25.8 C
Uberlândia
segunda-feira, julho 15, 2024
- Publicidade -spot_img
InícioArtigosHortifrútiManejo intenso nas bordas dos laranjais reduz HLB

Manejo intenso nas bordas dos laranjais reduz HLB

 

Crédito Henrique Santos
Crédito Henrique Santos

Atualmente, o greening é considerado a mais importante doença de citros no mundo. Huanglongbing (HLB ou greening) é causado por uma bactéria (Candidatus Liberibacter asiaticus) que vive nos vasos do floema das plantas de citros (laranja, tangerinas, limões, limas ácidas e outras espécies), causando sérios prejuízos à citricultura, como redução da produção das plantas afetadas (menos frutos por planta e queda dos frutos afetados antes da sua colheita), redução da qualidade das frutas produzidas (muito ácidos e com pouco açúcar, e amargos) e redução da longevidade das plantas afetadas (desfolha, perda de raízes com definhamento das plantas).

Segundo Renato Beozzo Bassanezi, engenheiro agrônomo, doutor em Agronomia e pesquisador científico do Fundecitrus, esta doença é muito importante porque:

– Dissemina-se rapidamente entre os pomares. A bactéria causadora é transmitida eficientemente pelo inseto psilídeo Diaphorina citri, que se reproduz rapidamente e tem capacidade de disseminação à distância superior a dois quilômetros;

– O controle da transmissão da doença é muito difícil e depende da ação conjunta de todos os produtores de uma região;

– Uma vez infectada, a planta não tem cura e todas as variedades cítricas comerciais são afetadas;

– Após a infecção, a doença evolui rapidamente por toda a planta e, principalmente em plantas jovens, a sua produção e longevidade são reduzidas drasticamente em poucos anos;

– A presença de plantas doentes e sem o controle do psilídeo na região impedem que pomares recém-plantados se tornem produtivos, mesmo com as melhores práticas de controle do psilídeo.

O controle do HLB exige a integração de diversas medidas de controle - CréditoCitrusKiller
O controle do HLB exige a integração de diversas medidas de controle – CréditoCitrusKiller

Prejuízos

Estima-se que mais de 38 milhões de plantas cítricas tenham sido erradicadas no Estado de São Paulo de 2005 a 2014, e que entre 15 e 20% de plantas com sintomas ainda estejam nos pomares paulistas.

No estado da Flórida (Estados Unidos), onde a doença foi primeiro relatada em 2005 e os produtores optaram por não eliminar as plantas doentes, atualmente mais de 80% das plantas se encontram infectadas e a produção vem caindo drasticamente (em 2004 era de 150 milhões de caixas de laranja e para a safra de 2014 foi estimada em 102 milhões de caixas).

Principais regiões atacadas

Renato Beozzo adverte que o HLB está presente em diversos países do sudeste e sul da Ásia, costa leste e sul da África do Sul, alguns países do Oriente Médio, em quase todos os países da América Central e do Caribe, vários estados do México e importantes Estados produtores dos EUA (como Flórida, Texas e, recentemente, Califórnia) e na América do Sul (Brasil, Paraguai e Argentina).

O pesquisador informa que, no Brasil, está presente nos Estados de São Paulo, Paraná e Minas Gerais. Em São Paulo sua maior ocorrência está nas regiões citrícolas Leste e Centro, onde foi primeiro relatada, e com menor incidência nas regiões Norte, Noroeste, Oeste e Sul. Estima-se que mais de 60% dos talhões de laranja do Estado de São Paulo tenha a ocorrência de pelo menos uma planta com HLB.

O controle do HLB exige a integração de diversas medidas de controle - Crédito Shutterstock
O controle do HLB exige a integração de diversas medidas de controle – Crédito Shutterstock

Sintomas

As plantas afetadas têm o sistema radicular bastante reduzido. Os ramos mais afetados ficam com as folhas amarelas e as folhas maduras ficam com uma clorose assimétrica (chamada de mosquedado) e caem.

“Os frutos ficam deformados, tortos, de tamanho pequeno, de baixa qualidade e também caem antes da colheita. Àmedida que os sintomas avançam pela copa das plantas afetadas, a planta fica debilitada, desfolhada e produz cada vez menos“, esclarece Renato Beozzo.

Principais medidas de controle

Como não há variedades resistentes ou tolerantes ao HLB, e tampouco medidas eficazes e economicamente viáveis para a cura das plantas infectadas, o controle do HLB recomendado por Renato Beozzo é baseado na prevenção da ocorrência de novas infecções nos pomares.

O controle do HLB exige a integração de diversas medidas de controle, que devem ser aplicadas interna e externamente à propriedade por todos os produtores de uma região (manejo regional).

Planejamento do plantio e renovação dos pomares

– Evitar o plantio em regiões altamente afetadas pela doença, próximo à áreas contaminadas e com baixo controle do psilídeo;

– Plantio em áreas grandes (com mais de 700 ha) e renovação de pomares em blocos contínuos;

– Evitar o plantio de pomares estreitos;

–  Plantio de mudas sadias de viveiros telados e certificados, preferindo mudas mais velhas com formação das pernadas;

– Boa nutrição das plantas. A adubação não evita a contaminação das plantas e nem cura a planta infectada, mas plantas bem nutridas suportam mais a presença da bactéria do HLB e podem ter maior longevidade produtiva que plantas doentes mal nutridas;

Essa matéria completa você encontra na edição de julho da revista Campo & Negócios Hortifrúti. Adquira a sua para leitura completa.

 

ARTIGOS RELACIONADOS

Case IH – DNA de alta produtividade e performance

Referência em equipamentos de grande potência, a Case IH, marca da CNH Industrial, reforçou seu DNA de alta produtividade expondo seu portfólio de máquinas que apresentam máxima performance, com eficiência agronômica, na Agrishow.

Adubação melhora a qualidade da forragem

Fertilizantes contribuem para potencializar o desenvolvimento das pastagens ao fornecerem nutrientes essenciais para a produção forrageira

Adubação biológica é alternativa para redução de custo

  Camila Leite Santos Técnica em Florestas e Agropecuária, e graduanda em Engenharia Florestal na Universidade Federal de Lavras (UFLA) camila_leite96@hotmail.com A compactação vem trazendo diversos problemas...

Fazenda aumenta produtividade da lavoura e amplia área de gado com uso de sementes forrageiras em sistema integrado

Propriedade que fica localizada no município de Uruçuí, no Piauí utiliza as sementes Advanced da Soesp e tem implemento de até 10 sacas de soja por...

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui
Captcha verification failed!
Falha na pontuação do usuário captcha. Por favor, entre em contato conosco!