21.2 C
Uberlândia
sexta-feira, julho 19, 2024
- Publicidade -spot_img
InícioArtigosGrãosMais produtividade e lucro na soja

Mais produtividade e lucro na soja

Shutterstock

O uso racional de insumos na agricultura é um conceito bastante difundido e uma prática sustentável que influencia tanto na produtividade quanto na lucratividade do agronegócio.
Mesmo sabendo que os insumos biológicos não substituem as fontes minerais, as adoções destas tecnologias permitem realizar uma revisão nas práticas de manejo convencionais e reduzir, inclusive, a quantidade e os impactos do uso extensivos dos fertilizantes.
O adubo biológico produzido com Microgeo® é o único que restabelece o microbioma do solo independente da cultura e do manejo. Isto é, ele repõe a biodiversidade de microrganismos no sistema agrícola.
Sendo assim, cada microrganismo desempenhará sua função promovendo resultados multifuncionais na lavoura, tais como: bioestruturação física do solo, saúde ecológica do solo e da planta, maior eficiência nutricional e consequentemente, maior produtividade.

Em campo

Um experimento realizado pelo Grupo Floss, por exemplo, avaliou o efeito residual do fósforo na presença e ausência da Biotecnologia Microgeo® na cultura da soja. A safra 2019/20 constou de 4 doses de fósforo (0, 60, 120 e 180 kg/ha de MAP). Enquanto a safra 2020/21, a dose de fósforo aplicada foi única (200 kg/ha de MAP) variando apenas a presença do adubo biológico.
O resultado de produtividade da soja da safra 2019/20, descrito na Tabela 1, demonstraram ganho médio de 2,0 sc/ha a mais na presença da Biotecnologia Microgeo®. Destaca-se o maior ganho (4,7 sc/ha) na presença com o adubo biológico comparado ao padrão (ausência do insumo biológico) na dose reduzida de fósforo (60 kg/ha de MAP).
Efeito da maior eficiência do fertilizante promovido pelo microbioma do solo, restabelecido por meio do adubo biológico, o que confere aumento em lucratividade agrícola. Vale ressaltar que a safra sofreu períodos de déficit hídrico.
Tabela 1. Produtividade (sc/ha) de soja em diferentes doses de fósforo na presença e ausência do Adubo Biológico, produzido com Microgeo, safra 2019/20.

Tabela 1. Produtividade (sc/ha) de soja em diferentes doses de fósforo na presença e ausência do Adubo Biológico, produzido com Microgeo, safra 2019/20.

Dose de MAP
(kg/ha)
Padrão
(sc/ha)
Microgeo®
(sc/ha)
Ganho
(sc/ha)
073,6 Bab75,5 Aab*2,0
6073,3 Bb78,0 Aab4,7
12078,3 Bab79,1 Aa0,9
18079,2 Aa79,7 Aa0,5
Média76,178,12,0

Médias seguidas da mesma letra minúscula, na coluna, e de mesma letra maiúscula, na linha, não diferem entre si pelo teste de Tukey, a 5% de probabilidade de erro.

Na safra 202/21 o adubo biológico promoveu a reestruturação física do solo, o qual diminuiu em 20,5% a compactação do solo (densidade) e aumentou 10% na porosidade do solo na camada de 0 a 10 cm. Houve ganho médio de produtividade em 3,9 sc/ha na presença da Biotecnologia Microgeo®.

Tabela 2. Produtividade (sc/ha) de soja na presença e ausência do Adubo Biológico, produzido com Microgeo®, todos os tratamentos receberam 200 kg/ha de MAP, safra 2020/21.

Dose de MAP utilizado na safra 2019/20
(kg/ha)
Padrão
(sc/ha)
Microgeo®
(sc/ha)
Ganho
(sc/ha)
078,0 B81,0 A ns3,0
6076,4 B81,2 A4,8
12077,6 B81,9 A4,3
18077,9 B81,2 A3,4
Média77,481,33,9

Médias seguidas da mesma letra minúscula, na coluna, e de mesma letra maiúscula, na linha, não diferem entre si pelo teste de Tukey, a 5% de probabilidade de erro. *ns = não significativo

“A agricultura vem passando por importantes transformações e se mostra cada vez mais avançada, já que buscamos conhecer todos os fatores (químico, físico e biológico) que estão relacionados à produção. Com as pesquisas e compartilhamento dos resultados, buscamos levar ao produtor ferramentas para que ele possa utilizar na prática e que seja de melhoria para a sustentabilidade em sua produção”, disse o consultor Luiz Floss.
Por promover benefícios multifuncionais ao sistema solo e planta, a Biotecnologia Microgeo® tem sido considerada como essencial para os produtores que precisam lidar com as incertezas econômicas. “É uma maneira de devolver a diversidade biológica do solo, aumentar a eficiência dos fertilizantes e, com isso, alcançar resultados satisfatórios de produtividade e lucrativdade”, explicou Maria Stefânia D´Andréa-Kühl, da Microgeo.

ARTIGOS RELACIONADOS

BASF lança solução para controle de ferrugem asiática e mancha-alvo

Rio Grande do Sul é um dos estados com maior número de registros de ferrugem asiática na safra 2019/20 de acordo com o monitoramento do Consórcio Antiferrugem....

Embrapa lança cultivar de soja resistente à ferrugem

Lançamento: Nova cultivar de soja convencional com alta produtividade e resistência à ferrugem asiática.

Soja editada da GDM com baixa presença de açúcares é aprovada pelo governo colombiano

Trata-se de uma inovação importante para o mercado de soja. Para isso, a empresa investiu, somente no último ano, cerca de R$ 400 milhões em pesquisa, apenas no Brasil.

Soja, milho e café puxam mercado de biocontrole no Brasil

Pragas encontradas nessas culturas impulsionam o mercado para novas soluções.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui
Captcha verification failed!
Falha na pontuação do usuário captcha. Por favor, entre em contato conosco!