19.9 C
Uberlândia
segunda-feira, abril 15, 2024
- Publicidade -
InícioArtigosManejo nutricional da bananeira

Manejo nutricional da bananeira

Um manejo nutricional adequado é a chave para o sucesso no cultivo da bananeira.

Glaucio da Cruz Genuncio
Professor de Fruticultura e Agronomia – Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT)
glauciogenuncio@gmail.com

Mayco Mascarello Richardi
Mestre em Agricultura Tropical – UFMT
maycorichardi@gmail.com

Alyson da Mata Santos
Graduando em Agronomia – UFMT
alysondamatasantos@gmail.com

Dentre os nutrientes essenciais para o crescimento e produção da bananeira, destacam-se os macronutrientes potássio (K) e nitrogênio (N), os quais são essenciais para os processos de formação do fruto e crescimento da planta. No entanto, para uma boa eficiência desses nutrientes na disponibilidade para a planta, é necessário o solo estar com pH ideal e equilíbrio entre os demais nutrientes.

Logo após, temos os macronutrientes cálcio (Ca) e magnésio (Mg). O cálcio atua no favorecimento do sistema radicular da bananeira e na diminuição de minerais tóxicos à cultura. O magnésio, por sua vez, tem atuação no processo de fotossíntese (anéis pirrólicos da clorofila), sendo importante manter a adequada relação K:Ca:Mg, pela alta aplicação de potássio no cultivo.

Foto: Shutterstock

Deficiência de nutrientes x produtividade

A inadequada adubação da bananeira pode levar desde à má formação do fruto e aparição de doenças foliares até à morte da cultura. Em pequenos e médios produtores, os fatores de produtividade são expressos pela quantidade de cachos por hectares.

Assim, produtores com os mesmos fatores físicos e climáticos possuem produções diferentes; fato este relacionado diretamente ao manejo e aplicação corretamente de fertilizantes em cada estágio de desenvolvimento da planta, garantindo altas produtividade.

A aplicação dos fertilizantes deve ser planejada de acordo com cada especificidade, evitando desperdício e toxidade da planta. A busca por atendimento técnico especializado é algo fundamental, garantindo melhores aplicações e resultados.

Recomendações para a adubação

Para adubação da bananeira, deve-se seguir a recomendação de adubação corretiva de acordo com o resultado da análise de solo, sempre acompanhada por profissional, e as adubações de manutenção conforme cada estágio de desenvolvimento vegetativo e produtivo.

A adubação varia conforme o estágio de desenvolvimento da planta, sendo uma aplicação maior durante sua formação/crescimento e outra quando a planta já possui um tamanho para formação de frutos.

Em geral, utiliza-se formulação contendo uma relação de duas partes de nitrogênio, uma de fósforo e quatro de potássio. Recomendações de adubação podem variar conforme a cultivar utilizada. Em algumas espécies, é necessária uma maior adubação no início do desenvolvimento, e em outras, a partir da formação de frutos.

As recomendações mais utilizadas são de NPK 2:1:4, indicando necessidade de uma adubação rica em potássio devido à grande importância na formação/desenvolvimento da planta e fruto.

Época mais indicada

A aplicação de fertilizantes em bananeiras pode variar, dependendo das condições específicas do local e das práticas agrícolas utilizadas. No entanto, a época mais indicada para a aplicação é durante o período de crescimento vegetativo da planta, que ocorre principalmente durante a primavera e o verão.

É importante observar que as bananeiras precisam de nutrientes regularmente ao longo do ano para produzir frutos de qualidade. Por isso, é recomendável fazer aplicações dos fertilizantes parceladamente.

Como identificar o déficit nutricional

A deficiência de nutrientes em bananeiras pode ser identificada por uma série de sintomas visíveis nas folhas e frutos. A seguir estão alguns dos sintomas comuns de deficiência de nutrientes:

ð Deficiência de nitrogênio: as folhas mais velhas ficam amareladas, enquanto as mais novas continuam verdes. A planta pode crescer lentamente e produzir cachos menores.

