Matrine: um novo conceito no manejo de pragas

0
54

Matrine é um potente biodefensivo extraído da planta Sophora flavescens. Possui ação comprovada como inseticida e acaricida, com elevada eficiência sobre as principais pragas da agricultura.

Matrine é um produto natural, com características únicas que o diferenciam dos demais produtos naturais do mercado. Possui elevada ação de choque no controle das pragas e ação deterrente que reduz a alimentação de insetos e ácaros sobre as plantas, causando morte por inanição. Matrine possui registro junto ao MAPA em diversas culturas, incluindo citros, macieira, soja, tomate, algodão, entre outras.

Outro diferencial do Matrine é o amplo espectro de ação no controle de pragas. Apresenta eficiência sobre dezenas de pragas de difícil controle, como a traça-do-tomateiro (Tuta absoluta), a lagarta-da-soja (Anticarsia gemmatalis), o ácaro-da-leprose-dos-citros (Brevipalpus yothersi), o bicho-mineiro (Leucoptera coffeella), a mariposa-oriental (Grapholita molesta) e sobre diversas outras pragas. 

Sustentabilidade

Matrine é um produto autorizado para uso na agricultura orgânica pelo Instituto Biodinâmico de Desenvolvimento Rural (IBD). Por ser um produto de origem natural, sua degradação é rápida no ambiente e não deixa resíduos sobre os alimentos, sendo um forte aliado na produção de alimentos orgânicos.

Além disso, Matrine apresenta baixa persistência no ambiente, o que contribuiu para maior preservação de inimigos naturais e de organismos não-alvos. A rápida degradação do Matrine no ambiente permite aplicações próximas a colheita. Isso é estrategicamente interessante, especialmente em cultivos de frutas e hortaliças que realizam diversas colheitas.

Em citros

Na citricultura, Matrine é indicado no manejo dos ácaros-da-leprose-dos-citros e da ferrugem-dos-citros. Está incluído entre os seletos produtos da lista de produtos para proteção da citricultura, a Protecitrus, que auxilia os produtores quanto ao uso de pesticidas autorizados pelos principais países importadores de suco de laranja brasileiro.

No caso do ácaro-da-leprose, pesquisas realizadas a campo verificaram que uma aplicação de Matrine na dose de 100 mL p.c./100 L é suficiente para redução populacional deste ácaro até os 49 dias após a aplicação. Hoje em dia, pouquíssimos produtos são indicados para o controle do ácaro-da-leprose, por ser um alvo de difícil controle e a maioria dos acaricidas não apresentam resultados satisfatórios.

Como recomendações gerais, Matrine deve ser aplicado no início das infestações. Para controle mais eficiente e prolongado das pragas são indicadas de três a quatro aplicações sequenciais, em intervalos que variam de sete a 30 dias. As doses do produto comercial e o volume de calda recomendados variam em função da cultura e do alvo a ser controlado (para mais informações, consultar a bula).

Tendo em vista as recentes mudanças na agricultura, com a necessidade de redução de resíduos de produtos químicos nos alimentos, Matrine surge como uma ferramenta moderna e sustentável que se enquadra perfeitamente nos conceitos do Manejo Integrado de Pragas (MIP) e ajuda a garantir a produção de alimentos mais saudáveis.