenda, tampouco conseguirá otimizar processos e melhorar sua estratégia de negócio.
Peter Drucker, pai da administração, afirma que “aquilo que não é medido não pode ser melhorado”. Por isso, para colher melhores safras e alcançar resultados cada vez mais significativos, é essencial fazer uso de KPI (Key Performance Indicator, também chamados de indicadores de performance)
O KPI é uma ferramenta de gestão com objetivo de medir o desempenho e o sucesso de qualquer empreendimento, e na agricultura não é diferente. Hoje, são utilizados em todo processo de produção, desde o plantio até a colheita, passando por todos setores, incluindo os de suporte, como manutenção, estoque, MIP, custo, dentre outros.
“Indicadores de desempenho são medidas que mostram a comparação do que foi realizado pela operação em relação a uma expectativa ou objetivo”, afirma Andressa Francischini e Paulino Francischini, no livro Indicadores de desempenho: dos objetivos à ação (Alta Books, 2018).
O principal objetivo dessas medições é saber se o seu processo produtivo está indo bem, conforme previamente planejado, ou quais aspectos merecem uma atenção especial para serem melhorados.
As informações obtidas pelos indicadores de desempenho servirão como base para a tomada de decisão, a qual tende a ser mais assertiva quando não está baseada em meros achismos. Por isso, o KPI é considerado o termômetro da operação de campo.

Benefícios

Diante de tantas informações, dados e números, o agricultor tem um melhor gerenciamento das suas operações, pois é capaz de monitorar suas operações e identificar falhas que podem comprometer a lucratividade.
O acompanhamento dos indicadores agrícolas proporciona maior conhecimento do negócio e o que se passa em cada setor. Os KPIs agrícolas ajudam a gestão a:
 Conhecer a eficiência das operações de campo (rendimento, disponibilidade mecânica, horas produtivas);
 Dimensionar máquinas e mão de obra;
 Conhecer a média de consumo de recursos da propriedade;
 Controlar os desvios de defensivos, adubos e corretivos;
 Planejar de forma mais assertiva;
 Conhecer a produtividade;
 Gerar maior rentabilidade;
 Otimizar tempo dos recursos.

Manejo

Para extração e acompanhamento dos indicadores agrícolas, podem ser executadas as técnicas de maneira simples ou mais bem elaborada, mas o importante é começar. Por exemplo, para o acompanhamento de eficiência das operações de campo, como plantio, pode-se implantar formulários simples de papel que contenham informações como data, nome do operador, horímetro, hectares realizados e talhão.
Com essas informações o agricultor já consegue compilar em um banco de dados e assim obter informações para começar uma análise de rendimento. No mercado também há alguns softwares de gestão que são automatizados e trazem as informações de forma estruturada.
Seguem abaixo alguns exemplos dos principais indicadores-chave empregados em empresas agrícolas. São eles:

  1. Indicador de qualidade: são indicadores que remetem à qualidade de operação ou do produto comercializado. Esses podem ser medidos por perdas de colheita, umidade do grão, palatabilidade, índice de danos mecânicos, quebra de grãos, qualidade de fibra, etc. Dependendo da cultura que for avaliada.
  2. Indicadores de produtividade: a partir dele é possível medir a eficiência e performance de seu negócio, com clareza dos prazos comparados com as metas. Podem ser medidas aqui as horas efetivas, rendimento (h/ha), eficiência de motor, quantidade de combustível (L/ha ou L/h), horas improdutivas e paradas, disponibilidade mecânica, área trabalhada por dia, dentre outros.
  3. Indicadores administrativos: esses KPIs focam mais na parte administrativa de seu negócio, como indicadores de quantidade de pessoas, máquinas, faltas, 5s, turnover, etc.
  4. Indicadores financeiros: a partir dele é possível medir a saúde financeira do seu negócio, comparando com o orçamento previsto para safra e o custo por cultura.
    No mercado existem consultores que fazem esse trabalho inicial de desenvolvimento e implantação de um sistema de gestão da informação.
Inicio Revistas Grãos KPIs – Ferramenta de gestão rural