ð Deficiência de potássio: as bordas das folhas ficam amareladas ou necrosadas, e a folha pode apresentar manchas escuras. Os frutos podem apresentar manchas escuras e murchas.

ð Deficiência de magnésio: as folhas mais velhas ficam amareladas, enquanto as nervuras permanecem verdes. As folhas podem enrolar ou se curvar para baixo.

Deficiência de cálcio: os frutos podem apresentar manchas pretas e podridão na extremidade oposta ao pedúnculo.

Caso suspeite de deficiência de nutrientes, é importante realizar análises do solo e tecido foliar para avaliar as necessidades específicas da lavoura. Além disso, é recomendável seguir as recomendações do fabricante do fertilizante e as orientações de um técnico para garantir a aplicação adequada dos nutrientes.

Sinais do excesso de nutrientes

O excesso de nutrientes em bananeiras pode causar uma série de problemas, como danos às raízes e às folhas, afetando a produção. Alguns sinais de excesso de nutrientes nas bananeiras são:

Folhas amareladas: o excesso de nutrientes pode fazer com que as folhas fiquem amareladas ou apresentem manchas amarelas.

Folhas com queimaduras: se as folhas das bananeiras parecerem queimadas ou ressecadas, pode ser sinal de excesso de nutrientes.

Crescimento excessivo: se as bananeiras estiverem crescendo muito rapidamente e de forma desordenada, pode ser sinal de excesso de nutrientes.

É importante lembrar que o excesso de nutrientes pode ser tão prejudicial quanto a deficiência.

Na medida certa

O manejo nutricional é um fator importante para a produção de frutos de qualidade na bananeira. Isso ocorre porque os nutrientes fornecidos à planta afetam diretamente a qualidade dos frutos produzidos.

Alguns exemplos de como o manejo nutricional pode influenciar na qualidade dos frutos produzidos pela bananeira são:

1. Tamanho e peso dos frutos: uma nutrição adequada pode aumentar o tamanho e o peso dos frutos, sendo um importante indicador de qualidade.

2. Sabor e aroma: a aplicação correta de nutrientes pode melhorar o sabor e o aroma dos frutos, o que pode aumentar sua aceitação pelos consumidores.

3. Resistência a doenças e pragas: uma nutrição adequada pode aumentar a resistência da bananeira a doenças e pragas, o que pode resultar em frutos mais saudáveis e de melhor qualidade.

Por isso, é importante realizar uma análise do solo e seguir um plano de manejo nutricional adequado para garantir que a bananeira receba todos os nutrientes necessários em quantidades balanceadas.

O acompanhamento do desenvolvimento da planta e o monitoramento da qualidade dos frutos produzidos são fundamentais para ajustar o manejo nutricional e obter uma produção de qualidade.

ARTIGOS RELACIONADOS

Plantas espontâneas

O manejo das plantas espontâneas nas áreas de cultivo pode promover o controle biológico ...

Rigrantec – Foco em nutrição de ponta

  A Rigrantec optou, na Hortitec 2017, por dar foco à linha de nutrição, mesmo tendo diversas outras linhas dentro de seu portfólio. “Com isso...

Lançado o 1º filme com alta tecnologia para proteção dos frutos da bananeira

  A prática do ensacamento dos cachos tem crescido no Brasil, dado a necessidade de melhorar a qualidade dos frutos   O Agroplás Filme Protetor para Banana...

Alumínio tóxico – Solução: fonte de cálcio e enxofre solúveis

Especificamente quanto aos fatores nutricionais, a bananeira é uma cultura bastante exigente em disponibilidade de nutrientes para o seu crescimento e produção

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui
Captcha verification failed!
Falha na pontuação do usuário captcha. Por favor, entre em contato conosco!