21.2 C
Uberlândia
sexta-feira, julho 19, 2024
- Publicidade -spot_img
InícioArtigosGrãosManejo biológico durante a florada do café arábica

Manejo biológico durante a florada do café arábica

Alessandra Marieli VacariDoutora em Entomologia e professora dos Programas de Pós-graduação em Ciência Animal – Universidade de Franca (Unifran)amvacari@gmail.com

Gustavo Pincerato Figueiredo / Enes Pereira Barbosa / Eder de Oliveira Cabral

Engenheiros agrônomos e mestrandos no Programa de Pós-graduação em Ciência Animal – Unifran

Apesar do pequeno percentual que representa o café orgânico, comparado com a produção de café convencional do Brasil, o mesmo vem aumentando a sua participação no mercado e está em constante expansão. O sistema orgânico de café tem um enorme potencial de promover a preservação ambiental, assim, tendo como fundamento os princípios da agroecologia e, consequentemente, eliminar o uso de agrotóxicos e adubos minerais.

Implantação de uma lavoura orgânica

O primeiro passo importante para o produtor que queira iniciar os trabalhos com a produção do café orgânico é buscar informações sobre o manejo, filiando-se a uma organização que possua uma estrutura necessária para suportar tal demanda.

Hoje, o produtor possui suporte de muitas informações e alternativas para implantar uma lavoura de café orgânico. Após escolher o local que a cultura será instalada, o futuro cafeicultor orgânico deverá escolher uma cultivar apta a todas as possíveis diversidades que ele encontrará pela frente, iniciando pela escolha da variedade do café.

Existem muitas variedades. Dentre elas, algumas possuem resistência à principal doença do cafeeiro, a “ferrugem” Hemileia vastatrix, outras possuem resistência a pragas-chave da cultura, como o “bicho mineiro” Leucoptera coffeella, outras possuem tolerância maior a veranicos, com maiores ou menores produtividades. São muitas as opções que deverão ser levadas em consideração.

Certificação

Para um produtor ser validado como orgânico, o mesmo precisa obter a certificação, o que quer dizer que ele precisa passar por alguma(s) auditoria(s) para averiguação do cumprimento das regras que tal órgão/selo exige.

Manejo orgânico

O Brasil, cada vez mais, apresenta demanda no manejo orgânico em todas as culturas aqui cultivadas. Assim, empresas que comercializam produtos biológicos estão em crescente evolução, buscando novas tecnologias e soluções para as adversidades que os produtores vêm enfrentando.

Tendo em vista o passado, hoje o produtor tem mais ajuda, alternativas e incentivos para o cultivo orgânico, mas isso não quer dizer que todas as adversidades sofridas por tal cultura, como pragas, doenças e plantas daninhas estão solucionadas.

O cafeicultor que possui uma lavoura orgânica com uma cultivar que não é resistente às principais doenças e/ou pragas da cultura ainda sofre com a falta de opções de produtos registrados/certificados que combatem tais adversidades. Assim, no manejo orgânico trabalha-se com muitas técnicas alternativas para tentar controlar os problemas citados.

Produtividade do café

[rml_read_more]

Para se obter uma boa produtividade na cultura do café, é necessário que todas as exigências nutricionais da cultura sejam supridas, fazendo a correção de solo e suprimento de nutrientes por meio de adubações orgânicas. Outro fator muito importante é o controle das principais pragas e doenças que a cultura sofre ao longo do seu ciclo produtivo.

Florada do cafeeiro

A florada do café é a resposta da planta em relação ao seu tratamento ao longo do ciclo produtivo de um ano, assim envolvendo todas as adversidades sofridas, como calor, frio, chuva, sol, patógenos, pragas, etc.

A planta irá produzir flores, que futuramente vão virar grãos de café. São as flores que definem o potencial produtivo do cafezal e que irão gerar uma bebida de melhor qualidade e valor de mercado. Quanto mais protegidas, mais frutos as plantas produzirão.

Nessa etapa, o cafeicultor que busca máxima produtividade precisa ficar atento às doenças que atacam a cultura. A mancha de phoma, que ataca as folhas, os ramos e os botões; a cercosporiose, que inviabiliza o fruto com perda de produtividade e qualidade; e a mancha-aureolada, provocada por bactéria, exigem bastante atenção.

