KWS Sementes é a marca que mais cresceu no Mercado

0
276
Frame

Segundo a última pesquisa realizada pela Kleffmann Group, a KWS Sementes é a marca de sementes de milho que mais cresceu em volume de vendas e em área plantada quando consideramos o mercado total de milho brasileiro, e considerando o plantio da Safrinha 2020.

Segundo dados da pesquisa, a KWS obteve um crescimento de 1,9% considerando o mercado total estimado, que é de 17 milhões de hectares, e de 2,2% considerando a Safrinha, cujo mercado total em 2020 é estimado em 13,4 milhões de hectares.

Esse crescimento se deve a vários fatores. Dentre eles, a qualidade do trabalho do time de melhoramento da KWS juntamente com a equipe técnica da empresa (Agroservice), desenvolvendo materiais adaptados para as diferentes regiões de cultivo e realizando o trabalho de posicionamento desses produtos considerando as condições de cada produtor.

Além disso, a KWS conta com mais moderna Unidade de Beneficiamento de Sementes do país, inaugurada em 2019, com capacidade para beneficiar até 2 milhões de sacas por ano, e com um sistema de beneficiamento inovador, que utiliza o modelo horizontal que diminui o impacto do processo nas sementes, possibilitando assim sementes de maior qualidade.

A marca possui hoje mais de 25 híbridos em seu portfólio, com destaque para os materiais com a tecnologia Viptera3®, em especial o híbrido K9606VIP3, um dos híbridos mais vendidos no Brasil, e que apresenta como característica forte a estabilidade, que é essencial para essa época de cultivo.

“Ser a empresa que mais cresceu na safrinha 2020 nos mostra que estamos no caminho certo. A KWS Brasil vem se destacando com novos híbridos no mercado, e com um time cada vez mais capacitado e dedicado a atender as necessidades dos nossos produtores e clientes”, afirma Marcelo Salles, diretor da KWS na América do Sul.

A empresa informa ainda que possui um plano de crescimento para 10 anos, atrelado a grandes investimentos em Pesquisa e Desenvolvimento e ao lançamento de novos materiais (milho, soja e sorgo).

A KWS conta com 4 estações de pesquisa em todo o Brasil, que estão localizadas em diferentes zonas ambientais, para desenvolver produtos especificamente testados para as diversas regiões do país. Além disso, a companhia está implementando um centro avançado de pesquisa na região nordeste do país.

Concluindo, a KWS vem investindo fortemente em pesquisa e tecnologia para atender cada vez melhor os produtores brasileiros.

“Nesses 8 anos no Brasil, a KWS vive sua melhor fase. Com um crescimento significativo, materiais de excelência e a unidade de beneficiamento mais moderna do país. Tudo isso com um único objetivo: fornecer tecnologia de ponta ao produtor’’, finaliza Salles.

Sobre a KWS:

De origem alemã e presente em mais de 70 países, a KWS é hoje a quarta principal empresa de melhoramento de sementes do mundo.

Desde 1856 a empresa dedica-se à pesquisa e desenvolvimento de sementes, e a sua principal missão é apoiar o agricultor brasileiro, levando produtos diferenciados e informações técnicas de qualidade, promovendo assim a sustentabilidade e rentabilidade no campo.

Como estratégia de expansão da companhia na América Latina, a KWS inaugurou em agosto de 2019 sua unidade de beneficiamento de sementes em Patos de Minas/MG. Essa é a primeira planta do país com o modelo horizontal no seu processo de classificação, tendo capacidade para 2 milhões de sacos de sementes de milho.

A empresa direciona anualmente seus esforços para a pesquisa e desenvolvimento de novos produtos, investindo duplos dígitos em pesquisa. Contribui, dessa forma, para a evolução da produtividade das lavouras com genéticas superiores.

KWS Sementes – Semeando o futuro desde 1856.