Mais proteção dos frutos da banana com ensacamento

0
359

Ana Carolina Batista Bolfarini

Engenheira agrônomae doutora em Agronomia/Horticultura

anacarolinabolfarini@hotmail.com

Fotos Electro Plastic

Para atender as exigências do mercado externo e o novo perfil doconsumidor brasileiro, necessita-se produzirbananas com alto padrão de qualidade.No cultivo da bananeira, o ensacamento dos cachos é uma das principais técnicas culturais recomendada e utilizada em plantios comerciais para melhorar a qualidade dos frutos.

 

Como funciona

 

A técnica cultural conhecida popularmente como “ensacamento“ consiste na proteção física dos cachos de banana com uma embalagem sintéticadurante seu desenvolvimento no campo.

Atualmente, no comércio há uma ampla variedade de embalagens para esta finalidade,confeccionadas com diferentes tipos de materiais, como o TNT (Tecido Não Tecido), com sua base em polipropileno (PP) e desenvolvido especialmente para a fruticultura em geral.

Como é um material leve e poroso, o TNT proporciona a passagem da água, gases e também da radiação para os frutos da bananeira, quando expostos ao sol.

Na cultura da bananeira, a proteção física dos cachos tem como vantagens o aumento da massa dos cachos; redução no intervalo entre a emissão da inflorescência e a colheita, por manter ao redor do cacho uma temperatura mais alta e constante;melhoria na coloração dos frutos; aumento do tamanho final do fruto; proteção contra baixas temperaturas, ventos frios, ação abrasiva das folhas e ataque de pragas, doenças e pássaros; e evita o uso de produtos químicos.

Além disso, o ensacamento protege os frutos da poeira, e ainda serve como proteção na colheita e durante o transporte do cacho até a casa de embalagem.

 

Manejo

O ensacamento protege o bananal do ataque de pragas, doenças e pássaros

O ensacamento com o TNT deve ser realizado quando o cacho já tiver emitido a última bráctea feminina, ou seja, quando a última mão verdadeira apresenta os dedos voltados para cima, o que corresponde a aproximadamente 14 dias, após a emissão do cacho.

Antes de colocar o saco, deve-se eliminar aráquis masculina (“coração“) e, geralmente, as duas últimas pencas. Na mesma ocasião, também devem ser retirados os restos florais para evitar a decomposição das brácteas dentro do cacho.

Em seguida, coloca-se o saco em torno do cacho, amarrando-o na parte superior da ráquis, imediatamente acima da primeira cicatriz bracteal, juntamente com uma fita de coloração pré-definida, para indicar a época de colheita do cacho.

A idade ou o grau de corte do cacho requer o conhecimento prévio do período compreendido entre a emissão da última penca e o calibre ou maturidade fisiológica dos frutos, estabelecido conforme a distância do mercado consumidor-alvo.

Vale lembrar que a colocação do saco de TNT pode ser feita de forma manual, ou também com o auxílio de um ensacador automático de bananas, neste caso, necessário apenas quando se tratar de cultivares de bananeira com porte alto.

Quanto mais cedo for feito o ensacamento dos cachos, mais prolongado serão os benefícios obtidos por essa técnica. Contudo, nesse caso será necessário que se realizem vistorias periódicas do cacho, para o desprendimento das brácteas, para evitar que as mesmas, ao se enrolarem antes da abscisão, fiquem aderidas ao saco.

Após colhidos, os cachos devem permanecer ensacados a fim de proteger os frutos durante o transporte do campo até o galpão ou a casa de embalagem, quando iniciarem as etapas envolvidas no processo pós-colheita.

Segundo informações dos fabricantes de saco de TNT, este material é resistente e pode ser reutilizado até três vezes, a depender dos cuidados no manuseio. A maioria dos sacos de TNT utilizados para o ensacamento da banana, disponíveis no mercado, possuem tratamento UV em sua composição, o que garante maior durabilidade em exposição às condições climáticas.

Essa matéria completa você encontra na edição de outubro de 2018 da Revista Campo & Negócios Hortifrúti. Adquira o seu exemplar para leitura completa.

 

Ou assine