Características das doenças

A cercosporiose (Cercospora coffeicola) ataca especialmente os frutos e pode tanto derrubar os que estão em formação, chamados de chumbinhos, como provocar queda de qualidade dos já granados, conforme o momento em que atacam o cafezal. Altas temperaturas, chuvas seguidas de veranicos e desequilíbrio nutricional são fatores que facilitam o seu surgimento.

Já as lesões típicas da mancha de phoma (Phoma costaricensis) ocorrem nas margens das folhas, impedindo o crescimento e fazendo com que elas fiquem retorcidas. É possível observar pequenas pontuações marrom-escuras. A disseminação do patógeno ocorre pelos respingos de água das chuvas ou da irrigação. Nas flores e nos frutos, o fungo causa lesões escuras, e podem ser atacados em qualquer estádio de desenvolvimento.

A mancha-aureolada, ou crestamento bacteriano (Pseudomonas syringae pv. garcae), se diferencia por ser causada, ao invés de fungos, por uma bactéria. Assim como a macha de phoma, esta também apresenta manchas, como coloração marrom-escura, de formato irregular. A diferença está na presença de um anel amarelo (auréola), que é de onde vem o nome. Elas são distribuídas em toda a superfície das folhas, sendo mais frequentes nas bordas. Nos ramos, causa requeima e nos frutos infectados, necrose.

As doenças, mancha de phoma e mancha aureolada, ocorrem com maior intensidade em regiões de altitudes elevadas no início e final do período de inverno. Nessas áreas, mesmo na primavera, ventos frios, temperaturas abaixo de 19°C e alta umidade do ar criam as condições perfeitas para o seu surgimento.

Os períodos de maior incidência da doença ocorrem entre os meses de março e abril e entre setembro e outubro, com o início do período de chuvas.

Como controlar

Para o controle desses fungos, é preciso ter diferentes manejos e também utilizar produtos alternativos para que não ocorra desenvolvimento de resistência. Assim, há diversos trabalhos mostrando bons resultados no controle de bactérias e fungos, como antracnose, cercosporiose, dentre outros patógenos, utilizando produtos biológicos, como exemplo o ingrediente ativo Bacillus subtilis.

Outro exemplo de pulverizações que vem mostrando bons resultados, visando a prevenção de fungos, é a utilização da calda sulfocálcica.

Ainda em estudo e buscando uma alternativa a mais para o controle biológico, tem-se utilizado em constantes pulverizações produtos de homeopatia, assim visando um possível controle de doenças e bactérias.

ARTIGOS RELACIONADOS

Fosfito é arma poderosa contra cercóspora e ferrugem

Luís Paulo Benetti Mantoan Doutorando em Ciências Biológicas/Fisiologia Vegetal - UNESP-Botucatu Carla Verônica Corrêa cvcorrea1509@gmail.com Doutoranda em Agronomia/Fisiologia Vegetal e Metabolismo Mineral - UNESP-Botucatu Os prejuízos dados pela...

Agricultores recuperam cerca de 220 quilômetros de estradas na Bahia

Preocupados com a logística para escoamento da safra e garantindo melhor acesso para as famílias que vivem na zona rural, os agricultores baianos recuperaram,...

Nutriplan – Liderança em vasos e bandejas plásticas

Há 18 anos a Nutriplan se faz presente na Hortitec, por ser esta a principal feira do setor. “Por isso alcançamos diversos objetivos com a participação na feira, como por exemplo, uma maior aproximação dos clientes e a empresa, o desenvolvimento de planos conjuntos, a apresentação dos lançamentos para o mercado, uma maior vitrine para nossos produtos, principalmente para potenciais clientes de outros países, a atualização sobre a concorrência e o contato com novos fornecedores”, enumera Adriano Pellegrinello, diretor comercial da Nutriplan.

Floema lança e inova com Star Solo

  A Floema esteve presente no Seminário do Café apresentando sua linha de condicionadores de solo e organominerais, “Linha Star Solo“, composta por produtos orgânicos...

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui
Captcha verification failed!
Falha na pontuação do usuário captcha. Por favor, entre em contato conosco!